Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

O IRMÃO DO AMIGO

Morava em Campinas na minha adolescência, quando o que relato em seguida aconteceu. Eu tinha 19 anos, era um tempo complicado, era Collor,

e minha mãe, uma doida, passava mais tempo viajando com os namorados dela do que conosco. Minhas irmãs mais velhas aproveitavam e se mandavam.

Eu vivia vadiando, e tinha um grande amigo de vagabundagem, o Cesinha. Ele era filho de um casamento de conveniência, com a mãe separada do pai,

e dois irmãos adultos. Um deles, que vou chamar de Felipe, morava no mesmo prédio que a gente. Iamos na casa dele de vez em quando, pra bagunçar

ou pra amassar a empregada, que, muito vagaba, adorava a putaria. Mas toda a vez que o Felipe estava lá, ele ficava me olhando daquele jeito

estranho, como se quisesse me engolir. Aquilo me deixava meio incomodado, eu era atrevido e devolvia o olhar. às vezes ele ficava olhando fixo,

aquilo me deixava arrepiado. Ainda assim ele era gente boa conosco, levava a gente pra farrear na rua, era uma cara legal.



Um dia o Cesinha não estava na casa dele. Tudo fechado. Fui no apê do Felipe pra ver se ele estava lá. Não estava. Ele disse que o

Cesinha deveria ter chegado, que eu poderia esperar lá se quisesse. Eu topei e entrei. Me sentei no sofá da sala. Fiquei de bobeira, vendo a tv

que passava um futebol, e vi que ele pegou um baralho, e tomava uma coca-cola.



- É coca-cola?

- É cuba-libre - ele continuava me olhando - você já provou?

- Não, é bom?

- É átimo.



Se levantou e foi na cozinha. Voltou com um copo da cuba. Tomei um gole, era quase coca-cola, mas com um gosto a mais. Tava bom, tomei o copo

todo, ele deu risada - Quer outra? - respondi que sim, sentindo um calorão subindo no corpo.



- O que vc está jogando?

- Nada, mas tenho de te ensinar um negácio. Chama strip-poker.

- Como é isso?

- A gente joga, quem perde tira uma peça de roupa.

- IH!!



Ele mexeu o baralho e deu as cartas, enquanto eu bebia a segunda cuba-libre. Jogamos, eu perdi, e tirei a camisa. Gostei do jogo, demos muitas risadas

e fomos jogando até estarmos os dois de cuecas. Eu suava com o calor da cuba, já via um pouco as coisas girando. Ele perdeu, e tirou a cueca. Quando

vi o pauzão dele, foi como se uma coisa doida ligasse dentro de mim. Era grande, e eu não conseguia tirar os olhos dele.



- Você perdeu.

- Hem?

- Você perdeu. Tem de tirar a cueca.



Tirei. Meu pau estava latejando, duro. Antes de eu conseguir terminar de tirar a cueca, ele avançou e cravou a boca dele na minha. Eu fiquei surpreso,

tentei empurrar, mas não consegui, ele me imprensou no sofá e veio pra cima. Aquilo me deixou no maior tesão, senti o pau duro dele na minha barriga,

caimos pra o chão, ele por cima de mim, fomos lutando até que eu senti a cabeça do pau dele invadindo a minha boca ao mesmo tempo que ele engoliu

a minha piroca. Eu comecei a chupar igual sorvete, a vontade era deliciosa, o pau melhor ainda, era um 69 delicioso. Chupei tudo, senti jatos dele saindo,

um gosto maravilhoso, engoli tudo, e gozei.



Ele não parou na gozada. Levantou minhas pernas e começou a lamber o meu cuzinho. Eu estava totalmente inebriado, querendo mais, e aquela lingua era

simplesmente indescritivel no trato da minha gruta. Ele veio, me botou de quatro no tapete, arrebitou a minha bunda bem no alto, e colocou.



Eu urrei de dor no começo, mas as mãos dele nas minhas ancas pareciam feitas de aço. Ele foi devagar, mas sem parar, e foi enfiando tudo enquanto eu

chorava. Quando enterrou toda, ele parou um pouco, foi tirando devagar, parecia que não acabava nunca. Mas antes de tirar, ele começou a meter de novo.

Meteu até o fundo de novo. E depois começou a tirar, mais rápido... e a dor foi passando... e quando ele meteu pela terceira vez, meu gemido já não

foi de dor. Na quarta eu já estava adorando... na quinta vez, ele parecia que ia tirar toda, mas eu gemi:



- Mete maissss...



Aí ele meteu gostoso. Um vai-e-vem mais forte que me deixou doido, eu gozei de novo, um gozo fortissimo, diferente, sem mexer no pau.



Quando terminou, tomamos banho juntos. Ele me perguntou se eu já sabia que era viado, eu disse que não. saímos do banho e fomos pro sofá.

Ele puxou a cortina grossa, e acendeu a luz. Sentou-se ao meu lado, tirou a toalha e disse:



- Agora, pra batizar você de verdade, chupe a minha rola com a luz acesa.



Eu olhei, abaixei a cabeça até o pauzão dele, peguei com as duas mãos e chupei. Ele gozou muito e eu engoli tudo.



Fui amante dele por quase 19 anos. Nos encontrávamos nos fins-de-semana, quando minha mãe partia pra a putaria dela. Eu passei a vestir as roupas

das minhas irmãs, e no final assumi. Os últimos anos do relacionamento eu passei travestida, ele me pagou um silicone nos peitos e na bunda,

me fiz totalmente viada. Mas essas são outras histárias.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


moramoa no litoral eu e minha esposa e recebemos um primo dela para pasar um fim de semana conoscoContos eroticos gays meu irmao comeu meu cu a forçafoda gostoza mulher caszada tro cano omaridoconto erotico pm macho batalhão estocadasContos to gravida de um travesti meu marido arrumoucontos eróticos comendo irmãcontos eróticoseu sou bem dotadocontos/meu primeiro broche e fodaconto novinha amigos do papaicontos sobrinha casadacontos carona q virei cornocontos eróticos gays metrocontos eroticos mamae mim vendiacontos o pau do meu genrocontos eroticos dopando a cunhadacache:HVsxZOrs15AJ:http://okinawa-ufa.ru/m/conto_12619_quando-eu-dei-pela-primeira-vez.html+"dei pela primeira"comi ela na pia da cozinha/contoQuero transa com minha prima que estar gravidaMoreno olhos verdes gay uberabacontos eroticos gozando na boca do pirralhoCONTOS ESPOSA CORNO ANDREAcontos eroticos menina de 07anos dando a xaninhacontos flagrei minha irmã e seu filhocontos marido jogandoconto erotico perdendo a virgidade com o porteirotocou meu seio sem querer incesto contocontos de mulher insatisfeita com maridocontos eroticos de casadas traindo na academiaesposa ruiva f***** pelo negão contoscontos eroticos fodir ater perde a vondecontos eroticos pivetesnao resisti domir com ela xvidiohttp://idlestates.ru/conto_8267_titia-brincando-com-sobrinho.htmlconto erotico deidinheiro a minha maeAdorei meu primeiro anal contos eróticosporno tia tica soprinho 18 anoTia de xana peluda e sobrinho metendo conto eroticocontos eroticos me mastubo brechando minha vizinhaaContos fui castradoSexo gay cinebolsosuruba em familiacontos eroticoso home infinando a rola na bumda da moletravesti de vestido e botinha querendo pica na bundinhawww.contos de abusada desde pequena pelo tio no incestoCasada narra conto dando o cuContos eroticos parenteenrabada pelo negao contoswww.contos eroticos com fotos de comendo a madrastanovinhos fodeno apremira veizContos eróticos tremcontos picante de casada sem calcinhacontos eroticos meu sogro me pegou a forçaWwwcasa dos contos meu marido e rasistaconto erótico mãe dando o cu pro filho por perde a apostaeu e minha cunhada lesbica fizemos um bacanal com sua irma e mae incestotive que dar contos eróticosdeixa eu botar meu pau na sua bandeirinha conto eróticoConto erotico cuidando de minha enteada1contos de sexo chupadascon erotico comi lora greluda por 10 pilamarido da mae bolina menina contoscontos pornô casal fudendo com a empregadinhacontos amor gaymoca.no.forro.cemcalcinha.cabeludaconto incesto minhas irmãs gritaram no meu pauconto.erotico..casada.18..anosContos minha esposa com velhinhosconto erótico f****** gostoso a b******** da minha filhinha n******contos travestis praiaminha irmã no meu colo contiswww. brasileiras provocando com olharesde safadas pornojogo de puta buçetadaMinha tia coroa mostrou seu bucetao peludo contoscamisinha tarada camisinhas dentro da gaveta sairam e gozaram com a mulherxvidio real meu primo mamado peito bicudo da minha mae negracontos eroticos comi a mulher do pastorconto erotico pedi e minha mulher fez massagem emminha bundacontos eroticos comi meu cunhadocontos eróticos dopando meu sobrinho gay dormindoconto mamando na tiajapinha.de.baixo da mesapunheta para sogra contosxhporno com duascontos erotico sou cazada beti punheta pro meu amigo pornocontos eróticos minha sogra armou meu chifreconto de incesto de pastor estrupadoConto erotico teen gay free escolaokinawa-ufa.ru chantageadacontos eroticos de sexo oralela so faz anal cagando contostransei com meu sobrinhocontos de sexo com novinhas trepando com advogadoscontos eroticos levando dedada do vovocontos eroticos sentei no hugo