Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

A GRÁVIDA QUE CAGOU NO MEU PAU

Sou conhecido como o Jardineiro-Shameless. Sou de Sampa.

Adoro uma aventura com mulheres casadas, coroas, mães carentes, e, inclusive, com mulheres grávidas. Curto muito sexo anal, principalmente, com as cagonas e mijonas. Já fiz três mulheres cagarem no meu pau. Adoro ter no meu pau o cheiro da dona. Também curto chuva dourada.

Mas, vamos ao fato !!!

Em dezembro, minha vizinha Dona Dalva que estava grávida de 6 meses, me contratou para fazer o seu jardim.

Ela preferiu marcar para um sábado que estaria sázinha em casa, pois com o marido e seus filhos viajando, ninguém nos atrapalharia. Achei magnífico, pois eu tinha muito tesão por ela. A Dona Dalva, 35 anos, é loira, olhos verdes, linda !!! Eu fiquei sá fantasiando se rolaria alguma coisa. E, rolou !!! Assim que, cheguei lá, a Dona Dalva começou a conversar e foi bem direta no assunto. Disse-me que, há tempos, percebia o meu olhar de tarado pro lado dela. Perguntou-me se estava correta em suas conclusões. Mesmo arriscando a perder a sua amizade, e também, aquele serviço, resolví encarar a situação. Respondí que era apenas a uma fantasia. Aproveitei e me aproximei dela. Por impulso ao tesão da conversa, agarrei-a pela cintura e beijei-a na boca. A safada não sá permitiu, como enroscou a sua língua na minha. Em instante, estávamos pelados na sua cama de casal. Fizémos um torturante 69. Fiz a Dona Dalva gozar três vezes na minha boca. Depois, coloquei-a de joelhos na minha frente e falei que antes, iria gozar na boca dela, pois eu pretendia demorar o máximo possível no sexo anal. Estando um pouco aliviado, com certeza, eu conseguiria retardar a ejaculação e ficaria um tempão enrabando-a. A Dona Dalva entendeu o recado. Obediente, ela abocanhou o meu pau e mamou carinhosamente. Levando-me à loucura. Gozei intensamente, enchendo-lhe a boca de porra. Ela engoliu tudo, até a última gota. Sem dar tempo para relaxar, ainda de pau duro, coloquei ela de quatro em cima da cama. Cuspi em seu ânus e no meu pau. Assim que escostei a cabeçona roxa do meu pausão naquele orifício anal marron, a Dona Dalva chegou a peidar de tanto tesão. Fui forçando aos poucos, até enterrar a minha tora naquele cú piscante. Ela apertava o seu anelzinho em torno do meu pau. Apertava, soltava, apertava, soltava. Aquela grávida cagava o meu pau prá fora e eu tornava a enfiar. Enquanto enrabava ela, fui dedilhando a sua vagina. A Dona Dalva chegou a mijar na minha mão e eu começava a soltar aos poucos o meu esperma. Não aguentando mais, gozei fartamente dentro daquele rabo guloso. O meu pau saiu com fezes dela. Depois daquele dia, transamos outras vezes. Se alguma madame querer me contratar para fazer o jardim é sá me procurar. E-mail [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contoseroticos caga no meupauconto transformado travesticontos relatados por mulheres que foram abusada e acabaram gozandofilme aconzinha porncontos eroticos fio dental minusculocontos eroticos entre camioneiroscheirada e dando a bunda contosconto tia gostosa de microcalcinhav¨ªdeo porno pai enfia o dedo na bucetinha?contos eróticos de bebados e drogados gaysconto erotico espiando pelo buraco da fechaduraestou comendo a mulher do amigo caminhoneiro na viajem contoscontos eroticos transformado em putacontos eróticos fragei meu tio comendo minha tiaContos eróticos de gay Comi o filho do meu patrãoconto erótico bucetas e cu a minha disposiçãoconto erotico flagra filhaContos erotico com equilina da minha patroacontos eroticos a calcinha da patroaConto erotico entalouconto eróticos a patinha da minha sograconto erótico de incesto de sobrinha e tio casa de contos sem querer me apaixoneiconto erotico gay motoqueiro marrentiirmã irmão estudando lá no exterior não tinha feito ela com tesão ele com tesão meteu a rola nela bem gostosocontos eroticos de coronel de rola grande e grossaChat Amo sexoavivovideo de porno com machos a força brutamenetepau duro na frente da tia contosconto eróticos estupro no orfanatocontos eroticos porno medinga deu cuCasada Amigo do meu filho sexo contosrecebe conto erotico de casais de mais de quarenta anos por emailcontos eroticos com japonesacolo do velho. contoconto de sexo velho taradocontos eroticos cuidando do meu genro asidentadocontos porno putas e amantes descobertoscontos gay cunhado barracaporrnodoido com anaconto.mara.encaro.um.super.dotadodepois que o irmão ensinou ela a atividade a irmã da xoxota para o irmãovideos porno meu professor taradao me de uma caronacomo eu faço pra apreparar minha buceta pra primeira relaçao sexualcontos eroticos de coronel de rola grande e grossaDesvirginando a sobrinha de 18 anoscontos eroticos proibidos meu tio encheu minha boca de porraContos eroticos voyeurconto erotico surra de bundameu padrinho mim comeu quado eu era menia aindaconto safadocontos eroticas eu e minha amiga fomos fodidas por um preto caralhudoconto peguei a coroa dona do cormecionegra da pra um de4 e chupa do outro por dificuldade em motelContoseroticosprimeiravezistoriacontoseroticoscontos eroticos todos comeram minha mulherContos.erotico.mae.filho.depois.do passeio.na.praia.Contos eróticos "queria experimentar algo novo"Conto porno ui ui ui metepassivosrj sexominha dani me fodeu me quando dormiIrmã cuidando do irmão acidentado contos de incesto femininofilhababandopaucontos eróticos sogro tarado me encochou escondidoComi minha filhao que é momeceiRealizei a fantasia do meu colega e eu virei cornoconto erotico d menino dando a bj da por uma apostasou uma putinha gostosa da familiaatrazcontosviolentadacontosMeu Rabo me fazArromba essa puta soca essa rola na minha buceta me fode contosConto erotico madrinhacontos ,chuparam tanto meu pau até ru gozar na boca