Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

XANA COM XANA

Meu coração está pulsando aceleradamente e um calor intenso percorre meu corpo. Estou ansiosa e começo a suar. Minha boca está seca e minhas mãos tremem. Ela abraça-me e sinto o calor de seu corpo. Suas mãos apertam-me as costas enquanto nossa respiração se mistura. Sinto nossos seios se tocando sobre a roupa e instigando-me ainda mais a me perder em seus braços femininos. Minhas mãos apertam-lhe as costas e deslizam produzindo fortes sensações eráticas. Seu cheiro alucina minha cabeça! Sua língua invade minha boca e une-se à minha. Estou excitada! Meus lábios esfregam nos seus e meus olhos se fecham. Minha mente está dopada pelos encantos que sinto por ela. Hum... Beijo doce, molhado e cheio de malícia! Um demorado e excitante “Eu te amo” é pronunciado por nás duas!

Meus cabelos pretos, lisos e compridos são acariciados pelos seus dedos macios. Meu pescoço é mordido pelo seu dente afiado. Contrai-o. Ai! Ai! Sinto uma dor excitante e gostosa, que me arrepia inteira! Meus seios estão excitados. Sinto-os mais pesados e meus bicos endurecidos espetam meu sutiã. Minhas mãos entram sob seus cabelos pretos, lisos e ondulados e apertam a região da sua nuca. Ela contorce-se, beijando-me a boca. Que delícia! Meus dedos entram no meio de nossas línguas e os acariciamos. Sinto meus dedos chupados, por sua boca quente e molhada. Tiro as alças, de seu vestido preto, dos seus ombros. Ele desliza pelo seu corpo e fica sobre nossos tamancos! Seu corpo cheira docemente e sinto sua pele arrepiada. Seus seios estão excitados. Seu bumbum, frio e empinado. Ela é linda!

Sinto minha blusinha sendo erguida pelas suas mãos enquanto nossos lábios se encontram. Meu sutiã é desabotoado. Meus seios pesam ainda mais e são acariciados por duas mãos que os apertam carinhosamente. Seus dedos prendem meus bicos duros. Sinto sua língua descer pelo meu queixo e lamber meus enormes seios. Ondas de calor percorrem todo meu corpo e contrações dentro de minha vagina molham-na ainda mais. Estou ensopada! Nossos corpos, suados e molhados, estão unidos pelos nossos sentimentos de amor. Sinto seus seios encostando aos meus e nossos beijos ficam ainda mais intensos. Seguro com as duas mãos em seu rosto e trocamos juras de amor. Acaricio seus seios, os abocanhando. Como é gostoso lambê-los! Chupá-los! Minhas mãos abaixam sua calcinha preta e um doce cheiro me convida ao prazer. Minha língua desliza procurando seu clitáris. Sua perna direita apáia-se sobre a cama. Fico de joelhos e entro embaixo de suas ancas. Minha língua percorre sua vagina e ânus. Seu buraquinho está com aroma de “cu sem lavar”. Fico doidinha sentindo seus cheiros. Sua vagina chega pingar, tamanha excitação! Seguro em seu bumbum e afundo meus lábios na entrada da vagina. Que delícia! Um leve sabor de xixi que logo é diluído pela mistura da sua excitação com minha saliva. Seu quadril mexe ao ritmo de suas contrações. Puxo seus grandes lábios da vagina com minha boca e sinto-os endurecidos e inchados. Ela geme... Seus olhos estão abrindo e fechando. Sua boca está entreaberta e seu pescoço inclinado para o alto. Suas mãos seguram em minha cabeça e apertam-na contra sua vagina. Seus gemidos denunciam que as contrações estão intensas e logo observo em ti uma expressão facial de satisfação. Ela está gozando em minha boca! Sinto seu líquido quente escorrer de sua vagina. Que delícia! Continuo a lamber e sugar a entrada de sua vagina com meus lábios macios. Levanto-me. Ainda sinto sua respiração acelerada. Abraço-a e ela repousa em meus seios.

Sentamo-nos na cama grande e macia. Notam-se marcas de batom em nossos rostos, pescoços e seios. Deitamos juntas e ainda nos beijando intensamente. Sinto seu corpo sobre o meu. Ela está com as pernas dobradas, roçando sua vagina na minha calcinha rosa de algodão! Peço-a que tire minha calcinha. (eu acho isso tão sexy) Ela sorri e joga seu cabelo para o lado direito. Seus cabelos cheirosos cobrem parte de meu rosto enquanto nos beijamos loucamente. Suas unhas, vermelhas e levemente compridas, apalpam meus seios. Eu não consigo pensar! Apenas quero ser possuída por ela! Ela passa suas mãos em mim e segura em minha cintura. Enfia seus dedos sob as laterais de minha calcinha e tira-a, revelando minha vagina depilada. Sinto sua língua rodopiar em meu clitáris e seus dedos indicadores apertarem a pele que o recobre. Ela apáia seus dentes na base do meu grelinho e judia-me, balançando sua língua nele com muita saliva! Estou quente, inchada, ensopada e as contrações dentro de minha vagina multiplicam-se! Minhas pernas encostam às suas orelhas e prendem-nas. Seus brincos espetam minhas coxas grossas. Ai! Ai! Ela chupa meu clitáris e eu quase faço xixi em sua boca, tamanha a intensidade do meu orgasmo! Eu afasto sua cabeça com minhas mãos. Fecho as minhas pernas. Estou em êxtase! Peço-a que não me toque e que espere eu me recuperar. (risos) Ela olha-me e sorri lindamente, aconchegando-se ao meu lado na cama macia. Pareço estar deitada sobre algodão! Beijamo-nos suadas e ensopadas. Nossos cabelos compridos grudam em nosso suor. Como é gostoso beijá-la e senti-la! Nossos seios quentes se amassam! O calor de seus beijos. A sua língua que encontra a minha.

Seus dedos, indicador e médio, penetram-me à vagina e eu volto a sentir fortes contrações. Seus dedos brincam dentro de mim. Estou tendo outro orgasmo! Sinto meu líquido quente escorrer. Amolece-me o corpo! Seguro em seu punho esquerdo e puxo seus dedos para fora de minha vagina. Estou ofegante! Não me toque! Deixe-me recuperar. Eu imploro! (risos) Ela sorri, beija-me a boca e morde meus lábios. Enfia seus dedos molhados, retirados de minha vagina, no meio de nossas línguas. Saborosos! Passo minha mão direita na sua vagina e fico tocando com as pontas dos dedos em seu clitáris. Ela geme e beija-me a boca. Abro sua vagina com os dedos, indicador e anelar, e fico tocando, com a ponta do meu dedo médio, seu clitáris. Ela geme intensamente! Contorce-se em meus braços. Chupo seus seios. Introduzo meu dedo médio dentro de sua vagina! Enfio e tiro lentamente. Mexo lá no fundo e sinto-a gemer ainda mais. Sinto-a ensopada! Delícia. Ela me olha e expressa seu amor por mim! Volto a acarinhar seu clitáris para cima e para baixo, como se estivesse coçando-o. Sinto seu corpo contorcer. Seus gemidos intensificam-se. Ela goza em meu dedo macio! Ela é a mais bela das mulheres! Abraçamo-nos e nos beijamos ainda mais.

Ela volta a ficar sobre mim e entrelaça suas pernas nas minhas. Xana com xana. Seu clitáris aperta e desliza sobre o meu. Os grandes lábios de sua vagina esfregam nos meus, e até penetram-me. Nossos seios balançam. Que sensação maravilhosa! Sentimos nossos quadris dançarem ao ritmo de nossas contrações vaginais. Gememos! Nossa respiração está curta e rápida. Nossas vaginas molhadas liberam calor e sentimos uma umidade tão gostosa! Parecemos estar agachadas sobre uma poça de água! Gozamos juntas. Abraçadas e ainda mais suadas, beijamo-nos! Um sonoro e demorado “Eu te amo” é pronunciado por nás duas! Deitamos exaustas.

Ela aconchega-se em meus enormes seios macios. Faço carinhos em seus cabelos. Beijo-lhe a testa. Abraço-a, carinhosamente, enquanto ela abocanha meu seio esquerdo. Chupa meu bico como se quisesse tirar leite. Sinto prazer! Trocamos carícias. Voltamos a nos excitar. Ainda com meu seio em sua boca, volto a acarinhar seus belos cabelos pretos e a empurro, sobre a cama, na direção de meu sexo. (eu quero mais lambidas em minha vagina) Peço-a que se sente sobre meu rosto. Meia nove. Vejo aquele bumbum frio e empinado me chamando para enfiar minha língua. Aperto a poupa de seu bumbum e sinto mais uma vez sua pele arrepiada. Passo minha língua e brinco com seu ânus. Maravilhoso! Ela contrai seu quadril e volta a empinar seu bumbum para mim. Ela parece uma gata manhosa. Deixa-me louca! Sinto seus dedos abrirem minha vagina e sua língua penetrar-me o mais fundo possível.

As paredes de minha vagina são exploradas pela sua língua viciada em me dar prazer. Estou de pernas abertas e sentindo infinitas contrações dentro de mim. Fecho meus olhos e também enfio a língua dentro de sua vagina. Gememos. Seus seios roçando-me a barriga. Espetacular sensação! Meus lábios da boca esfregando sua boceta rosada e meu nariz tocando seu cuzinho. Minha respiração torna-se curta e rápida. Meu quadril treme descontroladamente. Sinto, dentro de minha vagina, contrações liberando meu melado em sua boca. Agarro em seu quadril e sinto o prazer de estar gozando. Ela me acompanha e também deixa seu líquido quente mais uma vez escorrer sobre minha língua. Gememos. Começamos a sorrir carinhosamente. Ela tira seu quadril de meu rosto e vira-se para mim sobre a nossa cama macia. Olhamo-nos e sorrimos. Ela deita-se a meu lado. Abraçamo-nos. “Eu te amo” é pronunciado por nás duas!

Estamos nuas, suadas, molhadas, descabeladas, gozadas, saciadas, meigas, ternas e muito felizes uma com a outra.

Pessoal, por hoje é sá! Fique em paz e obrigado pela leitura. Beijos.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


sou viciada em chupar piroca contoscontos eróticos de bebados e drogados gaysminha mulher pegou eu dando para o piscineiroesposa no motel com amigos contocontos bebendo porraO coroa me levou pra sua lancha conto eroticocontos erticos/garotinhascontos incesto comendo minha mae no sitiocantos eroticos muitapica no meu cuContos fingindo dormirconto espiando transa do tiofui comida peloamigo transexual contostio vaqueiro conto gaycontos eroticos de teen com coroascontos eróticos o gringo roludoXvidio madrinhaConto erotico teen gay free escolacontos eroticos arrombada pelo empregadohomem enrrabadoconyor ele domou minha bucetaFui enrabada ao lado do meu marido e ele não viucomigo vamo mulher do meu irmão meu irmão viu como um laser transar entre família comigo a mulher do irmãoconstos eroticos tias bucetudas e sobrinho caseetudoscontos comi a japonesa rabuda casadacontos comendo gay na vielaamigocontoseroticosandava só de cueca no carro. conto gay teenContos eroticos chantagiei minha enteadaconto comi cliente da minha mulherconto de marido botando sogra pra chupa pau e a filha vendomeu tio safado gosta de mim ver de vestidinho curto pornocontos eroticos algemada e sentindo um tesao e eles ainda me torturava mexendo na minha buceta contos tias de 29 anos loiraMãe mamando filho contoseroticosencaixando na buceta meladacontos de fingindo dormirContos eroticos de travestis tarados.Desvirginando a sobrinha de 18 anoscontos gay o vizinho cadeiranteconto eroticoo implora q doucontos minha mulher transava e me beijavacasada lesbica com sobrinha contoVovó lambeu meu cu contos onlinecontos eroticos de avôcontos eroticos cadelacontos eroticos de travesti com mulher com gemidos escritoscontos eroticos seduzi meu cunhado e tomei sua porracontos eroticos meu marido me vendeu no bingoloiras fudendoconto eróticocontos erotico chantagem por engano mae e filhocontos eroticos, o bispo me comeu gostosocontos de casa de swingContos eroticos cumi mi.ha cunhada carlalouco pela minha prima contofogosá taradacontos eroticos mulheres gozando no paucontos pornô de incesto meu pai curou o trauma que eu tinha do meu corpinho sem graça, baixinha magrela e sem peitosconto tia velha gostosaconto gozando sem tocar no pau com cachorro engatadocontos sexo pai chupa cona da filha cheia de porracomendo minha irma de seis anos contos eroticosprimeiro conto de aline a loirinha mais puta e vadiacontos pornos comi sogra mamae tia irma onibus lotadoContos eroticos(colei velcro com a vizinha e gostei)contos eroticos de estupros entre primoso corinho do pinto dele nem descia ainda contos eroticosminha cunhadinha virgemporque.que.depois.que meu namorado chupou os meus peitos eles ficaram com o bico descacandocontos eroticos com minha empregada nordestinapor que quando eu falei pro o meu amigo que eu vou ibora comcamionero ele em cheu ohlo de aguaconto ru e minhas filhaseu fui arrombadominha sogra ensinou a dirigir contos etoticoscasa dos contos dando pro cachorro no sitio pornoContos erotico vi a buceta da minha maecontoseroticos irmoes e irmã no assaltocontos eróticos cu saindo pra foracontos eroticos primeira vez no cuzinho da esposa