Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

A PRIMEIRA VEZ COM UMA MULHER

Eu sempre tive muito tesão por mulheres, mas sempre foi uma vontade reprimida, pois sou casada e meu marido é tradicionalista e não quer nem ouvir falar.Nunca tiva muitas oportunidades também de realizar esta fantasia, pois moro no interior e tenho medo das fofocas.

Mas a sorte resolveu me abençoar e a oportunidade que eu tanto esperava surgiu.

Há cerca de 2 meses, tive que faze uma viagem a trabalho, fui para a capital e lá chegando fiquei hospedada na casa do meu irmão que é casado e tem uma mulher bem gostosinha.

mas antes de continuar deixem-me contar como eu sou: alta, 1,75, cabelos ruivos, olhos castanhos cor de mel e tenho pernas e seios quesempre chamaram a atenção.

Pois bem, cheguei numa sexta feira e fui recebida pela minha cunhada, pois meu irmão não estava. Conversamos um pouco ela me falou das novidades, que estava a fim de engravidar, que tinha arrumado um novo trabalho, etc e tal.Almoçamos e fui dormir um pouco pois estava cansada da viagem. Lá pelas 4 da tarde acordo e vou a cozinha beber [água, mas qual não foi a surpresa quando me deparo com meu irmão e minh cunhada numa cena no minimo inusitada, eles estavam no sofá, ela sá de calcinha com as pernas abertas e ele com o dedo enfiado em sua vagina, ao mesmo tempo que ela enfiava o dedo no seu anus.Eu me assustei com a cena e acabei tropeçando e fazendo barulho. Eles me viram e eu sem ação, não conseguia sair do lugar.

Eles então continuaram a transa na minha frente e nossa que tesão eles tinham. Ela rebolava com o dedo dele na buceta, arreganhava as pernas, eçle metia um, dois, três dedos na buceta dela, enquanto ela permanecia com o dedo no cuzinho dele.Eu não me aguentei e comecei a me punhetar ali mesmo. Sentei no braço do sofá, tirei a calcinha, abri bem as pernas e mandei ver, foi umas das melhores gozadas da minha vida.

Mas ainda não foi aí a minha estréia, como era meu irmão, ninguém avançou o sinal, fiquei sá na de voyer.

Já a noite, depois desta cena, eles acabaram a transa no banheiro e saíram.Eu fiquei em casa e como estva muito excitada, peguei uns filmespornôs que meu irmão tem e fui assistir, procurando um que tivesse cena de mulheres juntas.Escolhi um dvd e fui tomar um banho para me refrescar e poder curtir mais a vontade o filminho. Demorei uma meia hora me ensaboando e quando saí do banheiro, ví que minha cunhada e meu irmão tinham chegado e junto com eles vinham uma moça que eu nunca vi na vida, mas que era muito bonita, tinha uma pele branquinha, cabelo preto liso na altura do ombro, corpinho mignon, o tipo de mulher que admiro e com umaq vantagem tinha lábios bem carnudos e uma bundinha de tamanho médio mas bem empinadinha.Eu a cumprimentei, seu nome era cíntia, era colega de trabalho da minha cunhada e tinha vindo dormir conosco.Fui até o quarto então e troquei de roupa,vestindo um short folgado e uma camiseta justinha, mas não coloquei calcinha pois quando estou em casa não gosto de usar. Fui para a sala para ficar com eles mas na pressa esqueci de tirar o dvd que já estava no ponto. Quando cheguei na sala meu irmão tinha ligado o aparelho e o filme começou, eu já ia me desulpar e falar que tinha esqueido mas para minha surpresa, meuirmão disse que gostava daquele filme e deixou rolar, fiquei meio aturdia, pois até aquele dia não achava que meu irmão e minha cunhada que eram tão certinhos curtissem esssas coisas, e ainda por cima tinha a cintia que encarou tudo na maior naturalidade.Então me sentei numa poltrona e fiquei esperandopra ver no que aquilo ia dar.Foi então que tudo começou: meu irmão puxou sua mulherpara o colo e começaram os amassos. Ele passava as mãos nos seipos dela, no bumbum, alisava a buceta por cima da calça jeans dela enquanto a beijava. Eu fiquei estática vendo mais uma cena daquela e acabei esquecendo da nossa visita. Quando dei por mim a cintia já estava nua da cintura pra baixo e enfiava odedo na buceta feito uma louca, enquanto alisava seus seios. Eu já estava toda molhada, com líquido escorrendo pelas minhas pernas, então olhei para o meu irmão que há esta altura já estava nu chupando a buceta da minha cunhada e fiz uma coisa que nunca achei que fosse capaz, eu me levantei e beijei a sua boca, para minha surpresa ele não sá retribuiu como ainda alisou minha buceta, a aprtir daí fiquei totalmente entregue aquela loucura e fui me aproximando de cintia, ajoelhei-me no chaõ e cqaí de boca naquela buceta molhada. Nunca tinha feito isso antes então fiquei meio sem jeito, mas foi sá no começo, porque rapidinho peguei o jeito. Eu lambia de cima a baixo, bem devagar, passava a lingua fazendo circulos no grelo e depois chupava com força, enfiava a lingua o maximo que podia na buceta e depois tirava e colocava o dedo, a cinti já estava sem controle dizendo que eu era muito gostosa e que ia gozar, eu continue sugando aquela buceta com vontade, enquanto ela se arqueava e eu aproveitei para enfiar o dedo no seu cuzinho, foi quando de repente senti umalingua quen te no meu rabo, olhei para trás e quase caio era meu irmão labendo meu cuzinho, era uma sesação nova pra mim, um tesão que nunca senti na vida, acho quetalvez por ser meu irmão eu estava encharcada e pdei para ele enfiar o dedo em minha boceta, ele fez melhor colocou uma camisinha e enfiou o pau inteiro de uma sá vez sem avisar, foi uma sensação indescritivel. Ele fiocava estocando com força e eu ia a loucura, foi então que ele tirou e sentou no sofá, aí minha cunhada foi e sentou na pica dele com vontade abrindo bem as pernas, quando eu vi não resisti e caí de boca, era uma loucura, eu cupava a buceta dela e lambia também o pau do meu irmão, aí cintia que tiha ficado sozinho se deitou nochao e não se fez de rogada, cuphou minha buceta com vontade, era meu sonho sendo realizado, uma julher me chupando era demais e gozei como nunca havia gozado na vida, me temia toda e dizia loucuras, palavrões, enfim flutuei com aquela sensação.

Quando acabei de gozar, minha cunhada também tinha gozado no que foi então chupara cintia qeu estava frenética com a cara toda suja da minha gozada, elas ficaram se lambendo num meia nove alucinadao enquanto eu vi meu irmão de pau duro, ele demora um pouco pra gozar(descobri isso nesse dia). Entao enquanto as duas se chupavam, eu caí de boca no pau dele, tirando antes a cmisinha para que ele sentisse o gosto pra valer. Mamei que nem uma bezerra faminta, chupando a cabeça, passando a língua na, chupando as bolas, engolindo ele inteiro até que ele gozou enchendo minha cara de porra ao que as duas cintia e minha cunhada vieram prontamente lamber. Ficamos as três chupando a lingua uma da outra. Mas não era suficiente, então nos deitamos no chão fazendo um triângulo, onde uma chupava a buceta da outra, até gozarmos novamente, enquanto meu irmão enfiava um dedo no cu(tara esta que até hoje não me cansa de surpreender).Depois desta ficamos desfalecidos no sofá, no chão. o aprtamento cheirava a sexo em todo lugar.ficamos uma meia hora asim nessa morgação até que desobri que tudo tinha sido idéia do meu irmão. que a cintia era lésbica assumida e que inclusive ela, ele e minha cunhada já tinham feito um menáge, então ele sabendo que eu gostava de ficar assistindo dvds de lesbianismo desconfiou e resolveu arriscar. Eu fiquei tão contente que sá pra agradecer fiz outro boquete nele dessa vez passando leite moça no seu pau. Ele foi à loucura. E quanto [á cintisa, n[ás dormimos juntas nessa noite, fizemos muito sexo sá que dessa vez mais calmo e suave, ou melhor diz3ndo nessa noite nem dorimos, ficamos nos chupando e nos lambendo a noite inteira. Acho que gozei umas cinco vezes e cintias outras tantas. Depois desse dia ela ainda passou o fim de semana conosco. Foi muito gostoso ficavamos andando pelados pela cqsa e toda hopra nos bolinavamos, nos esfregavamos uns nos outros e eu comi a cintia em todos os lugares da casa, era tudo natural.euchegava na sala sentava no sofá, areeganhava as pernas e lá vinha ela, ou então ia até minha cunhada e a chupava sem pena, colocava as duas de lado e ficava brincando com a buceta delas, ou então me deitava e ficava com duas bocas na minha buceta, Foi um delirio, mas o melhor foi quando meu irmão me revelou que era bi e trouxe um cara no domingo para come-lo, aí foi loucura geral, os 5 na sala se comendo, todo mundo chupando todo mundo, a gente se lambia,se esfreegava levava rola em tudso quanto é buraco, menos a cintia que sá gosta de julher. Tenho saudades daquele fim de semana, e quando puder irei pra lá novamente, sá que desta vez estou tetando convencer suavemente meu marido a participar. E quanto a meu irmão encaramos com naturalidade e hoje rolam papos quentes no msn com camera quando eles dois transam pra mim.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos levei uma rolada do meu filhocoroa me rasgou contocontos eroticos estuprada e gemendo gostoso issooo vaiiii nao paraconto a velha bundudawww.contos heroticos..uma jujuba bem comida...contos meu chefe me comeu e minha filhacontos foi sem quere comi a cunhada coroameu pau se alojou bem no meio daquela bundinha contosminha esposa deixa a buceta cabeluda e da pra o meu melhor amigo em relatoscontos eroticos com dialogo molestada pelo patraocasa dos contos marido pede para esposa por uma sainha bem curta e.provocacontos se caga na pica e gostaGostosas nao aguentam o tesao e traem em contosgozada na boca suelicontos eroticos amigos heterosRelato de suruba com fila para fuder bebadadei pro tarado contoscontos eróticos na saída do paredão comendo c* virgemesposa safada de biquini na farraVedeos de homens com crosdresserescontos eroticos podolatria chupando pes de noivas sRealizei a fantasia do meu colega e eu virei cornocontos eroticos hospital a tiacontos eroticos fodendo a mulher do pintorContos minha mae me arrombou com consolo grosso site casa dos contoscontos sogra e nora lésbicas fazendo tesouracontos euroticos porno tia lucia historia de novinha traindo marido coroa e trazendo boceta melada pra ele chuparpeguei meu sobrinho mexendo nas minhas calcinhacontos eroticos gay meu vizinho de dezenove anos me comeu quando eu tinha dez anosconto erotico gay meu amigo rasgou meu cuconto erotico infancia brincando sem calcinhaComtos eroticos dei pro tio jorge com pau minusculodepiladas muas na sauna contoscontos gay senta na minha piroca mulekeContos heréticos quadrinhos Barneyconto erotico incesto sonifero filhacontos eroticos assistiu escondidocontos eroticos fui estupradacontoerotico meu padrastomim comeuLora dismaiando no cu no anal em tres minutosContos engoli porra grossa grudentaCasa dos contos: Virgem na baladaputinha desde novinha contos eroticosconto erotico ele me encoxou no onibuscontos eroticos no cinemaBundinhas rrebolando no pauconto real meu vizinho me agarroucache:TjHC3uy6Jc0J:idlestates.ru/conto_5450_comi-xota-e-cu-da-maninha-e-o-cu-do-irmaozinho.html contos eroticos gay meu vizinho de dezenove anos me comeu quando eu tinha dez anosmeu sogro me comeu contos eroticosfui iniciado conto realminha tia mim viu de pau duro e mim deu sua buseta gostosa e boacontos eróticos esposa negona coroa bisexecotra coroa que.evie vido sexo avivoPorrnodoido dois traveti comendo a outra e ficando de pau duro contos eroticos de escrava de madamecontos de engates gays madurosCasa de conto a cadela priscilagenro se esconde no quarto da sogra gostosa de fio dentalcontos suruba inesperada com a esposa e travesticontos de amassos com colegascontos eroticos dopando a cunhadaConto o vizinho enfiou o pintão na minha pepequinha.Família contos eróticosconto meu marido insistiu no ménage e levou rola a forçaContos eroticos dei pro leke magrelo chamado Ricardocontos eroticos de virgem com velhosporno gay pai apostou cu para o vizinhoMeu sogro cheirou minha calcinhacontos vizinha dona de casa tetuda caida