Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

NO ESCURINHO DO CINEMA

No Escurinho do Cinema



Certo dia, decidi entrar num cinema pornô no centrão de São Paulo. O ambiente era um pouco estranho para mim, mas logo me acostumei. Passando pelas fileiras vi que o cinema não estava muito cheio mas tinha um bom numero de machos, alguns punhetando enquanto assistiam ao filme e outros interagindo entre si.



Decidi ir pro fundo e me sentar numa poltrona. Todo aquele ar de sacanagem junto com o filme me excitaram rapidamente. Meu pau já estava pulsando dentro da calça. Não demorou muito e um cara se aproximou de mim, ele não disse nada, apenas se sentou ao meu lado e começou a acariciar o pau assistindo ao filme.



Como já disse em outro conto, não sou exatamente gay, não tenho atração por homens, apenas por seus paus, então não notei se o cara era bonito ou não, apenas observei sua pica que era grande mas um pouco fina. Percebendo meu olhar, ele pegou minha mão e colocou em seu pau duríssimo.



O cara passou a me alisar também, então tirei meu pau pra fora e ficamos um tempo numa punheta dupla. Mas punheta por punheta eu teria saído com minha namorada, o que eu queria era rola, então logo me debrucei sobre aquele pau e comecei a chupa-lo com vontade. O cara não aguentou muito e gozou logo, deixando minha boca cheia de porra.



Aquilo para mim não tinha sido suficiente, mas felizmente logo apareceu um moreno meio gordinho ao meu lado já com o pau de fora, perguntando se eu queria chupar o pau dele também, minha resposta foi engolir toda aquela pica. Ele em pe na minha frente e eu sentado na poltrona. Eu apertava sua bunda e ele fazia o vai e vem na minha boca como se estivesse fodendo uma buceta.



Meu tesão era tão grande que nem me preocupei em ir para o reservado dos banheiros, abaixei minhas calças e fiquei de quatro na poltrona. O gordinho colocou a camisinha, me deu algumas dedadas e enfiou lentamente o caralho no meu cuzinho. Eu dei poucas vezes então meu cu não esta laceado, por isso pedia que ele fosse devagar, depois da dorzinha inicial tudo virou prazer. Como estávamos no meio do cinema todos podiam nos ver, e aquela situação me excitou mais ainda.



Derrepente apareceu outro cara na minha frente, ele já chegou com a pica de fora esfregando na minha cara. Como prazer pouco é bobagem, comecei a chupar aquele pau que era um pouco pequeno pro meu gosto enquanto o gordinho bombava meu cuzinho com vontade.



Logo o cara do pau pequeno gozou e foi pra outro lugar, mas não demorou e um coroa com uma rola enorme me fez começar outro delicioso boquete. Aquele pau mau cabia na minha boca, eu lambia sua bolas com vontade e o coroa batia com o pau de leve no meu rosto me chamando de putinha.



Ao meu lado se sentou um cara que se masturbava olhando a cena. Ele começou a bater uma punheta gostosa para mim enquanto eu chupava o pau do coroa. O gordinho parecia se excitar com aquela cena e passou a bombar mais forte e dava tapas na minha bundinha.



O cara ao lado colocou o pau perto do meu rosto, eu tirei o pau do coroa da boca e mamei um pouco na outra rola, mas logo voltei ao caralho do coroa que era muito mais gostoso. O cara ao lado continuou batendo uma punheta práximo ao meu rosto e logo gozou na minha cara enquanto eu chupava o coroa e era enrrabado pelo gordinho que gozou pouco depois.



O coroa aproveitou a oportunidade e passou a fileira de cadeiras para me enrrabar bem gostoso. Confesso que doeu para entrar, pois aquele pau era bem grande. Com o coroa me fodendo apareceu mais dois caras para eu chupar, eu revezava entre as picas, mas o coroa me bombava tão gostoso que larguei daqueles paus e me concentrei em me masturbar enquanto sentia aquele membro arregaçando meu cuzinho. Gozei gostoso e fiquei gemendo enquanto o coroa continuou me comendo até gozar também.



Satisfeito fui ao banheiro me limpar deixando os dois caras na vontade, o coroa satisfeito e mais alguns curiosos muito excitados. No banheiro um dos caras que eu parei de chupar chegou perto de mim falando que minha chupada era uma delicia, mas pena que tinha durado pouco. Então resolvi chupar o pau dele antes de ir embora do cinema. Um boquete rápido dentro do banheiro foi suficiente para deixar aquele rapaz feliz e minha boca cheia de porra novamente.



Até Mais!!!



[email protected]



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


comi a melhor amiga da minha mae vai mete seu puto cotos eroticoo pai da minha amiga é um tesão contos eróticoscontos eeroticos peguei minha sogra no flagracontos erótico sou evangelicaminha esposa e o porteirocontos eroticos deliciacontos eroticos.os velhos meterao gostoso em mimcontos de incestos e orgias com minha esposa gravida minha irma nudistasconto erptico na mesaegua deixa homer comer sua buceta virgconto gay dopauggcontos incesto engravidando a tiacontos erótico acabei indo pela primeira vez num sítio de naturistafui pra casa da minha tia ela cuidou de mim conto eroticocom doze aninhos estrei na vara contos eróticos gaycontos eróticos gay meu meio irmãoConto erotico novinha.pediu pra passar bromseadorcontos tava batando uma derrepente minha prima me pegaconto erotico o'pedreiro gozou dentrofudi gostoso no volleyamigas pegao mendigo na rua da banho e depois/punheta/elecontos eróticos de professoras gostosas transando gostosocontos fudi minha cunhada emplena lua de melconto gay coroa com a camisinha cheiaconto erotico de subrim tarado querendo apostar o cu com seu titioconto erótico pirocudo "primeira vez" + "casado"dei para um negão desconhecidono onibus de excursao sem calcinhaconto erótico cachaça pescariarapidinha calcinha pro lado conto eroticocontos eroticos o velho e o cuzinhopornodoido provando da minha melhor amiga continuaçãominha esposa de shortinho na obrachorou na pica/contocontos de coroa com novinhocontos eroticos pai filha e genrovideo porno minha vizinha mim vizitou aki em casaeu arreganga minha buceta pra eleConto de neto dopa avo e come a buceta delaconto porno coroa crente com novinhocontos eroticos casal vai ao cine eroticos e esposa e asediada e marido naovemulher emsabuando bucetamulher pois o marido a xupae o travesteContos porno dei cu p me sogro por chantagemcontos eróticos vestido de langeriesconto erótico comi a mulher do meu cunhadoContos eróticos que rola grande no meu cu zinho apertadinhopedreiro enfiando a língua na patroaconto erotico voltando praiaAteliê dos contos eróticome fode com esse pintãoContos de casadas inrrustidascontos eroticos putinha pagando a conta do paidupla perfeita uma chupava meu pinto e a outra chupava meu cucom mulher esforçado nos baile funkconto eroticos garoto pede carona e e estupradocontos incesto buceta rapadinha cheia de tezaochantageada e humilhada pela empregada negracontos eroticos virei puta de travecocontos gays chantageadocontos erotico gay quando mim focarao a bebe leite de variosMulher quadril fino buçeta arreganhada "que buracao" gay contocontos eróticos mulher de traficante dando pra galera todaContos eroticos ai mo seu pau ta me matando mete ai ai deliciosa aiiduas mulher do Jordão baixo chupando b*****contos eróticos coni minha filha e seu amigo gaycontos comi minha filha caçula dormindosoxo com umanoivinhacontos de tioscontos erotico d fui dormi so d calçinha com papai me ferreiroludo no onibusxvideopadrinho cuida da afilhada contos eróticosContos eroticos seduzi a mae do meu amigo uma coroa bem recatada e dona de casaChupando o peito da priminha gostosa:*conto erotico de colega saradao do meu padrasto mim comeucontos eroticos meu tio me embebedou e me chupou eu dormimdoespiando minha tia safada.htmlfui trepada pelo jegue di meu sogro. conto eróticoroludo no onibusxvideoconto erotico aluna e professor de geografiaporno travesti comendo mulheriu dandocomo enraba uma colega. de trabalhocontos eroticos de pintorSou a boqueteirá da pica do vizinho contoseroticosenso botar po para mulher do corno contosAgarrando o pênis com tesãocontos gay senta na minha piroca mulekemeu aluno cacetudo contos