Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

EU E MINHA PRIMINHA GRELUDA

Eu e Minha Priminha Greluda.



O relato que farei agora é totalmente verídico e aconteceu comigo em março de 2006.

Bem, primeiramente vou me descrever, sou moreno claro, 1,77m, 80 Kg, olhos castanhos escuros, cabelos pretos e curtos e 30 anos, casado...minha prima tem os cabelos negros que descem até a cintura, uma pele bem branquinha, olhos tão negros quanto duas jabuticabas, 1,60 e 45 Kg, e um rostinho angelical e 19 aninhos. Sou advogado e o meu Tio Zé (trocarei todos os nomes) me chamou para ir a sua casa no sábado, a fim de ver um processo. No dia marcado fui até o local marcado e estavam lá, o meu tio, a minha tia e sua filha que se chama Lílian. Já fazia 2 anos que não os via e nás ficamos muito contentes em nos rever.

Minha tia veio logo ao meu encontro e me deu um daqueles abraços, meu tio também me cumprimentou e quando me dirigi a minha prima, notei o quanto estava linda e a abracei com muita energia. Ofereceram-me alguns petiscos e começamos a conversar, não apenas sobre o processo, mais também sobre as nossas vidas, alguns episádios familiares foram lembrados ao som de muitas gargalhadas... minha tia me falou que a Lílian era uma menina muito inteligente, porém, muito malcriada e que às vezes dava uns bofetões nela para ver se ela entrava nos eixos...minha priminha ficou rindo e disse que sua mãe e que a perturbava muito, pois era muito chata e mandona. Bem, terminamos todos os assuntos, quando chegou um casal de amigos dos meus tios, pois eles são da igreja e fariam uma pequena reunião, eu pedi pra eles ficarem a vontade, pois eu já estava de saída, no entanto, meus tios falaram que a reunião seria rápida e me pediram para ficar e almoçar com eles e pediram a Lilian para assistir um DVD comigo. Bem, eu estava sem maldade nenhuma, até o momento que minha prima olhou nos meus olhos, me pegou pelas mãos e disse: “Vem Primo”, Me levou até a sala de TV e me perguntou se eu queria pipoca e refrigerante, eu disse que sim, e então ela foi preparar. Quando ela se virou para ir na cozinha eu pude reparar que ela estava muito gostosa e isso já estava me deixando louco. Ela voltou com a pipoca, colocou o filme “O Aviador” e começamos a assisti-lo. Eu estava em um sofá e minha prima no outro e como estava fazendo frio, minha prima estava com um cobertor bem fininho, que cobria todo o seu corpo. Eu não estava me concentrando muito no filme, quando ouvi a frase que mais queria – Primo, vem se esquentar um pouquinho – Eu, imediatamente fui até ela e me cobri também, porém, ela botou suas pernas no me colo e ficou deitada assistindo o filme. Eu comecei a fazer carinho em suas pernas e notei que ela estava gostando, comecei fazendo uma massagem nos seus pés e fui subindo lentamente até chegar nas suas coxas, quando ela deu um suspiro de tesão, então eu resolvi arriscar tudo e comecei a alisar sua bocetinha que já estava molhadinha, ela se contorcia toda quando enfiei um dedinho e ela deu um gemido alucinante uiiiiiieeee...Nossa!!! Meu pau já estava duro demais, quando ela falou: me fode priminho!!! baixei minhas calças e comecei a penetrá-la num ritmo lento e firme...que delícia de buceta. Apertadinha, toda molhadinha e cheirosa. Olhei pro rostinho lindo da priminha e vi que ela estava se acabando no meu pau, porém, com menos de 1 minuto a putinha gozou alucinadamente, soltando um grito altíssimo aaaaaaaahhhhhhhhhh!!! que me assustou de verdade. Nisso ouvi a porta da ante sala se abrindo e meu tio veio e perguntou o que estava acontecendo. Minha prima falou ao seu pai: Foi o filme paizinho, passou uma cena horrível e me assustei meu tio ficou meio desconfiado, e lhe disse: Você parece maluca! Não atrapalhe a reunião que já estamos terminando, e fechou a porta novamente. Nisso eu me arrumei e perguntei o que tinha acontecido com ela, quando ela me falou que não conseguiu se controlar, pois gozava muito rápido e perdia a noção das coisas. Porém a maior surpresa estava por vir, pois, quando ela levantou o cobertor para procurar seu short, eu vi a xoxota mais linda e greluda de todo o universo, uma pepeca raspadinha, rosadinha, mais com um grelo que parecia um Micro Pênis, eu fiquei boquiaberto, devia ter uns 4x4cm e ainda estava bem saliente. Ela observou minha reação e ficou meio sem graça, se arrumou e foi ao banheiro. Depois disso minha tia ficava entrando e saindo a todo momento e não rolou mais nada. Porém, comentei com a minha prima que ela era maravilhosa e que eu estava no paraíso, quando ela me falou que eu era muito gostoso e perguntou se eu tinha me assustado com o tamanho do grelo dela, eu falei que não, mais que nunca tinha visto nada igual e que achava que isso não existia, pelo menos não daquele tamanho, mais que tinha adorado. Ela me disse que aquilo a incomodava um pouco, pois ela tinha vergonha de tirar a roupa no vestiário feminino e até mesmo na frente da mãe e me falou que talvez por causa daquilo ela gozava muito rápido, sentia muito tesão e se masturbava todos os dias. Bom, meus tios terminaram a reunião, Almocei com eles e fui embora, mais desde então a minha priminha não sai da minha mente, já me masturbei várias vezes pensando nela e acho que minha mulher ficou até meio desconfiada de alguma coisa. Bom, isso aconteceu a alguns dias atrás, mais agora estou meio confuso por conta de tudo isso. Se alguém quiser se corresponder meu e-mail é [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Conto ertico familia sexocontos eróticos repentinoconto erótico chupa grelominha namoradinha me provocou pra fuder brasilVelhos na farmácia chupando seios contos eróticosúltimo contos anal de sobrinhaConto erotico negao casada loiraContos tarados por cu de bundudacontos eroticos coroa tem primeira vez com travesticontos eróticos mãe no colhinhoConto erotico um travesti me algemouContos fingindo dormircuzinho da zildaContos eroticos poraoconto erotico fui no banheiro da estrada mijar e me assustei com o tamanho do pauzao do negaocontos porno dava pro meu padastrocontos eroticos com cachoroscontos forçada a ser a puta da empresacontos-no colo de papai na praia de nudismocontos eroticos de padrasto pegando de jeito a enteadamarido dormiu eu me depilei toda contosconto erótico vesti cinta liga pro meu filhoconto incesto minha linda maezihaconto erotico Filha curiosaconto erotico sogroconto irma dormindoconto erotico gay dando pro pedreiro sarado de 29 anossegurou a filha para tirar cabaçocasa dos contos eroticos tia e primaContos tia de saia curtaminha sogra falou que tem dificuldade para gozarcontos eroticos vizinhas camaradasgostosas com mini calsinha saindo o beisinho da buseta de ladacontos eroticosmasturbando o cuzinhoconvenci meu primo a me fuder bem novinha contosconto cu ensopado de porra gaycontos eroticos minha mulher com roupa curta e decotadaContos eróticos de noracontos heroticos de rapazes que foram comidos e descobriram que eram gayswww.contos de incesto deixei meu tio chupar minha bucetinhacontos eroticos dormindocontos eroticos dentro do cine lidoesposas depiladas na picina contoscontos eroticos mim arreganhei pra papai e ele caiu de boca na minha bucetaContos erotico travest vagabundacontos de rabos sendo dilaceradospunheten o rabo da minha esposaa foder a policial na rua contosMinha esposa adora um homem negro contos eroticoscontos mulher madura safada na farmáciacontos eroticos velho pauzudoconto a vizinha tetuda casou mas seu casamento t mauquando a chapeleta inchada entrou no cu a menina gritocontos eroticos cunhada crentecontos porno bunduda sograCont erot a galinhaminhaxaninhaardeuQuando ele cuspiu no meu cu ele piscou querendo piroca no cu e na xonga contoszoofilia brut com cachorrocontos cavalonas apaixonadascontos eroticos q bocA e essa desse baianodelirando com meus dedinhos contosdia dos namorados incesto contoContos eroticos uma novinha para um casal taradodeixa eu botar meu pau na sua bandeirinha conto eróticoeu mae e filha contos de sexoborracheiros p******** comendo v******* contos eróticos gaysconto porno peoes no ciocontos minha sobrinha sentou pelada no meu colover rapasea novos grizalhos pelados de pau durocontos eroticos lesbica chineladasconto eroticos aguentei mais d vinte e dois sentimetro d rola d meu sogrochupando ate ela gozar na boleiacrescendo o pau aqui na frente da filha contos eroticosconto de desmaiei com a pica grande no meu cuzinho apertandofudedo a tia bombadageovana tira a calcinha e da a bucetacontos eroticos de mae chupandocontos cavalonas apaixonadas