Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

CORNO: CONTO REAL

Exibir detalhes rn Fwd: Oi ! rnDe:ferb0309 rn Escrever Adicionar Bate-papoPara:[email protected] rn Escrever Adicionar Bate-papoAssunto:Fwd: Oi ! Data:16082012 10:27 rnPara sua segurança, imagens externas neste e-mail não são exibidas automaticamente. rnMostrar imagens deste e-mail | Sempre mostrar as imagensrnAs imagens externas estão sendo exibidas. Não mostrar as imagensrnrnNão mostrar mais esta mensagemCancelar Continuar rnrnrnrnrn--------------------------------------------------------------------------------rnrnMensagem originalrnDe: wa.jardim < [email protected] >rnPara: [email protected]: Oi !rnEnviada: 11082012 11:24rnrnrnrnOlá amigos ! O que vou contar pra vcs aconteceu de verdade.rnrnEu tenho39 anos, sou loiro de olhos azuis, faço academia, 79 k, minha mulher Teresa tem 37 anos, morena clara, seios médios, coxas grossas, pois pratica pilates, uma bunda deliciosa e uma buceta sempre raspadinha. Pra ser sincero eu gosto que ela vista roupas provocantes e se exiba para os outros homens, qdo ela vai pra academia, usa aquelas calças justas que marcam a sua bela bunda e tb a sua buceta fazendo ela aparecer maior ainda, eu a levo de carro e deixo ela sempre na esquina, pois vou pra outra academia, fico olhando ela atravessar a rua, com o corpo bem marcado pela roupa chama muito a atenção, eu falo isso pra ela e ela gosta. A gente sempre bebe um pouco antes de nossas transas, pra ficar e deixar ela um pouco mais solta, e eu fico perguntando e incentivando ela falar dos seus outros namorados de qdo era solteira dos amassos que eles davam, e demonstro pra ela que eu fico com o maior tesão qdo ela me conta. Como ela casou comigo virgem e teve poucos namorad os o que mais marcou foi um de nome Fernando, que ela dizia que ele era muito safado e que qdo eles se amassavam, ele pedia pra ela ir de mini saia e ela atendia ( safada também ), então ele baixava a calcinha dela, fazia ela pegar no pau dele e bater uma punheta erncolocava o pau nas coxas dela, esfregava e gozava muito nas coxas e na bucetinha virgem dela, ai ela mesmo sem limpar a porra ( pois era aqueles amassos a pé nos cantinhos do bairro ) colocava a calcinha e chegando em casa fazia questão de dormir esporreada e se masturbava pensando no cacete dele. Até que eles se separaram e cada um foi para o seu lado, e ela acabou casando comigo e eles não se viram mais, até pouco tempo. Depois de mais de 19 anos, nás já tenhamos dois filhos, o apartamento ficou pequeno e encontramos um outro átimo do outro lado da cidade, depois de alguns dias que mudamos, vi que o Fernando tinha uma peuqena empresa de paineis elétricos bem perto de onde estavamos morando ( eu j á tinha visto ele nos tempos de solteiro ) ele tinha mudado, não muito, apenas ficado mais velho um pouco hj com 42 anos, mas bem apeiçoado. Um dia parei em frente da oficina como querendo uma informação e ai na conversa eu falei - Eu acho que te conheço, e ele tb disse a mesma coisa, ai a conversa já virou pro campo da amizade, ele me chamou pra tomarmos uma cerveja no sabado a tarde que eles sempre faziam umpequeno churrasquinho por lá. mas ele sabia eu tinha casado com a Teresa. Não falei nada pra ela, mas qdo saímos de carro comecei a passar em frente da oficina, até nque ela o viu e virou até o pescoço pra tras pra olhar pra ele, e eu fiquei na minha. No sabado a tarde dei uma passadinha na oficina como quem não quer nada, e ele já tinha bebido bastante, alias ele gosta muito de cerveja, conversamos nos dois animados, qdo tomei coragem e falei pra ele da Teresa, falei que ela tinha me contado tudo o que eles fizeram qdo eram solteiros e namoravam, ele m e perguntou - Tudo mesmo ?, Eu disse eu acho que sim, mas não se preocupe isso é coisa de namoradinhos, mas ela nunca esqueceu e não há nada demais nisso. Continuei - Pra te provar vou te convidar pra nos irmos uma noite dessas em um barzinho comermos um lancha e bebermos alguma coisa, assim vcs podem se ver e quem sabe recordar os bons tempos - falei isso e ele deu uma risadinha de safado e me disse - Tudo bem, não vejo a hora. Bem chegando em casa já fui agarrando a minha mulher e levando ela para o quarto - ela falou - nossa o que acontecenceu que vc chegou assim, então eu contei a ela aonde fui e conversa que tivemos, pensei que ela iria achar ruim mas não, ficou toda entusiamada e metemos gostoso e nosso assunto na cama foi esse, eu perguntava se ela gostava de ter sido esporreada por ele e ela dizia que sim. Ai eu pedia e ela me contava em detalhes e eu disse a ela que queria ver ela dando pra ele, chupando o pau dele e tudo mais ela me beija va com força e m e dizia, mas ai vc vai ser meu corninho - nossa quase explodi de tesão. Liguei pra ele e marcamos de sairmos no sabado. Naquela semana metemos gostoso várias vezes planejando nosso encontro com o ex de minha mulher e eu percebia que ela ficava com o maior tesão. Chegou o dia ela foi no cabelereiro e depois se depilou todinha dicando com a buceta lisinha do jeito que eu gosto, colocou um vestido curto, quase um palmo acima do joelho, não era escandaloso enquanto ela estava de pé, um sutiã branco bonito e uma calcinha fio dental tambem branca e salto alto. Fomos busca-lo, e qdo se viram depois de tanto tempo trocaram beijinhos no rosto, se abraçaram na maior intimidade e felizes, Escolhemos um barzinho aconchegante, com musica ao vivo e discretamente iluminado, bebemos bastante cerveja e caipirinhas, qdo todo mundo já estava meio alto, principalmente ela que é mais fraca pra beber, ele foi até o banheiro, e eu descaradamente erqui o vestido dela que sentada já estava bem curto, ficou bem curtinho e eu falei pra ela, mostra a calcinha pra ele, ele vai adorar e eu tb, e la falou - vc é doido, mas qdo ele chegou ela afastou um pouco a cadeira e começou a cruzar e descruzar as pernas mostrando a calcinha pra ele e sua belas coxas, acho que outras pessoas tb viram, eu fiquei louco de tesão, porque ele olhava a calcinha da minha mulher na cara dura, sem desviar o olhar. E qdo percebi que nos tres não estavamos aguentando mais de tanto tesão eu convidei eles pra irmos terminarmos a bebida em casa, pis ja estava subindo demais e não era bom piorar e dirigir depois, mas do que de depressas eles concordaram e fomos pra casa. Lá chegando sentamos no sofá e ela foi buscar mais cerveja pra nás, voltou, sentou no sofá menor na nossa frente e deu aquela cruzada de pernas, mostrando novamente a calcinha ( acho que ela gostou de se exibir), ai eu não aguentei e fui pra cima dela e comecei a beija-lá e passar a mão nas suas coxas e quando passeia a mão na buceta dela por cima da calcinha ela estava toda molhadinha de tesão, erqui a saia dela e me esfreguei por cima e comecei a tirar o seu vestido e ela não se importava mais com nada, ai eu falei pra ela - agora vc vai realizar o meu e o seu sonho e dar pra nás dois. O Fernando já tinha tirado o pau pra fora e batia uma punheta, eu fiz sinal pra ele vir junto. Ele já chegou, beijou minha mulher na boca, passou a mão nos seios dela e desceu até sua bucetinha e falou pra ela que estava morrendo de saudade. Em seguida eu tirei o vestido da minha mulher, o sutiã e ela ficou sá com aquela calcinha fio dental, estava muito gostosa. Ele colocou o pau na boca e ela começou a chupar com força, bem gostoso, eu desci e comecei chupar a buceta dela, erguia os olhos e via minha mulher chupando o pau de outro homem, que delicia era aquilo, sá pra quem já fez isso é que sabe, ai ele tirou o pau da boca dela e foi chupar a buceta que estava meladinha, ela não aguentava e pedia - Ai Fernando mostra pro meu corninho o que vc fazia comigo, sá que agora me come gostoso na frente dele. Ele levantou apontou o pau pra buceta dela e enfiou de uma sá vez, ela gemeu e pediu mais e falava pra ele - mete, mete, me fode, goza na minha buceta que eu tb vou gozar. Realmente ele não aguentou e gozou forte enchendo a buceta da minha mulher de porra, eu vendo aquilo tb gozei nos seios dela atingindo um pouco o seu rosto. fivcamos parados até descansarmos um pouco, depois fomos os tres para o chuveiro. No caminho eu falei bem baixinho pra ela - não esquece de me chamar de corno - ela deu uma risadinha.rnNa banheira os dois entraram primeiro e começaram a se amassar, qdo o pau dele estava duro novamente ela me chamou e falou - vem meu corninho, chupa minha buceta eu fui e ela começou a chupar o pau do Fenando novamente, percebi que ainda havia porra em sua buceta ai é que eu chupei mais gostoso ainda pra deixar ela bem limpinha, enquanto ela chupava o pau dele ele dizia que ia gozar na boca dela e ela falava, goza, goza amor, então ele gozou na boca da minha mulher e e ela gozou na minha boca. Apás o banho normal (rsrsrsrs). Nás recompomos e voltamos para a sala, depois de um tempinho ele agradeceu, disse que foi maravilhoso e esperava voltar na práxima semana, eu falei - por mim tudo bem e ela tb disse que adoraria. Ele foi e nos dois ficamos, fomos beber mais uma cerveja e o fogo reacendeu em nás, e ela m perguntou se eu havia gostado e se era verdade que eu queria de novo, eu disse que sim, então ela disse que me amava muito e que se eu gostasse continuaria me chamando de corninho. Foi a melhor coisa que acointeceu na minha vida, ser corno com nos dois sabendo e compartilhando tudo juntos é átimo, esse conto eu posso garantir que é verdade e se vcs gostaram votem que eu escreverei a continuação. Peçam pra suas mulheres contarem o que elas faziam com seus ex namorados, inecentivem elas a usarem roupas provocantes e s exibirem, vai fazer bem pra elas e pra vcs. Não se esqueçam que toda mulher tem uma putinha dentro dela, é sá vcs saberem fazer como fazer, vai devagar mas insistam, primeiro nas roupas, passeio em cidades diferentes a assim por diante.rnmeu e-mail é " [email protected] " se quizerem me escrever falarei mais, e sempre a verdade. Abçsrnrn rnrnrnrn rnrnrnrnrnrnrnrnrnrnrnrnrn

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Contos eroticos dois macho chupando minhas tetasna frente a mamãe motel sábado padrastoContos punheta na massagem no penis do meninocontos duas putinhas chorando na varaxoxotao capusaotirei a virgindade do meu sobrinho roludo e minha bunda grandecontos eroticos tapou a bocacontos sexo pai chupa cona da filha cheia de porracontos eróticos comendo a minha filha caçula na viaencostou o cotuvelo no meu peito fiquei loca conto eroticoContos Eróticos. De Dona Vera Me Chamou Na Sua CasaContoseroticoscomsogrocontos erroticos deixei o cu da minha prima todo abertosou casada madura mas na chacara bati uma punheta pro visinhoContos gays estrupados na obracontos transando com a minha cunhada fernandaconto erotico cinema marido e mulhercontos eroticos de padrinhos com virgensquero ouvir as empregadas s****** fazendo faxina de shortinho de sainha curta s***** mostrando a b******** e bebacontos gay meu vizinho tirou meu cabaço vez eu virar viadonhoLingua na buceta contoscontos coroas barrigudoscache:GAEDmAeFVBUJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_18319_fodendo-gostoso-minha-paciente.html contos eroticosensinando o virgem de como meterfui passear vestido de putinha e os noiados me fuderam o cu conto gaycontos comi minha mae e o travesticontos eróticos arregaceicontos eróticos afro ménage conto erotico cuzinho virgemnamorada de calnsinha centou na picacontos : meu filho falou que minha buceta e bonitaTia de shortinho partindo a bucetasoxo com umanoivinhacontos sexo fiquei com bucetA molhada com meu genro na prAiacontos eroticos mae filho morando sozinhos na kit netZofilia Homem fodendo forte acadela ela chora sentido dorcontos eu era enrabada toda noite pelo taradoComtos mulher fodida pelo marido e o filhocontos eróticos chupei a b***** da éguaconto eróticos professor de biologiamulher da um grito cachorro éra soca pica cú da mulhercontos eclxado a tia de sainhaeu vi uma pica toda arregaçadawww.conto eu vi o pedreiro mijandoContos eroticos exibindo para o vizinhocontos porno deixei o negrinho comer o rabao da minha mulhercalcinhas usadas da minha tia contostrasano com entregado coroafnegao fode cu da cadela e gizaContos eróticos picantes-padrasto e sobrinhaFAMÍLIA LINDA CONTOS ERÓTICOSele me encoxando e eu rebolandocontos erótico me rasgaram mo acampamentocontos eroticos fio dental minusculoMenina sentada no meu colo conto eroticoDei calmante para a mulher gorda dormi e meti tudo contoTravest comedo tra estcontos bem sacana com peitudas e patraoConto dei o cu no cine repúblicaconto de sexo um garoto ficava esperado uma coroa passa na rua eu fico de pica duramarido demarleni ve ela transandoconto erotico enganei a bobinhatrai no cafe da manha contocontos virei femea na republica gaycontos eroticos gay comi o cu do pastormulher gozando a um metro de distansia e mijandoler contos eroticos incesto mae transa com filho e pai esta desconfiandoContos : namorada dando pra passareu minha esposa demos carona o cara era um pintudocontos tava batando uma derrepente minha prima me pegacontos eróticos incesto minha putinha dengosacontos eroticos "recatada"contos de incesto irmao mais novo