Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

PEGANDO UMA AMIGA DE JEITO...

Desde garoto sempre tiver muito jeito para lhe dár com as mulheres,saber conversar com elas e de certa formar consolá-las.Pois saber ouvir o que uma mulher tem a dizer é muito importante,assim foi no meu tempo de menino até hoje.Aprendir com uma boa professora!!!!eu tinha a amizade desde menino com quatro irmãs,das quais com duas delas eu tinha uma maior afinidade,além é claro de sua mãe gosta muito de mim desde aquleles tempos de menino,quando eu frequentava a casa delas,pois a sua mãe já na quela época era divorciada,e o pai das meninas mal ia visitá-la dezes ou nunca na vida,foi uma separação de casal muito difícil.Assim com toda essa liberdade na casa,que era de certo modo uma casa muito espaçosa,eu virava e mexia aparecia por lá,hora para brincar com as meninas pois ainda eramos crianças,hora para fazer uma lição de casa e por diante.Como a mãe das meninas trabalhava o dia inteiro,para sustetá-las quem tomava conta das meninas era a irmã mais velha que vou chama-la de Simone e a avá que morava em uma casa ao lado da delas.Já nos conheciamos desde crianças bem pequenas,a Simone não ia muito com a minha cara,mais a segunda irmã vamos chama-la de Bruna gostava muito da minha pessoa,e com o passar do tempo percebir que a Bruna era bem safadinha,pois por mora em uma cidade quente como Salvador,as meninas costumam usar bastante shorts e saias,ai é que está pois quando eu estava por perto,a Bruna sempre dava um jeitinho de mostrar para mim a sua calcinha,quase sempre abrindo as pernas discretamente é claro,e lá ia meu zoião para a bucetinha da Bruna que na época já tinha lá seus doze para treze anos.E foi assim com o passar do tempo,mais tem um grande detalhe nesta histária,como para a mãe das meninas eu ainda era um moleque de dez anos de idade,muitas vezes peguei a boa nega,trocando de roupa em seu quarto sem a menor cerimônia comigo,estando muitas vezes de calcinha e sultiã,e eu crescendo o zoio novamente para cima daquela bunda maravilhosa que a nega tinha,fora o corpão bonito de mulher.Vamos chamar a mãe das meninas de Solange,deixe eu descrever essa mulher maravilhosa e ousada,fisicamente Solange apesar da idade era linda,uma nega de mais ou menos 1,70m de altura,seios grandes,quadris largos,bunda grande,com um rosto lindo sempre com um sorriso para a vida,olhos castanhos escuros,cabelos pretos enfim um mulherão que chamava a atenção por onde passava.Ela sempre dizia que eu ia me dar bem com as mulheres,pois sabia cativar as pessoas do sexo feminino,e que eu tinha muitas qualidades desde pequeno,os anos foi passando eu fui crescendo e logo estava dando uns pegas escondido na Bruna,que já vivia agora uma outra fase em sua vida a adolescência.Nosso namoro a cada dia ficando mais ousado e gostoso,ela agora já estava uma moça com seus quinze anos de vida,já dava para sentir a sua respiração cada vez mais forte,com os toques das minhas mãos nos lugares certos de seu corpo,fora nossos beijos ardentes e tanta esfregação nossa pelos cantos escondidos de nossa rua,era uma delícia...assim foi,com mais alguns tempos de namoro escondido a minha mão agora já chegava até a bocetinha da Bruna,eu já sentia o cheiro de sua bucetinha na ponta dos meus dedos,quando ia para casa depois de uns amassos com a Bruna nos becos de nossa rua,que era de certa forma traquila.Logo também já estava colocando o cacete para fora do short,que quase sempre estava usando e deixando a Bruna se divertir com o seu brinquedo novo,ela a cada encontro ia pegando intimidade com a minha rola,não demorou muito e atendendo aos meus pedidos de menino esperto a Bruna começava a aprender a chupar uma boa rola,no começo ela mim machucou um pouco com os seus dentes,mais com paciência e tempo a Bruna já me chupava com gosto,tudo isso nos dois aprendiamos juntos com as revistas de sacanagem que eu descolava com um tio meu.Assim também não demorou muito para eu sentir o gostinho da boceta da Bruna,que era linda e já com alguns pelinhos de mocinha,ou seja o nosso namoricá estava ficando cada dia mais sério.Também depois de algum tempo criei coragem e falei com a Solange a respeito do meu namoro com a Bruna ao qual ela aceitou de boa,apenas fazendo algumas observações para o casal,tipo com algumas regras de namoro.Como na época eu cursava um curso técnico de mecânica e já descolava um dinheirinho tudo ficou mais fácil para o meu namoro com a Bruna.Agora com a aprovação de nosso namoro,eu e a Bruna ficavamos quase avontade em sua casa,pois a sua irmã mais velha sempre de olho na gente,feito um cão de guarda mais mesmo assim nos davamos o jeitinho de nos pegar escondido em algum canto da casa,hora no quintal,no quarto ou até mesmo na sala,pois para qualquer sacanagem basta querer né verdade,como a Bruna vivia muito de saia ou short era tudo mais fácil para as nossas safadezas...muitas vezes chegava na casa dela e ela a Bruna corria para o quarto para tirar a calcinha,deixando a sua bocetinha a vontade para os meus dedos atrevidos,assim foi durante um bom tempo,até que decidir tirar o cabaço da Bruna que nessa altura já não aguentava mais o sofrimento de ficar com a bocetinha toda melada sem o meu cacete...já mim dizia na cara dura que não via a hora de me dar a sua boceta,pois já sonhava com nois dois trepando prá valer.Como eu tinha uma poupança desde criança e com algum que eu ganhava nos bicos que eu fazia de mecânico,foi fácil descolar um bom hotel que liberasse a entrade de menores de idade no seu interior,através de amigos nos ficamos sabendo de um bom hotel desse tipo liberal,marcamos um domingo de praia sem a sua mãe desconfiar de nada é claro que uma de suas irmãs viria com nosco nesse passeio,veio a Danuza aquela irmã legal que tbém ia muito com a minha cara,e é claro que eu levei um amigo de quêm a Danuza tinha um grande carinho por ele para fazer companhia a menina certo...assim foi o nosso passeio,no meio do caminho para a praia descemos do ônibus,e deixamos a Danuza com o meu amigo seguir sozinhos para a prais enquanto eu e a Bruna iamos para a nossa felicidade...Entramos no hotel com o coração a mil por hora!!!!nossos corpos pegando fogo mais com calma e com a minha experiência convencir a Bruna fazer algumas das minhas vontades,tipo desfilar para mim assim sá com aquele biquininho pelo quarto,fazer umas poses ousadas encima da cama para mim,tipo ficar de quatro com todo aquele rabão para cima,passando com calma a mão na sua bucetinha que nessa hora já tava mais que meladinha,enfiando o dedinho na boca de pernas abertas mim chamando para fodê-la...e por aí foi a minha tara,eu que estava sentado levantei depois desse show particular de Bruna,eu chupei e beijei muito a minha gostosa,deixando ainda mais a sua bocetinha encharcada,que sem cerimônia também me chupava muito deixando o meu cacete aponto de explodir em sua boquinha faminta...com muitos gemidos pelo quarto e com calma fui colocando a minha rola na bocetinha da Bruna que já se contorcia de prazer mim pedindo para enfiar a rola na sua boceta,em certo momento não tiver dá meti com tudo a minha rola dura naquela bocetinha deliciosa,sá deu para ouvir o grito de dár da Bruna que agora recebia pela primeira vez uma pica grande e grossa dentro da sua bucetinha também faminta.Trepamos gostoso na quela manhã de primavera,naquele quarto de hotelzinho lá se foi o cabaço da Bruna,que a muito tempo esperava pela minha pica dentro da sua bocetinha faminta,meti...meti....até o dedinho no cuzinho da Bruna comecei a meter preparando outro caminho para o meu cacete...trepamos em várias posições naquele nosso primeiro encotro,deixei a bocetinha da Bruna toda assada de tanta pica que levou,no começo metir sem camisinha para tirar o cabaço é claro que mim segurando para não fazer a besteira de gozar logo dentro daquela bucetinha linda,pois ninguém naquele momento queria ser pai ou mãe,depois de umas boas bombadas dentro da boceta da Bruna,coloquei uma camisinha para prevenir uma gravidez não tal desejada naquele momento de nossas vidas.Foi muito bom o nosso primeiro encontro intímo...lá pelas três e meia da tarde fomos para praia encontrar os nossos amigos que nos aguardava de boa.Ficamos praticamente a tarde inteira na praia,para Solange não desconfia de nada naquele dia maravilhoso.Depois dessa nossa loucura de adolescentes,trepavamos quase sempre em sua casa longe dos olhos de suas irmãs aproveitando cada espaço que nos davam,muitas vezes ela é claro sempre de saia para facilita nossa vida,ou até mesmo com calma esperava a minha mãe ir trabalhar no hospital a noite,já que sou filho único,não tenho pai e nem ninguém em casa para atrapalhar levava a Bruna lá em casa e agente trepavamos de boa.Praticamente aprendemos a gostar do sexo,juntos experimentando de tudo um pouco na nossa relação afetiva.Assim foi a nossa descoberta para esse mundo gostoso do prazer com amor e responsabilidade,ah tem a minha sogra Solange que também dei umas boas trepadas com ela,foi assim mais ou menos o nosso começo,estando um dia a casa da Bruna vazia,pois suas irmãs tinho saido para ver um lançamento de um filme no cinema,eu ia Bruna começamos uma gostosa transa no seu quarto,pois não havia ninguém em casa e esquecemos da vida...aí foi que a Solange mãe da Bruna chegando em casa sem agente perceber,viu eu metendo com a Bruna que gemia de prazer encima da minha pica grande e grossa,deixando a Solange também morrendo de tesão ai...

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eróticos meu tio cego mim. fudeuconto erotico fodendo a michelecontos eróticos levando na piscinacontos eroticos comendo a macaquinhaNovinha enlouqueçeu os pedreirosAteliê dos contos eróticocontos sou baiana e adoro paus grandesporn contos eroticos casada rodizio de picamulheres gostosas bundão empinado com roupa do quartelcontos erótico comadre desmaiou contos eroticos perigoconto erotico de sera que meu marido não desconfia que chego com a buceta cheia de porra e ele lambe?contos eróticos cheirando a bunda de minha sogracontos eroticos gay meu vizinho de dezenove anos me comeu quando eu tinha dez anosnamorada virgem.contoconto erótico "Meu sobrinho veio passar 3 dias comigo. Ele tem problema uns probleminhas e "contos eróticos de gay comi o amigo do meu padrinhocontos comeram a.bunda do marido e esposacontos me faço de recatadaminha cunhada tinha coriosidade sobre o meu pau se enprecionouconto de estupro de colegiaiscontos gay meu painovinha safada pagando boquete para mototáxi de coraçãodeflorar pau grosso punheta enteada contoscontos sadico eroyico meninas inocentecontos incesto buceta rapadinha cheia de tezaoananzinha contos erotcoconto erotico perdi minha namorada virgemcontos eroticos gang bangcontos eroticos adoro chupar bucetacontos eroticos familia rentporno filadaputa faz devagar o teu pau é muito grande conto real meu vizinho me estuprouo subrinho do meu marido falo q queria comer uma buceta peludinhacontos eroticos dainfanciasimpatia comer cunhadaContos eroticos de solteiras rabudasenfiei o maior dildo no meu cu contoscontoseroticos obrigaram minha esposa a usar drogastraindo no hotel contosjemro comvemceu a sogra e comeu sua bucétacontos eroticos estuprada e gemendo gostoso issooo vaiiii nao paraeu e minha cunhada lesbica fizemos um bacanal com sua irma e mae incestoconto+fui+arebentada+negro+meu+maido+adoroucotos camioneiro da pica grandecontos eroticos dando para um caocontos erotico mangueira na bucetaso metendo n mato n buceta da minha filha n causinha video mobilconto padrasto da pica enormeO reencontro entre prima e primo minha paixão conto eroticoContos gay coroaTia de xana peluda e sobrinho metendo conto eroticocontos eroticos de manha dava pro meu sogro e a noite pro meu maridocontos eróticos reais de mulheres evangélicascontos eróticos minha tia min da banhocontos com fotos de zóofilia de casadas que curte sexo com animaisContos eroticos Proposta a tresconto erotico princesa aronbada na favelaviajei e transei no onibus marido corno assumidocontos eroticos de coroas dos seios caidoscontos.putinhas do papai.d.oito.anospeitos da prima pulando fora da blusa no sexoContos eroticos recem nascido (a)contos porno ajudou marido comer sogranamorado domado contos eróticoscontos erroticos meu sogro bem dotado arronbo meucontos minha garotinhacontos cuzinho karinavelha cavala virando olhoConto erotic castiguei meu irmao gaiPorno conto casa abondonada eu e o viadinholencol conto heteromeu irnao mas velho dormiu bebado bitei i pau na bunda delecontos eróticos gays a primeira vez com 24 anoscontos eróticos de filho com sua mãecontos eroticos dando cu pro filhoa esposa baiana do meu amigo contos eroticosContoseroticosdesolteirasfui chupadominha novinha tarada contocontos incesto engravidando a tiacontos eroticosmeu namorado me encoxando camisinhadei minha bucetao mestruada e ingravidei contosum careca inesquecivel contosmulher deixa cachorro lambelaFilmei minha chupando estranhos na porta do carroPrimo Fodindo Suas Primasporno desmarcada do funkcontos eroticos casada pau pequenoMinha esposa arregaçadascontos eroticos mamando tetas grandes molhadas com a mangueirao