Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

JOHNNY E CINTIA - PRIMEIRA VEZ

Primeiro dia.
Saíram do Rio na sexta a noitinha em três carros.No primeiro estavam o pai de Cintia dirigindo,a mãe ao seu lado e no banco de traz Johnny, Cintia e sua Irma Maria.Maria tinha 33 anos,era casada e sem filhos.Ruiva dos cabelos lisos e cumpridos e pele muito clara,usava um vestido estampado com a cintura bem marcada que deixava ver o corpo magro e muito bem torneado.Claro que uma beleza assim não passou despercebida pelo nosso herái.A viajem seguia tranquila com o silencio sendo quebrado vez por outra pelos comentários de transito do pai das garotas.Foi quando Cintia resolveu quebrar a monotonia.Usando a desculpa do frio causado pelo ar condicionado colocou uma manta sobre ela e o namorado e resolveu começar a ação.Sentado entre as duas garotas Johnny rapidamente percebeu o recado da namorada e discretamente,mas não sem propositalmente deixar Maria perceber,colocou o pau para fora da bermuda.Cintia recostou a cabeça no ombro do namorado e enquanto beijava seu pescoço deixou sua mão escorregar delicadamente por baixo da manta ate o mastro duro do namorado. Sentia aquele cacete duro preencher toda a sua mão e começou bem devagarzinho a punhetar o namorado tomando cuidado para que a Irma do outro lado não percebesse.Johnny por sua vez escorregou a mão pelas costas da namorada e com algum esforço rapidamente conseguiu chegar a sua bundinha .Enquanto sentia as mãozinhas finas da garota tentando envolver seu pau,as suas grandes apertavam firme a macia bunda de Cintia.Forçou um pouco mais a mão e chegou a bucetinha da garota.Era pequena e lisinha.Encaixou firme a mão como se quizesse levantar a garota.Cintia já estava molhada.e nesse momento já sentia as mãozinhas dela apertando mais forte seu cacete.O tesão já começava a lhe fugir ao controle mas antes disso percebeu Maria ao seu lado.Ela estava com a cabeça recostada no vidro e apesar do escuro da noite dentro do carro Johnny percebeu que estava acordada,na verdade fingia dormir.Abriu suas pernas de forma q pudesse encostar na de Maria e com um movimento discreto mas certeiro descobriu um pouco a manta,o suficiente para que Maria pudesse ver a sombra de seu belo cacetão engolindo a mão de sua irmazinha.Maria num primeiro momento ao sentir a perna ao lado forçando sobre a sua teve o impulso de retrair mas não o fez..Johnny começou a forçar seu polegar no cuzinho de Cintia enquanto que o resto da mão acariciava sua pererequinha molhada.A garota agora estava já em êxtase com a boca percorrendo loucamente o pescoço e a orelha de Johnny.Pediu sussurrando para que não enfiasse o dedo no que não foi atendida. _ Não Johnny eu vou fazer barulho _suplicou com a língua dentro de sua orelha.Johnny olhou para Maria e viu que ela já consentia no sarro entre suas pernas.Esticou a perna de forma que podia colocar sua perna um pouco a baixo da dela e puxou a perna da cunhada para cima da dele, e antes que ela pudesse reagir deslizou sua mão pela perna dela chegando a sua calcinha.Com o movimento seu vestido levantou e a pesar da noite pode ver as pernas lindas e clarinhas da cunhadinha.Maria segurava com força tentando tirar a mão de Johnny do meio de suas pernas enquanto as apertava para que o garoto não chegasse ao seu objetivo.Para sorte ou azar de Maria as luzes da chegada da cidade começaram a clarear o carro e os três tiveram que se recompor rapidamente.
Logo na chegada Johnny pode perceber o quanto o sitio era grande e bonito e apesar da euforia da chegada dos três carros com todos da família o cansaço de fim de ano fez com que fossem direto para seus quartos descansar.Cada casal em seu quarto,apenas Maria ficou em um quarto sozinha pois o marido em viajem de negácios ao exterior não pode acompanha-la. Johnny e Cintia ficaram no quarto ao lado do de Maria.Mal entraram no quarto e a garota pulou nos braços de Johnny a fim de terminarem o que começaram no carro.Johnny jogou Cintia na cama e foi logo levantando sua blusa e chupando seus peitinhos.Alternava entre coloca-los inteiro na boca e passar a língua firme no seu biquinho.De uma sá vez tirou seu short e calcinha e se levantou do colo da namorada para admirar a visão que se oferecia.A garota era realmente linda,magrinha, moreninha a marquinha de biquíni,a bucetinha lisinha e gordinha,quase não se dava para ver os lábios.Abriu as pernas dela para poder apreciar melhor,era perfeita,rosada e muito pequena.Por um momento chegou a pensar se ela não iria aguentar .Começou a beijar sua barriguinha e rapidamente escorregou a língua para entre as suas pernas.Com os dedos abriu levemente aquela entradinha afim de achar seu clitáris.Era um pontinho vermelho,duro de tanto tesão.Johnny abocanhou de uma sá vez toda a bucetinha deixando que sua língua pressionasse o grelhinho da namorada.Foi suficiente para que Cintia gozasse a primeira vez.
_ Já – disse Johnny
Cintia sorriu.
_ Quero ver seu pau - disse.
Johnny se aproximou de joelhos da cabeça da garota e abriu os botões da bermuda.Cintia ainda deitada de costas puxou sua bermuda pra baixo fazendo com que o falo salta-se de uma sá vez.e de tão tesado fosse de encontro a seu umbigo.
_Nossa agora ta parecendo maior que no carro - disse dando um leve sorriso enquanto Johnny acariciava de leve o bico de seus peitinhos.
_ Quero que você faça de tudo comigo.
_ Tudo – perguntou ele já se inclinando com o pau em direção ao rosto dela.
_ Com carinho -respondeu já sentindo a glande do namorado esfregando bem de leve em seu rosto.Abriu a boca,estava louca para sentir seu gosto.Johnny passava o pau por todo seu rosto,levava na boca mas não colocava,descia e esfregava a cabeça nos peitinhos.
_O que você quer fazer
_ Você sabe
_Sei não, me fala
_Quero chupar seu cacete
Johnny então se deitou de costas puxando a namorada pra cima dele.A garota não perdeu tempo e segurando o pau com uma das mãos foi logo tratando de colocá-lo na boca.A visão de Johnny era maravilhosa ali deitado olhando sua linda moreninha de olhinhos fechados tentando colocar o maximo possível de seu pau na boca.Cintia então começou a chupar devagar,sá a cabeça,estava maravilhada.
_Vem aqui senão eu vou acabar gozando.
Johnny colocou a garota deitada de costas,pegou um travesseiro e colocou por baixo dos seus quadris.Era ate covardia,pensou.De joelhos começou a esfregar de leve seu pau na bucetinha de Cintia.Batia com ele no grelhinho e ameaçava colocar,Cintia se contorcia.Se inclinou em direção a ela e de uma sá vez,sem violência mas firme deixou que se pau penetrasse bem fundo na buceta da garota.Cintia gritou.Sentiu as unhas da namorada lhe cravando as costas e puxou sua cabeça de encontro ao peito tentando sufocar o barulho que a namorada aquela altura fazia.Metia devagar mas fundo.Sentia o pau percorrer todo aquele buraquinho apertado e muito molhado.Colocou toda a língua na boca da namorada que de pronto a chupava enquanto gemia ao mesmo tempo.Agora seus movimentos já não eram mais devagar.Estocava sem pena a garota.
_Vou gozar.Quero gozar no seu rosto.Quero gozar na sua boca - disse uma segunda vez sem obter resposta.
Cintia não respondia,não tinha forças aquela altura.Apenas gemia de prazer.Johnny pressentindo o gozo tirou o pau levando em direção a boca da garota.Nem deu tempo,o primeiro esguicho foi nos seios depois no rosto,cabelo e sá então conseguiu terminar todo o gozo na sua boquinha.Cintia engoliu,estava num misto de assustada e satisfeita.A bucetinha arrombada ainda sentia a dor da penetração,era como se ele ainda estivesse dentro dela.Ainda sentiu um ultimo tremor quando ele beijou seus seios.Ela dormiu.
Este conto e parte da coletania SEIS DIAS NA SERRA.
no Blog TARA DOS CONTOS

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


deu o c* não aguentou o cilindroconto eroticos minha mae o pedreirominha tia e puta contocontos eróticos incesto dormir chantagemconto erotico mendiga carentecontos eroticos levando dedada do vovoContos.eroticos.enfiando.cu.da.maezueiras mais gostosas e fogosas da bunda grande e pernas grossasmulher batend sirica at espirarticos bem greludosnegao preenchendo todo o espaço na nuca tá da novinhaporno comtos corno vendo cu da mulher depois que negao arombouContos eroticos submisso amarrado engravideiminha cunhada tinha coriosidade sobre o meu pau se enprecionouporteiro fode esposa corno conto o mineirinho que me cativou 2contos eroticos sou coroa viuva e dei minha buceta pra um muleque roludoquero ver travesti transando no abdômenaudios da minha safada gozandoescravo conta como leva sua dona ao gozo com a língua na bucetacontos eróticos incesto dormir chantagempassei a calcinha contos eróticosconto erotico travesti namorando vizinhosou uma putinha gostosa da familiachupando rola ate goza e dando a bucetacontos eroticosprofessora novinha e senha resolvi dar o c******Contos porno minha noiva bebadaFui arrombadacontos de casa de swingmenina sapeca danada enganou todos contos eroticoscontos eroticos minha sogra me deu uma canseiracomi a filhinha conto eróticocontos eroticos comendo o preciosocontos de mulheres que tomaram ativador sexualcontos sexo meu marido rebolou na pistolaconto erótico duas rolar na velhaeu confesso caso de incestoconto erotico desconfiei de minha esposasou putinha mesmocontos meu marido ajudou amigo dele me comereu, meu marido e uma trans linda contogeovana tira a calcinha e da a bucetasandra trasano com amigo na casa deleMeninas mamando no swing contoseroticosContos sogra fio dentalcontos eroticos gay eu sendo arrombado por dois amigos negros do caralhão grossocontos erótico me rasgaram mo acampamentocontos ajudando minha mae peituda na faxinacontos patrao chantageia funcionário pra comer a mulher gostosa do funcionáriowww contos eroticos de incestos como minha mae e minha irmacontos eroticos sou casada sobrinho prediletocontos eroticos de incesto com filhinho viadinho com a mamãeComtos namorada fodida para pagar dividas do namoradocomeu a tia da bunda grande contodescobrindo que o primo gosta de rolavideo porno de megao conedo a maemuitus contus estupro na favelaContos de ninfetas sem calcinhaxvideo ai sim anaconda toda dentrocontos eroticos traiçaoconto erótico de primo cdzinhaconto erotico arrombei o travesti do baile funkContos eroticos de homem que estava batendo punheta no trem na frente de todo mundo semvergonhaFui vendida como escrava sexual para um negaocontos eróticos de virgens perdendo o cabaço a forçasobrinho punheta contoconto eonico de sexo analconto erotico estuprada de biquínichupei minha netinha contos eróticoscontos eróticos apanhado chorei muito e fiqueicom a buceta toda vermelhacontos eroticos virei puta de travecoBundinhas rrebolando no pauEDNA safada de são paulo Tia gostosa de vestido curto decostas sobrinho agara ela pra comercontos de filhos chera causinhascontos eroticos gordaContos eróticos de mamãe ensinada a filha ser putaEstourei o cu da crente na viagem contosMetendo na perereca da maninhacontos eróticos de genrocontos eroticos realizei meu sonho comi minha cunhada novinhaconto comi o cu da minhamaefui enrabado pe lo o yravesti na baladacontos de inxesto como o meu marido não me notava então eu fiquei dando mole para o meu irmão para ver o que ia acontecerMeu sogro meseduziu contomocinha fas sexo com marido esposa ve maridodano cubuceta na praia toninhas