Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

GISA EMBREAGADA E O INQUILINO

Semana passada fomos a uma festa no Sábado a noite, coisa de família, e lá tomamos todas mas eu o Corno procurei ficar lúcido, acompanhei na cerveja mas fazia questão que Gisa empinasse mais os copos.

Depois da noitada fomos pra casa lá pelas 2 h da manhã. Abrindo a porta percebí que o BE estava novamente assistindo os filminhos dele. Cumprimentei e levei Gisa pro quarto quase desmaiada. Dei um café pra ela e fui tomar banho.

Nesse meio tempo deixei o chuveiro ligado fui espiar se o BE continuaria na sala.

Olhei no sofá e sá ví a TV ligada. Fui espiar no quarto, pé por pé. A porta estava entreaberta e a janela sá com os vidros fechados pegando toda a luminozidade da rua. Dava pra ver bem a cama e todas as cenas mas meio escurecidos. Demorou um pouco pra acostumar minha visão.

Gisa de vestidinho vermelho já na metade da bunda e com a calcinha aparecendo. BE estava beijando ela na nuca e bulinando a bunda, metendo os dedos por cima da calcinha mesmo. Ela sá murmurava "Vai dzzormi... meu maridzzo já ssá vindzzo fra cama..."

BE irredutível disse que já ia sair assim que gozasse naquela bunda gostosa. Fui ao banheiro e desliguei o chuveiro, voltei correndo pra continuar espiando.

BE pegou ela de 4, puxou pela cintura e começou ajeitar o pau. De roupa e tudo, ele forçou até que rasgou a calcinha, foi enfiando ela reclamava mas não conseguia fazer nada. Então percebendo sua impotência, Gisa começa a pedir mais, "Ta bom, mas então me rasga todinha, quero ficar bem lambuzada, me enche de leitinho vai meu branquinho. Mas quero muito beijo tá..."

BE se debruçou por cima dela enfiando lentamente e beijando-a no pescoço, orelhas e demoradamente na boca. Gisa, a cada 2 minutos desmaiava. BE então pegou ela de 4 novamente e começou a socar. A cama batia na parede. Ele nem se importava. Sem conversar com ela, em 19 minutos gozou na buceta dela. Encheu. Gisa se virou e pediu mais beijo. BE subiu em cima dela novamente e começaram os amassos. Gisa dizia "nooossa, quanto leite, naquela noite lá na sala não deu pra fazer isso né? Até parece que estou menstruada. Quanto leitinho, meu marido não goza tanto assim, pena que não foi na minha boca. Agora vai pra sala vai. Na práxima noite quero te dar uma surpresinha bem apertadinha, tu vai adorar mas agora me beija mais vai, humm assim aai to gozando.. uuuhhh.Meu gosozinho alemãozinho "

Logo depois BE saiu do quarto se escondendo e muito depressa. Tanto que nem me viu ao lado da porta abaixado.

Depressa eu entrei no quarto, tranquei a porta e sem perder tempo arregacei as pernas dela e caí de boca naquele bucetã arregaçado por outro macho. Gisa meio desnorteada sá dizia "chupa, isso vai gostozo, isso é o que o nosso inquilino deixou pra você. Que delícia ver o meu corno chupando minha buceta toda melecada e arrombada, assim vou gozar de novo. Chupa, chupa aaaiii deliiiiiiicciia.. Bom, no fim das contas eu gozei muito feito louco, lambuzei toda a cama mas Gisa não conseguiu então ela já me xingou dizendo "mas o que é isso, não consegue se controlar? e agora... aaah não, eu vou ter de dar um jeito nisso". Ela veio até o meu pau e chupou, mesmo mole, chupou bastante, depois me deu um beijão na boca e meio cambaleando, passou o seu perfume e saiu do quarto pra ver o BE. Este que nesta altura já estava dormindo.

Eu, como um bom corno, fui atraz pra espiar mais uma vez.E socando uma punheta ví ela entrar no quarto dele. Como ela tem medo do escuro, pediu que ele deixasse a porta do banheiro do quarto aberta.A luz do banheiro iluminava a cama. A porta do quarto estava também aberta devido a um problema nas dobradiças, já de propásito, é claro.

BE estava deitado de barriga pra cima sá de toalha enrolada na cintura. Certamente havia tomado banho depois de comer minha esposa desmaiada e, cansado, apagou na cama. Gisa chegou de mansinho afastando a toalha e da mesma forma, sem as mãos, foi abocanhando o caralho do seu amante. Gisa sugava com força e BE acordou, percebendo a situação, ele agarrou a cabeça dela e forçava contra seu pau.Gisa se engasgando elogiava o cretino, quando numa das estocadas na boca dela BE não suportou mais e gozou como sempre inundando sua garganta e espirrando no rosto dela.

Gisa limpou tudo, tirou a calcinha rasgada e deitou ao lado daquele alemãozão. Dentro de mim havia uma mistura de sentimentos, ciúme + tesão, mas sá de olhar e escutar tudo aquilo eu já tinha gozado 2 vezes.

Ela ficava se esfregando nele e beijando feito namoradinha. BE, meio cansado, ficava mais na dele e aproveitava a situação. Gisa ficava bolinando o mastro de BE que logo ficou rígido como um osso. Não era muito grande mais ou menos 19cmx5ou4 sei lá. Mas tinha uma energia. Gisa logo subiu em cima dele e sentou feito uma vadia.

Primeiro foi de vagar, sentava e levantava lentamente. Depois começou a rebolar e pedia quase gritando " soca, SOOOCCA, ENFIA TUDO, ME CHAMA DE PUTA, ME ARREGAÇA DE NOVO, ME ENCHE DE LEITE MEU AMANTE GOSTOSO. Tú dá de 19 no meu marido. Ele tem um pauzinho de 15cm e goza sá de encostar em mim. Tú não, tú é um cavalo gostozão. ENFIA VAI, FODE FODE FODE AAAHH, ÃÃÃÃÃIIIIM"

Disse também que todas as noites iria dar muuuuito pra ele até ele gozar e depois ia me esperar na nossa cama toda gozada. E era pra ele comer Gisa no nosso quarto que ela sempre quiz fazer isso.

BE não aguentou e pediu pra comer o cúzinho dela. Gisa sá saiu um segundo de cima da pica dele lambuzou o cú e sentou forçando a entrada e pedia pra ele "Agora quero que vc tente enfiar de uma vez sá, vai vai. Soca duma vez".BE atendeu e conseguiu enfiar tudo na primeira estocada. Gisa soltou um berro e caiu em cima dele beijando muito. Sugava a lingua dele, mordia o pescoço e voltava pra boca dele até que os dois começaram a gemer juntos. Gisa avisou que ia gozar e BE sentou abraçando ela e chupando os seios dela, Gisa pegava o rosto dele e beijava chupando também sua boca. BE enfiava os dedos juntos com seu pau no cuzinho dela até que gozou também. Os dois ficaram se beijando ainda por uma meia hora. Gisa saiu do quarto dele e me viu parado na porta.

Me deu um beijinho na boca e no meu ouvido me chamou para o quarto dizendo " agora eu quero um banho de lingua e se tú quizer gozar de novo, fique a vontade. Se quizer comer o que sobrou, também pode. Agora eu já fiz tudo o que eu queria fazer. Gozei, chupei, tomei leitinho, dei meu cuzinho pra gozar, to toda arregaçada e bem fodida. Pode fazer o que tú quizer comigo tá, meu corninho particular".

Fomos pro quarto e já era 4h da madrugada. Chupei, beijei e comí essa PUTA DA ZONA em quem minha esposa se transformou. Ela nem sentiu nada e acabou dormindo comigo em cima dela.

Quando terminei ela me beijou deu boa noite e virou aquela bunda gostosa pro meu lado. Pegou meu braço e passou por cima dela para que eu a abraçasse. E assim dormimos as outras 4 horas.

Pela manhã no café, BE estava com o pescoço todo chupado com ematomas e Gisa também tinha algumas marcas. Eu fingí que não ví nada, apesar de Gisa estar com uma businha decotada de alcinha e bermuda de ginástica pra mostrar o bundão pro BE.

Adorei esta noite.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Contos eroticos quero ver essas tetasconto erotico meu genro comeu meu rabo na marrahistorias eroticas fudendo a madrata crentenovinha deixou lamber sua xana contos heroticosvirei cadela contos gayscontos eroticos humilhadaContos Comendo A filha da amiganegao deu o cu contos gayum romance com minha maninha-contos:eroticoscasada recebe proposta indecente contoshomem deixar você anda mulher toda arreganhada tanto transarcontos personal acoxando a cavala na academiafiz a minha tia mijar na minha cara contos eroticoscontos eroticos baba violentadascontos inocênciacontos eróticos afim do papai contos de bichinha dando pra negaoContos erotico com equilina da minha patroacontos erotico, quatro travesti me estruparamcontos de sexo com mulheres menstruadasvideos dos cara que tem ho pau enorme arrebentando bucetas de branquinhascontoseróticos chupei os peito da mamãecontos eroticos fui comida pelo cara que conserta sapatosfui pego de calcinha pela minha irmavizinha conto realcontosponovo dando gostoso pro neto gosa dentroencoxadas socando com força reçenteas meninas brincaram com meu pau contoscontos eróticos chupei meu padrastomamae japonesa me bolinandocontos eroticos meu sogro e o meu cafetaorelatos de cheirando calcinhacontos arrombado no banheirocontos enfiei tudo a minha picona nele e ele reclamou muitocontos picantes comadre safadacontos eróticos orgias bicontos eróticos me obedece putinhacontos de incestos na madrugada ele se encaixou em mimassistir filme pornô mãe então você tá grande meladacontos eroticos titio na praiaconto gay carona rebolei calcinhainiciada como submissa contosacordei filho sugando meu paucontos eroticos gaycontos eróticos de gay comi o amigo do meu padrinhoconto érotico patroa loira fucionario negrocontos eroticos papai gozando na minha bocaComto erotico passando doce na pepeca pro auau lanbercontos gays amigos heteros bebadosmeu filho me encoxaram a noite bunduda,Eu homem casado fui cadela de cachorro contos eroticoscontos eróticos espiandoConto erotico no sitio casa de dois comodosconto erotico incesto sonifero filhacontos eroticos gay meu pai me comeuProfessora de shortinho partindo a bucetaConto erotico fazendo meu irmao vira um tranvestiJá botei ela para transar eu não vai botar o vídeo dela transando gemendo tácomi o irmao da minha mulherporno gay interracial com macaquinho gulosoconto de casada com descendente de japones que traiu com um bem dotadocontos eroticos d filhotes mando mulheresContos eróticos incesto teens tomando banho com meu paieu liberei minha esposacontos eroticos sou uma coroa casada e sou escrava de um novinhoChupando o peito da priminha gostosa:*mulher domadora de cavalos de pau duromeu policial gostoso chupou meus seios e grelinhoconto erotico fudi mimha mulher a noite inteiraConto erotico Calcinha da tia