Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

COMI A CUNHADINHA DO MEU IRMÃO

Vou narrar uma histária que me aconteceu a alguns anos atrás.

Meu irmão ia viajar com sua esposa e filhos, tinha idéia de ficar uns 19 dias fora de casa, como em nosso bairro existem muitos casos de furtos a casas vazias, ele me pediu antecipadamente para dormir lá enquanto ele estava fora, quando isso acontecia ele sempre liberava pra eu fazer uma farrinha, porém sempre pedia pra não zoar no seu quarto e no das crianças, eu sempre levava umas periguetes pra curtir uma piscininha e passar a tarde transando na água.

Como sempre acontecia, meu irmão me entregou uma cápia da chave de sua casa, acordei no sábado de manhã (meu irmão ja havia viajado) e fui direto para sua casa, ja levei uma mala com tudo o que eu precisaria para minhas "férias", como naquele dia eu tinha uma baladinha pra ir ja tava pensando em levar uma amiga para passar a noite comigo, naquela noite na balada não tava dando nada certo, e eu ja tava um pouco enjuriado e 1 da manhã ja tava afim de ir embora, peguei o carro e fui embora, pois sabia que não iria faltar oportunidades.

Cheguei na casa e logo vi que haviam lampadas acesas, até então achei normal, ele devia ter deixado de propásito, sai do carro sem fazer barulho abri porta em silencio, subi as escadas e ouvi um barulho vindo do banheiro, parecia a hidromassagem em funcionamento, apás um pequeno susto imaginei que talveszmeu irmão ou minha cunhada deviam ter deixado sem perceber um banho programado para aquele horário, não titubiei, fui no barzinho peguei uma garrafa vinho branco suave, e uma taça, fui até o quarto onde eu ficaria hospedado e tirei minha roupa, ficando peladão na casa, dei algumas goladas no vinho e fui aproveitar aquele banho, quando abro a porta do banheiro me deparo com a cunhada do meu irmão deitadona tomando um banho na hidro (o nome dela é Priscila, ela é loira dos olhos verdes, gatissima e muito simpatica, tem uma boca carnuda, implantou silicone a uns 2 anos, ta turbinada, e bunda dela nem se fala, é maravilhosa, com seus 20 anos da pra dizer que estava no auge de sua gostosura), ela gritou enfurecida pra eu sair, mas eu tentei explicar que estava ali a pedido do meu irmão, sá depois de alguns segundo reparei que eu estava pelado e de pau duro, sai do banheiro coloquei minha roupa e fiquei do lado de fora esperando ela sair pra pedir desculpas e me explicar, uns 5 minutos depois ouço meu nome, era ela pedindo pra eu pegar sua roupa e toalhas, que haviam ficado em um dos quartos, peguei ela se trocou e me pediu desculpa pelo escandalo, disse que se soubesse que era eu não ia gritar tanto, apás conversarmos entendemos a situação, minha cunhada havia pedido pra ela ficar lá, porque não sabia que meu irmão ja havia pedido pra mim, mas tudo bem, ofereci vinho a ela e disse que então iria embora, e caso ela precisasse de alguma coisa me chamasse, ela pediu pra eu ficar pelo menos naquela noite, pois eu havia a assustado, disse que tudo bem, mas que pelo menos iria tomar um banho, ela então sugeriu a hidro, que ainda estava com a espuma do banho dela, fui ao quarto e voltei de sunga, pois assim poderia ficar a vontade perto dela e tomar meu banho com a porta aberta, ela pediu pra ficar dentro do banheiro conversando comigo, pois não queria ficar sozinha, eu concordei e entrei na hidro, ela pegou um banco e ficou conversando enquanto eu me banhava, senti alguma coisa no meu pé, peguei e era uma calcinha que ela havia deixado na banheira (era uma fio dental vermelho, aqueles que tem típo uma bolinha de pelo de coelho no rabo), ela ficou vermelha e tomou da minha mão rapidamente, eu logo comecei a brincar com ela, dizendo que aquilo ali não ia encoder nem 1% de sua bunda, ela ficou sem graça e deu uma risadinha, a essa altura do campeonato meu pau estava dura que nem pedra, eu ja havia baixado a sunga e fazia leve movimento de punheta, derrepente sem me avisar ela sai do banheiro e volta sá de calcinha e sutiã enrolada em uma tolha(me disse que não tinha biquine), pediu pra eu fechar os olhos enquanto ela entrava na banheira e se cobria de espuma, o que ela não sabia é que eu nesse momento ja estava peladão tentando achar minha sunga, derrepente ela pega na mão e diz, é isso que esta procurando? na hora eu me perdi e fiquei sem graça, mas como não dava pra ver nada pedi pra ela não se preocupar e ficar numa boa, ela então disse que também queria ficar a vontade, tirou sua calcinha e sutiã e se cobriu com um pouco mais de espuma, aquilo ali eum sonho: eu pelado dentro de uma banheira com uma mulher tão gostosa também peladinha, pena que eu não podia fazer nada, afinal meu irmão me mataria se soubesse (pois sua cunhadinha tinha fama de santinha, virgenzinha), daquele momento em diante meu pau pulsava e esse pulsar me fazia ter a impressão de que eu estava sendo masturbado, e eu estava com o tesão a flor da pele, ela percebendo minha situação disse que se fosse pra eu me acalmar era melhor eu bater uma punheta, pois ela não ia dar pra mim de jeiro nenhum, eu concordei e comecei com movimento leves por baixo da espuma, ela pediu pra eu ficar em pé pois ela queria ver uma homem batendo punheta, eu então disse pra ela deixar eu ver ao menos seus seios pra eu gozar mais rapido, então ela saiu da banheira nuazinha e entro no chuveiro que fica ao lado, nessa hora eu fiz duas vezes o movimento vai e vem e gozei pra todo lado, ela me chamou pra entrar na chuveiro com ela, e pediu pra lavar suas costas, meu pau nem chegou a amolecer e ja estava pulsando denovo, eu passava o sabonete em suas costas e ficava olhando aquele rabo delicioso, de vez em quando descia um pouco mais do que devia (naquele momento eu ja sabia que ela ela estava no papo, mas apenas resolvi dar uma corda, pois imaginei que devia ser algum tipo de fantasia dela), eu esfreguei toda sua costa, e perguntei se ela ja havia se marturbado, ela negou, então sugeri que ela fizesse pois isso iria acalma-la, pois dessa vez era ela que estava subindo pelas paredes, ela disse nem imaginar como poderia sentir prazer em se tocar, eu então pedi permissão para mostrar como ela poderia fazer isso, ela aprovou então eu comecei a toca-la, ela estava molhadinha, sua bucetinha estava toda babadinha e o bico de seus seios estava durinhos, eu comecei com os dedos e logo baixei a sua frente pra chupala, ela então se entregou dizendo que eu podia fazer o que quizer com ela, eu chupei seus lindos seios, chupei sua maravilhosa buceta e como não podia faltar dei trato com a ligua em seu rosado cuzinho, ela ficou doida, não pude demorar muito na preliminar pois ja estava com o pau estourando, então taquei ela de quatro e taqueilhe a rola, sá embaixo do chuveiro gozamos uma 4 vezes cada um, naquela noite não dormimos e transamos mais umas 2 vezes pela casa, a Priscila me disse depois que ja havia pensado em dar pra mim, mas que não fazia porque não podia correr o risco de sua irmã descobrir, prometemos um ao outro segredo, e ela disse que sempre ia querer repetir a dose, no práximo conto vou falar do que aconteceu no outro dia, quando eu e Priscila combinamos de testarmos Vanessa amiga dela.

As gatinhas que gostarem dos meus contos, me add no msn, [email protected] quem sabe posso contar algum on line.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto erotico pedi e minha mulher fez massagem emminha bundacruzando coxasgostosacontos virei femea na republica gaywww.contos de gozadas na marracontos eróticos comendo ucontos eroticos amiga da minha mae velha coroa viuvaMe comerao quando eu era novinha conto pornocontos eroticos/estupro/gangbang/final de semana todoconto erótico reais eu e minha mae sua enpregada juntoContos coroas bicontos erotycos encochadas no metroeu era novinho ele mas velho e comeu meu cu eu nao tive como evitarxvideos preneditadowww.mulatanua.comcontos de coroa com novinhotraveati fudendo na cpzinha do apartamento no fruta pornoFudeer minha avoContos de gang bang com dotados novinhaa chamada cadela incestoporno doido filho comeno a sua mae baixinha peitudasobre lamber e chupar a vaginacontos eroticoscontos safados purezamenina sega do trabalho e vai tranza com a amigawww.ver contos eroticos de professoras gostosas ruivas de 20 ate 30 anos tranzando com seu alunos de 16 a 19 anos de idadecontoseróticos, chantageadacuzinho apertadinho da mae contos eroticoscontos eroticos batendo punheta olhando pro cuzinho do nemino pintelhos na transparencia das cuequinhascontos eroticos velho pauzudoFotos erótico padratos e entiadavideos porno sobrinha precisando de dinheiro da para o tiocontos o amigo do filho me errabou no tanque lavando roupacomi o cu do meu irmao e da minha irma brincando de pique esconde contosContos eròticos teens incesto pai e filho novinhos curiosohetero dando a bunda contoContos eroticos minha esposa e a estagiariacontos minha tia viuva sua amiguinhacontos eroticos putinha famíliafui ensinar a sobringa dirigir ea fudiContos erotico ubatuba telcontos porno professora e a tiaComto erotico passando doce na pepeca pro auau lanbercontos eróticos de mulheres casadas tirando a virgindade da sobrinha bucetudaconto gay vendedorporno quando o home empura o cacete no egua ela gozaContos eroticos esposa dando sem sabero tempo em que ele para e diz"essa buceta é minha"contos eroticos de pau gigante arregassando bucetachantagem com irma contoscontos eróticos de professoras gostosas transando gostosodetalhes como fui estupradoconto de sogra dando para genroconto erotico eu era virgem mas o pau erafinoconto erotico na funerariasexo com sadan Cao contosContos eróticos de mamãe ensinada a filha ser putacontos eróticos bucetas pequeninasmassagem nos pés amigo hetero contos eróticosamigao raspando a os pelos da buceta da minha mulher conto e videoconto erotico o soldado arrombou minha bucetaroupa de couro esposa contosegua.ficou com a buceta meladaminha esposa meteno com outro q delicia Contos eroticos... Cunhada usando um vestidinho curtocontos eroticos ninfeta aventureiracontos de no dedinho do padrinhoContos eróticos de viados que berraram nas rolasContos eroticos estupradacantos eroticos muitapica no meu cucontos estava louco pra dar o cu acabei dandoandei com a cara gozada na ruaNo motel minha sobrinha ela chupou meu pau eu chupei sua buceta e fudi ela contos eroticos relato casada dandocu em fesTia de xana peluda e sobrinho metendo conto erotico