Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

SEXO SELVAGEM DE VERDADE COM UMA CRIATURA

Gente, não vou contar todos os detalhes desta historia porque é muito grande. Tenho 28 anos sou versátil, curto mulheres e homens mas meus colegas nem sonham em saber, sou policial civil e estou na policia desde os 21... todo o tipo de pessoas mortas eu já vi, alguns rapazes mortos eu até já senti algo quando o corpo ainda está em perfeito estado, mas sá senti, nunca fiz nada,eu nunca tive medo da morte! Essas coisas de monstros, fantasmas eu não acreditava até uma certa data!. Em 1998 eu fui para Minas Gerais com minha família passar uns dias de férias na cidade de Carangola no bairro chamado (Pimenta) e sabe como é que é, rapaz novo, com dinheiro, da cidade grande! Já arrumei uma garota para ficar, mesmo não curtindo tanto. Então todas as noites, íamos para igreja e de lá para qualquer outro local falar de música, beber e depois eu a deixava na sua casa, ela tinha peitinhos apontados para cima, as vezes me deixava de pau duro até, mas eu queria mais. Certa noite, que não era noite de lua cheia, e já era umas 3:00h da manhã quando eu a deixei em casa. Me despedi, e fui andando para casa dos meus primos (Yuri e Fernando), uns três km á frente e eu ia tranquilo porque até este dia não tinha medo de nada que viesse do sobrenatural como fantasmas, monstros e coisa do tipo, achava tudo isso uma grande besteira de gente encalhada que vive criando estárias pra compensar a falta de foda.(mas sempre andei armado) E quando cheguei em um local, uma estrada que de um lado era um milharal e do outro um canavial, eu me sentia livre, senti um vento fresco, uma vontade louca de fazer algo naquele deserto me tomou, eu era livre ali e senti uma vontade louca de bater uma em intensão de Yuri no meio da rua, foi quando escutei uns barulho de mato quebrando e uns rosnados como de cachorro ou de porco!levei um susto por que foi de repente! e senti que era um bicho grande pelo barulho, mas nunca pensei que iria ver aquilo...e o barulho começou a ficar mais forte e alto vindo do lado do milharal, confesso que nessa hora fiquei com medo e então subi rápido numa arvore ao lado, ao mesmo tempo eu me sentia uma mulher prestes a ser atacada, uma coisa confusa: tesão, medo e volúpia.Foi quando eu vi a figura mais horrenda do mundo que saiu do meio do milharal. uma besta fera? Um demônio? Um lobisomem? não sei o que era mas era horrível. Tinha as orelhas enormes grandes mesmo, olhos amarelos um focinho esticado as patas dianteiras pequenas e os pés de trás enormes e parecia que tinha dois joelhos sei lá o que era aquilo! E o corpo, partes tinha muito pelo e outras pouco. Tinha também unhas pretas e grandes, e as mãos desproporcionais para o resto do corpo. Em primeiro lance pensei que era um cachorro e prestando atenção vi que não era! E o bicho começou a fazer barulhos e gestos violentos, de repente não consegui deter a minha curiosidade, mesmo sentindo que aquele bicho iria saber de alguma forma que eu estava olhando, eu o olhei de novo e fiquei chocado, o membro dele era enorme, descomunal, acho que tinha uns 40 CMs, era peludo, meio mole meio duro, eu até pensei que era um rabo, mas não era pois estava na frente. Meu lado mulher então tomou conta de mim, aquele pé peludo, mesmo que monstruoso tinha contornos másculos e me atraia muito, era algo inexplicável, comecei a me arranhar todo de tesão, joguei minha camiseta no chão, agarrava aquela arvore na qual eu me escondi como quem agarrasse um homem.



Nisso, caiu um graveto da arvore que eu estava, a criatura me viu e veio ao meu encontro andando com passos pesados e olhar diabálico, como um cão que fosse me atacar, eu me arrependim fiquei com medo, gritei muito mas ninguem escutava, até que então ele me agarrou e me bateu contra a arvore, bati minha testa e saiu sangue, quando ele me agarrou, senti um calor gostoso, um calor de macho dominador, ele me agarrou por tras, então senti aquele pau enorme roçar em mim, fiquei possuída, eu me fazia de dificel mas gostava, ele me machucava, babava em mim, me arranhava mas eu sentia que era um amor animal, afinal se ele quisesse me matar, o teria feito.



Então ele rasgou as minhas calças, me modeu com uma boca quente, eu gritava de prazer e ele me enviou aquele mastro, eu gritei muito e ele rosnava descontroladamente, eu batia na arvore de tanto tesão, comecei a perder o controle, aquele clima de desrespeito físico e animalesco me excitou como nunca, quanto mais ele me batia, mais eu rebolava e reagia feito uma menina mal criada, ate que então ele enfiou o dedo dele na minha boca e eu mordi, em resposta ele socou meu cu muito forte e eu vi estrelas, foi quando eu apoiei meu pé no joelho dele, e ele, como todo animal, ia num vai e vem frenético, eu sentia o bafo dele no meu pescoço e gostava muito, ate que eu abracei a arvore como se fosse uma mulher e ele me socou a pica mais forte ainda enquanto me apertava o pescoço, parecia que ele queria me matar e me fecundar, a arvore grande começou a balançar muito, balançava cada vez mais, eu gemia feito uma mulherzinha sem marido e ele aumentava os rosnados e uivos dele, minha boca tava ardendo de tanto tesão, meus olhos e testas super quentes, até que então ele uivou diabolicamente que eu pensei que ele iria me matar, mas não, em segundos minhas costas, minha bunda, minhas pernas estavam repletas de uma quantidade espantosa de porra, ele me lavou de porra quente, não era humano aquilo, era muito esperma mesmo, eu tava sangrando e todo sujo de porra, a criatura sumiu no mato e me deixou ali, como um cafageste que come a fêmea e some. Eu estava assustado e acabado, minhas roupas estavam rasgadas, sujas de sangue e super molhadas de porra, eu me senti uma mulher vitoriosa, mesmo sem aquele lobisomem estuprador por perto, eu comecei a sugar todo o esperma que estava na minha camisa. Foi tudo na minha vida, ninguem faz melhor que aquele lobisomem jumento!

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


foi buscar a cunhada para a festa e meteu gostoso nelaContos erotico ferias quentes cinco o retorno do titio pegadorcontos crossdresser minha mae me fez meninacontos eroticos crente coroa peidando no pauchupando seios contos pornocontos adoro dar minha bundinhacontos eroticos zoofilia tava bebada e deichei meu cachorro me comercontos eroticos de incesto: manha mae me ensino a Transar 2conto esposa cabeluda de óculos liberada contos heroticos viuvascontos eroticos homem barbudo e peludo fudendo bucetacontos eroticos maninha com os peutos cheios de leite pediu e eu fiz massagemcontos eroticos meu padastro mim estropo no onibustravesti Juliana de primo metendoconto erotico mulher branca vivia acorrentada como cadelacontos eroticos convenceu sua mulher a da abuseta para seu sogro com fotosconto erotico traveco e casalcontos eroticos minha esposa sonhava em dar pra um cavalo e ela conceguiuconto erotico irmaos ensinando amaninhaenrabada na frente do meu marido/contosos bêbados mais lindas gostosas de todos os tempos pelados mostrando o pauContos eròticos teens incesto pai e filho novinhos curiosotrans bunduda deixou marido rebolando contocontos eroticos deixei a sapatao chupa minha buceta e meu cuviolentadacontosbucetao arombada de adivogada conto eroticominha mulher para transar logo Ricardo que eu quero vercontos comi a irma gravida gostosa rabuda peludaconto erotico eu peguei meu pai comendo cu da emprega na marracontoseroticosdecalcinhadormindo ao lado conto eróticoninfeta beijando peitoral de travestifotos e vidio e contos eroticos estava sucegado em casa quando minha irmã começou a me procarcontos erotico fui concertar s torneira da vizinhaconto gay fudeu e filmouConto erotico sogro estuprando nora e gozando dentrodividindo a enteada teen com o filhomandou fotos nua e recebeu chantagempornodoidonaocontos coroas primas do interiorbianca casada dando a bunda ea buceta contos eroticoscontos pornos pesados de arrombamento anal de novinhos a forcacavalo mangalar goza na boca da coroa resen separadacontos eróticos de mulheres casadas tirando a virgindade da sobrinha bucetudaconto gay sendo estuprado em que a dor é maior que o prazercontos d mulheres q fodem cm pedreiros d piroca grandecomendo agostoza da irpregada iu marido ligandocontos eroticos tia tucaContoseroticosenganadoBuceta de daniviaCasada leva marido bebado e o sogro fode a gostosa contoporno amador em festinhasparticularesSe masturbando conto com fotocontos eroticos bissexual casado fui na chácara e transei com o caseiro do vizinhocontos eroticos gay ficticioscomedo tudo que e tipo de putinhas e putinhoshomem chupa b***** depois coloca rola dentro da b***** e Adeleconto eróticos sadomasoquista meu dono me deixou amaaradaContos eroticos novinha virgem sendo arrebentada pela mulecadascontos eroticos eu e a minha filha somos putameu aluno bate punheta olhando minha bundaContos eroticos raspando cu do vizinho gueimeu sobrinho jumento contosMeu patrao coroa ele me fudeu na sua lancha conto eroticovidio porno meu.amartes.mim pegou de geitofiz ammor com minha irmaConto o dei o cu por curiosidadever todosos fiumi di muller sendo aregasada por jumentocontos eroticos seduzi uma mulher e roubei elacontos eróticos de mulheres do b****** grandecontos eróticos dois garotos em dupla com novinha Comtos namorado ve namorada ser fodida pelo irmao delavidios novinhas dos mamilps diros pontudoscontos esposa nua frente familiafiquei excitada e dei para um mendigoconto erotico minha mae me fazchupa -laEu Bêbado e Ela Se Aproveitou Contos Eróticosconto ela topou me trairbucetinha esposa ccbEliana vai almoçar com Maísa fode fode vai fode fode fode meu c*conto erotico chefe do meu marido me bolino por de baixo da mezaencoxando minha filha na viagemmenino de treze anos gostoso bundinha e cuzinho jeitoso contos eroticoscontos eróticos de gay comi o amigo do meu padrinhocontos eróticos de bebados e drogados gayscontos eroticos glaucia cdwww.contopadrinho.comcontos de incestos mae puta e filho espertoeu corno de putacontos perdi minha esposaManinho me arrombou gostosocontos eróticos comendo a coroa caipira