Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

DORMIR? QUE NADA!

Essa foi uma noite intensa e deliciosa em que eu e meu namorado estávamos pensando que simplesmente íamos dormir, mas, nossos corpos, como sempre, falam mais alto que qualquer cansaço e nos mostram como o toque mais ingenuo, por mais ingenuo que seja, dele em mim e meu nele, gera uma energia diferente, uma faísca capaz de ascender as luzes de uma cidade inteira. Os nossos corpos se pedem, se desejam, para além de nás mesmos, da nossa racionalização! É incrível, delicioso, quente, livre de pudores, romântico e INTENSO.rn Bem, eu sou uma mulher cheiinha, gordinha, fofinha... de seios fartos, quadril largo, cintura marcada, sem barriga, braços e pernas grossas, pele macia e morena, cor de chocolate ao leite e cheiro de morango (do meu hidratante), cabelos cacheados e muito negros na altura dos ombros, lábios carnudos e em forma de coração!rn Ele é um homem delicioso, conhecedor do corpo feminino, e das técnicas de massagem tântrica, moreno, pele clara e cabelos escuros, com olhos penetrantes, uma boca deliciosamente macia e bem contornada, dono de um corpo que eu diria normal, corpo de homem, o complemento perfeito pro meu!rn Essa historia é contada sob os dois pontos de vistas, escrita a duas mãos, as minhas e as dele, porque nás acreditamos que assim é mais real e mais gostoso.rnrn?rnrn Decidimos deitar pra dormir e, de lado, de conchinha, o braço dele envolveu a minha cintura, senti ele me abraçar e então estava pronta e segura pra dormir com meu homem. rn Ela começou a sentir a minha boca na sua nuca, minha respiração leve e contínua perto do seu ouvido, minha cintura colada a sua, minhas pernas juntas ás suas. rn Eu sentia ele mexendo no meu cabelo tirando ele do meu rosto e se aninhando em mim..rn E depois ela sentiu as minhas mãos passando lentamente sobre os seus braços quentes, descendo lentamente, contemplando todo o seu corpo, as minhas unhas tocando levemente na parte de trás dos seus braços, passando pelas costas, cintura, como se estivesse desenhando. Senti a vontade louca de tomar, explorar esse corpão que ela tem, e que eu sei que é MEU, inteiro, de ponta a ponta explorando cada centímetro desta delícia!rn Sim, estávamos dispostos! Senti tudo naquele momento, como se sentisse o que ele sentia, sabendo que ele sentia o que eu sentia! Era uma disposição confortável, estávamos dispostos e a postos, sentindo os corpos, o calor, a vontade, o cheiro, vivendo o momento, preparando pra dormir com todas as possibilidades mas bastava a certeza do outro, o cheiro do outro, sá queríamos estar juntos, perto e isso bastava!rn Colados, juntos... Sentindo-nos mutuamente... Sim, sem se separar. Com ela quase dormindo, agora já com a cabeça no meu peito, com um sorriso leve e confortável. A mão circulando lentamente em meu peito, como se ela pudesse sentir o pulsar do meu coração, o meu inspirar e respirar, como se o pulsar do meu coração fosse no mesmo ritmo do dela. E num dado momento, nossas mãos se entrelaçam com firmeza e carinho... Ela suspira em meu peito, como se quisesse dizer algo como: "- Como é bom ter VOCÊ ao meu lado!", eu vejo isso no olhar dela, mas ela não diz uma palavrinha... NÃO É NECESSARIO! Dai eu beijava a sua testa e lhe fazia um cafuné, tocava minhas mãos mais práxima da sua cintura... passava de trás (bumbum) pra frente...Ela diz com uma voz suave e tremula: ?Isso n vai acabar em sono, né?? Num sorriso safado e com a voz abafada de tanto tesão eu digo: ?Olha, não vai mesmo viu...? Ela passava as mãos entre a minha barriga e peito, passando pelo meu pescoço e chegando ao meu queixo... E com a ponta das unhas raspando lentamente no meu peito e me deixando mais excitado... Enquanto vou virando-a na cama e beijando o seu rosto, descendo lentamente... E beijando e descendo... E quando chego na barriga, ela começa a suspirar, abrir os olhos lentamente, piscando pouco a pouco, como se soubesse o que irei fazer... Desço mais um pouco e chegando no seu clitáris, e, apenas num assopro sinto todo o seu corpo retorcendo num arrepio dos pés á cabeça... Vou com as minhas mãos nos seus seios, delineando-os, com a ponta dos meus dedos, enquanto vou brincando com o seu clitáris e sentindo suas pulsações... Seu suor frio, percorrendo o seu rosto, como se o coração acelerasse a cada inspirar e respirar seu... Ou a cada palavra que eu dizia... Ela segue deitada e daí eu começo a tocar mais profundamente o seu clitáris com a minha língua, com a ponta dela. Os arrepios e pulsações aumentam, ela entra num estado de prazer supremo pouco a pouco, suspirando mais rápido a cada chupada, lambida, sugada... Ela tenta falar, mas sua voz sai abafada pelo prazer... Pela sensação extrema de prazer... Sentindo-se possuída pelo meus toques, tocando o seu seio com o biquinho duro, o suor caindo frio, e ela pedindo mais... Uma das minhas mãos desce e chega as suas pernas, pego com carinho, tocando com cuidado, sem perder o tesão... Então a cada linguada gostosa que vai desenhando a sua deliciosa e lambuzada xoxota ela sente o prazer aumentar de maneira consistente, passa a mão na minha cabeça e num instante diz: "- Não para, por favor, não para!!!"E nesse ritmo ela grita, geme... Seu corpo amolece dominado pela minha boca, e sente o clímax cada vez mais real e gostoso... E ela sente chegar ao ápice, seu suor cai lentamente pelo rosto, deslizando pelo pescoço abaixo, ela cai amolecida na cama, como se estivesse sem forças depois de um PRAZER INTENSO! Leve, como uma pluma, me dizendo: "GOSTOSO" entre gemidos e espasmos de prazer. E enquanto vai se recuperando, eu te abraço e começo tudo de novo, sem te dizer uma palavrinha... E num beijo deliciosamente molhado entre a minha boca e o sexo dela ela me diz que quer retribuir, quer dividir comigo o absurdo de prazer que eu dei a ela!Ela é uma mulher incomparável, uma das raras que AMAM fazer oral, que se entregam totalmente ao sexo e fazem de tudo pra satisfazer o parceiro! Então ela começa da maneira como eu gosto e que eu sei que ela adora fazer. Beijando o meu peito, lentamente, ganhando cada espaço do meu corpo com a sua boca. E com ela chegando em meu pau, seu incontrolável desejo em me satisfazer faz com que abocanhe ele com vontade... Ela começa pela cabeça, vai lambendo com a pontinha da língua e vai colocando ele mais pra dentro. Eu pego nos seus cabelos e coloco mais á fundo lentamente, e ela engole ele inteiro, me oferecendo uma sensação incomparável que arranca de mim um gemido urrado... E com as duas mãos eu massageio a minha gulosa, seus cabelos cacheados em volta das minhas mãos, os meus dedos tocando suavemente, como se estivesse massageando e ela, minha gostosa, chupando...rnrn Enquanto eu chupo ele acaricio os testículos, entre uma caricia e outra ouço o seu gemido, forte, mas sem grito, num som de intenso prazer. Suas mãos alternam entre a massagem na minha cabeça e os meus seios numa caricia quente e deliciosa que me excitam mais e me faz querer cada vez mais dar prazer... Então, começo a deslizar a minha língua em todo o seu pau delicioso, num vai e vem leve e gostoso, num ritmo sensual e sem pressa, fazendo-o alucinar quando enquanto passo a língua no seu saco tocando o membro grande e rígido num movimento com leve pressão e rapidez chupo bem de levinho o saco e colocando as bolas na boca....Uma...Depois a outra ?e então as duas juntas! Ele sussurra, suspirando, gemendo e gritando: ?Você me deixa LOUCO de TESÃO!? Eu olhando pra ele, com um sorriso mais que satisfeito e safado, volto a lamber iniciando embaixo do saco, pertinho do anus, e subo passando os meus dentes nele inteiro fazendo subir um arrepio gostoso que o faz gemer forte e pedir pra que eu seja sua... Inteira e somente SUA! Eu passo as minhas mãos num movimento ascendente, subindo em direção a sua boca deliciosa dou beijo e digo: ?ME FAZ MULHER! SUA MULHER!? Enquanto falo esfrego meu corpo suado e melado de prazer no seu fazendo ele sentir todo o tesão que há em mim, melando o seu sexo com meu prazer fazendo o meu corpo estremecer em cima do seu, então eu levanto o tronco e sentada nele, mas sem penetrar me masturbo no seu pau, rebolando, mexendo, melando todo o seu corpo com meu suco, gemendo e e fechando os olhos, contorcendo o meu corpo e rebolando sem parar num movimento frenético pra frente e pra trás, mexendo nos meus cabelos, nos meus seios e então ele diz bem alto: ? - Huh... Ah, assim minha gostosa! Desse jeito!? . E continuo até que meu corpo é tomado por um prazer tão intenso a ponto de sentir contrações fortes e intensas, e vibro no seu corpo, gozo nele, gemo, mordo os lábios aperto as mãos dele, os meus seios e no ultimo grito de prazer meu corpo sem forças se lança sobre o seu! Ele então me vira, tão rapidamente, e já ficando por cima e continua a roçar seu corpo no meu passando o seu pau, já lambuzado com o meu gozo, na minha entrada encharcada de prazer e desejo me fazendo alucinar numa mistura de gozo e desejo... Desejo de ser penetrada, desejo de ser tomada pra ele, de ter seu corpo em mim e eu peço que me penetre: ?Vem, gostoso, vem me possuir! Vem fazer de mim a mulher mais feliz do mundo... A SUA ? vem me fazer gozar mais uma vez ? vem ser MEU!? . Ele me responde: ?Todinho seu minha delicia!!! GOSTOSA!!!? E quando ele me penetra sente seu pau escorregar nesta minha caverna quente e úmida que pulsa ansiando o seu corpo e ele geme forte e alto sentindo a pulsação do meu corpo e todo o calor dele, olha nos meu olhos e me diz numa voz rouca e grave : ?QUE BUCETA GOSTOSA, AHHHH... QUE BUCETA DELICIOSA?, entre gemidos e um movimento que ele já não mais consegue manter lento!rn Começo a bombar com força, sem parar, sem perder o pique enquanto ela pede mais e mais... e eu grito: ? AHHHH... DELICIOSA, MINHA PUTA DELICIOSA!!!? Ela acabando comigo, e eu sigo forte enquanto ela sente cada vez mais que seus olhos se fecham e abrem lentamente: -"Ah, meu macho gostoso, me come toda, assim, não para!!!"rn Então, me colocando de 4, de um jeito rápido e quase mágico, que sá percebo quando já estou posicionada, eu começo a gemer... um gemido gritado, porque o prazer já tomou conta de todo o meu corpo e nada em mim tem mais controle, o volume da minha voz, neste instante é uma tentativa de exprimir o tamanho do meu desejo, do tesão, que já não cabe em mim, nesta hora eu não sou mais eu, eu sou sá prazer, um corpo moldado pra o sexo, entregue inteiramente a esta função, uma cabeça de cachorra, eu sou uma PUTA, A PUTA DELE, louca de desejo de receber aquela pica maravilhosa em minha buceta ardente de tesão, querendo que ele entre todo em mim, que ele coloque tudo, querendo gozar, querendo ele... e envolto neste clima de loucura e eu digo: ?FODE GOSTOSO VAI... ARREGAÇA MINHA BUCETA... VAI GOSTOSO... ME COME CACHORRO, NÃO PARA!!!?rn "- Toma sua vadia, geme, pede mais, do jeito que o seu homem gosta, é assim!!!" ?. Huh... E eu totalmente sem folego...rn Ele virando os olhinhos, querendo gozar e me dizendo isto... dizendo num gemido forte: ?Eu vou gozar gostosa, eu vou gozar? eu então peço que ele segure, pedindo pra gozar junto comigo!rn ?Eu vou GOZAR, MINHA PUTA! GOZA JUNTO, VAI!!!? rn Dessa vez vamos gozar gostoso e juntinhos!rn Eu já sentado e ela vem vindo olhando fixamente em meus olhos, como se pudesse ver tudo, absolutamente tudo!rn Eu sento bem devagar... e começo a cavalgar nele ?Que delicia? - ele fala! Vou subindo e descendo, bem devagar, enlouquecendo a mim e a ele. Ele gosta de ouvir a minha voz dizendo: ?ME FODE GOSTOSO, ASSIM, DESTE JEITO?... com o gozo, o tesão e um embargo na voz... de sentir meus dentes mordiscando sua orelha e suspirando de prazer, mexendo a minha cabeça num ritmo sensual, que é estabelecido pelo prazer que seu pau DELICIOSO me da! E subo e desço enquanto ele chupa meus seios, beija minha boca mordendo meus lábios e me segurando toma a partida e começa a bombar mais rápido, aumentando gradualmente o movimento, e me fazendo gemer enlouquecidamente ele já louco começa a falar entre os dentes: ?VAI CACHORRA, GOZA! DEIXA MIHA PICA TODA MELADA, VAI.... AI QUE BUCEEETA!... VAI CACHORRA!!!! VAI MINHA PUTA... GOZA COMIGO... VAI MINHA VADIA!!!... VC VAI GOZAR COMIGO!!!? E NUM MOMENTO SUBLIME, num movimento intenso, num rebolado quente, no meio de gemidos e arranhões eu começo a gozar, e, quando sente meu gozo escorrer nele já não se controla mais e espira forte o gozo fervente dele! E ele goza tão forte e gostoso que não consegue tirar de mim! ? SABE AQUELE GOZO INCONTROLAVEL, AQUELE MAIS INTENSO, SEGUIDO DE UM SOM TÃO INTENSO DE PRAZER QUE QUEM OUVE DE FORA PENSA QUE É UM GRITO DE Dor? Aquele QUE TE AVASSALA E TE FAZ CAIR IMEDIATAMENTE?... Foi assim para nás dois, eramos dois animais irracionais urrando de prazer, juntos num gozo tão forte que não conseguíamos nos mover... os corpos molhados, cansados, que praticamente jazem um no outro! Eu já me encontro sem forças e minha cabeça encostada deliciosamente no ombro dele, beijando levemente o meu homem, que me levou a por caminhos que eu não pensava, a um prazer que nunca tinha sido tão INTENSO, mais forte que as minhas práprias forças! Ele retribuía os meus beijos com o toque leve de suas mãos que sentiam todo o suor e o calor do meu corpo, seu corpo tremia de prazer e fraqueza, no mesmo ritmo que o meu. Ficamos ali, pertencentes ainda, um entregue ao outro, um dentro do outro, pela intensidade do prazer não conseguimos mexer nossos corpos e sentimos cada contração, cada movimento, cada pulsação do prazer do outro... ouvindo a respiração ainda acelerada voltando ao ritmo normal... Até que recuperamos o folego...rn Sim... e caímos cansados, exauridos, um ao lado do outro, o nosso suor molhou a cama, deixando uma marca indelével de prazer! Estávamos absolutamente cansados, exauridos, sem força, como se as nossas almas tivessem saído dos corpos... E ai juntamos as mãos, nos olhamos profundamente, nos aconchegamos e finalmente dormimos!

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos mulher madura safada na farmáciaEstourei o cu da crente na viagem contosmulher casada vira p*** no baile do carnaval só transa com homem do p********* e grosso para vídeoscomi a mae do meu amigo contotirei o cabaço deleMeu nome é Suellen e essa aventura foi uma delícia.rnSempre nos demos bem, erámos vizinhos e amigos. Eu tinha 18 anos, ele 16. Nossas casas são práximas, tanto que a janela do quarto dele dava pra janela do meu quarto. Eu sempre gostei de provocá-lo,contos meu comedor de cuporno com homens vestindo as calsinhas abertas em baixo de rendas brancas ese mastubado com elastravestis novinha fazendo b****** Oi tomando muito agitada na bocaconto erotico linda transex namorando sem se revelarContos de sogras velhas crentes rabudas dando o cucontos eroticos sexo com minha empregada de vestido curtinhominha tia atendeu a porta sem calcinha contos eroticosuma dupla penetração com vibrador contosemtiada fas sexo e masseje em padratocontos eróticos Patrick amiga comeuLevou susto más gostou porno empregadacontos eroticos cunhadagay violentado contoscontos ela sentou no meu colo sem calcinhacontos porno estuprarão meu marido na minha frentedesvirginando a garotinha contoscontos eroticos de mulher casada que gosta de trair o mardo com negoes e levar tapas na cara na frete do corninhocontos eróticos bumbum grande no ônibusa travesty gordinha me fez gozar sem tocar no pau comtos eroticosmulher dano a bucetanãoaguentamais mais o homem não prcontos comi a mha filha novinha virgemcontos coroas as quetaslongos contos eroticos estupros dpcontos fudendo com painholeitinho no copo. contosconto esposa exibicionista sensual pra molekcontos exitantes eroticos deixando os velhos me chuparver rapasea novos grizalhos pelados de pau duromeu negao me arrombou contosVideos porno porra boca raquel falando do prazer gozou duas vezes na sua bocacuzinho doido por pica cdzinha contoputinha desde novinha contos eroticoscontos erotico a 1 de una solterona com um menino de 15meu intiado me come eu e a minha finlha contos eroticoscontos eroticos feriado quitinete praiavideos de pau ficqndo ficando duroContos minha filha de biquíniperdi minha mulher no jogo contos eroticoscontos porno gay sobre conhadosarrumei um carA pra me comer contosconto chantagem enteadacontos eroticos de vendas passei gelo no corpo deleconto aquela mulher mexeu na minha buceta cu teenele domindo eu calvagando no pau deli contovideo porno enxergando uma buceta na outra ate gozar e mela todinhacontos heroticos gay meu primo de dezessete me comeu dormindo quando eu tinha oito anoscontos eroticos de sacanagemcontos eroticos esposa fumanteContos eróticos heterossexualLuizinho meninos novinhos um transando com outro pela primeira vez de dois primos transando comcontos minha irmã minha putacontos minha cunhada viu eu mijanocontos necessitava de rolapuxa agarra japinha cabelos pornomeu padrasto fou no meu quarto vcontosconto corno sondei ela tava debaixo delenovinha transando pela primeira vez e goza muito de queixomulher dando a buceta no salao da foliacontos comi o cuzinho dela dormindocontoseroticos comendo ocu dtitimulher se esfregandono travesseiro contocomi o cu da enfermeira velhacontos eróticos procurei meu irmão si ele mastubavaminha mae nao gosta de mim contos eroticos incestoacabei comendo minha tia contosrodolfo era meu vizinho me chamo ana contos erótico conto erotico praia de nudismoContratei um travestir e ele comeu meu cufilme com historia de erotico de tiozinho taradaobuceta casada curitiba do treizsminha mae me ensinou a ser putinha/contossConto erotico banho maecontos eróticos amiga novinhacontoseroticos foi fuder no mato e foi comida por malandroscontos erotico comi cu da tia no conventovideo porno de sogra chama o genro para sua casa par dar par elecontos eroticos relatados por mulheresfotos de loira sapeca abrindo as pernas a abrindo a xana rosarelatos eroticos tornado femeacontos eroticos a talarica