Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

ENQUANTO A ESPOSA VIAJA...

Sou um leitor antigo deste site mas hoje vai ser meu primeiro conto. Espero que gostem.

Sou branco, 1.90m, nem forte nem fraco, coxas grossas, estilo serio, uso oculos e dizem que sou bem dotado.

Minha esposa viajou para outra cidade ah um mes, e por estar formando no fim deste ano tive que ficar. depois de um mes sem sexo acabei ficando muito carente e como uma ex namorada ficou me ligando durante esse tempo com a desculpa de estar com saudade, reunir os amigos e etc. resolvi aparecer na casa dela.

em uma sexta depois de sair de uma aula chata estava com muita vontade de transar, ja estava mais de um mes sem nenhum sexo e o pior que tinha isso dia sim dia nao com minha esposa. estava passando por um mal tempo. entao liguei para a "linda" e perguntei o que ela estava fazendo e se pudia encontra-la. ao chegar na casa dela fui convidado a entrar e descobri que sua filha estava na casa do vizinho jogando e iria demorar algumas horas. fomos direto para o quarto dela e deitamos um ao lado do outro sem o menor sinal de tesao, eu como sempre esperei uma reacao dela para mostrar minha real intensao. ela estava maravilhosa de vestidinho solto e curtinho, o que ao deitar deixou suas pernas amostra o que me deixou com muito tesao, ficamos conversando sobre velhos amigos, saidas, encontros e desencontros... ate que cheguei perto do rosto dela e parei esperando sua reaçao ao que fui prontamente atendido com um beijo molhado, ficamos nesse beijo molhado e gostoso, alternando entre mordidas e chupoes ate que levei minha mao as suas coxas, nesse momento ela pareceu relaxar e soltar seu corpo abrindo levemente suas pernas, continuamos beijando hora forte e com sofreguidao hora suave sentindo cada centimetro dos labios e linguas. fui subindo a mao ate chegar em sua bunda e por baixo do vestido apertei e passei apenas a ponta dos dedos deixando ela toda arrepiada, enfiei o dedo na sua rachinha e percebi que sua calcinha estava enxarcada, ela gemeu gostoso e mordeu meu labio, senti meu pau latejar dentro da calca, ela pulou em cima de mim e com grande maestria tirou minha calca jeans, nossos corpos estavao em braza, sentia o cheiro de tesao no ar, tirei seu vestido e chupei com grande vontade os seios, lambendo cada pedacinho e quando chegava nos bicos dava mordidinhas alternado os seios, enquando mordia e chupava um apertava o outro com a mao, ela precionava sua chaninha molhada contra meu pau e gemia gostoso, falava em meu ouvido que nunca tinha me esquecido e que hoje ela ia dar um show de buceta, ela beijou minha boca e foi descendo lentamente me chupando todo ate chagar no tao desejado e brincou com ele, chupando e lambendo dos lados, enquanto isso ei fazendo um movimento de vai e vem com a mae fazendo me contorcer de prazer, comecou a lamber meu saco, chupando minhas bolinhas, pegou meu penis bem na base e colocou ele na boca com muito carinho, como se fosse um sorvete delicioso na boca e comecou lamber a cabecinha, continuou chupando e falando que era isso que gostava de uma rola dura na boquinha, se eu gostava de fuder a boca de uma putinha e que hoje ela ia me dar um presente. puxei ela novamente para cima de mim e deitei ela na cama, tirei o resto de minha roupa e comecei baijando sua boca puxando seu cabelo, desci para seu pescoco e comecei a morder, ela passava suas unhas em minhas costas e falava, chupa sua putinha, chupa, desci para seus seios e chupei com forca cada um desci para sua barriguinha e lambi cada cm, ela se contorcia desci mais um pouco e comecei a tirar sua calcinha enxarcada com os dentes... ela abriu as pernas e falou me fode, por favor me fode, ai falei que agora era minha vez de brincar, lambi sua virilha esquerda, bem pertinho de sua raxa depois lambi a direita, ela puxou meu cabelo forcando minha boca em direcao a sua grutinha, entao passei a lingua de baixo para cima e ela soltou um gemido longe e profundo, pude entao sentir o sabor daquela mulher, gostoso sabor de puro tesao, enfiei a lingua fundo e depois subi ate seu grelinho e fiquei brincando com a ponta da lingua, ela puxou meu cabelo mais forte e fechou suas pernas, em outro grito ela gozou na minha boca melando toda minha cara com seu gozo, enquanto ela gozava eu continuei chupando sua xoxotinha com forca. ela se jogou na cama e eu pulei em cima dela e beijei sua boca com muito amor, ela ao sentir o proprio sabor pareceu despertar novamente e me puxou com forca o que me fez enfiar tudo de uma vez em sua raxa e como estava mais do que lubrificada entrou sem a menor resistencia. ela gemeu gostoso com uma mao segurei o seu cabelo e com a outra a abracei e segurei seu ombro enfiando minha pica em sua xota num ritmo rapido e com força, ela respirava muito forte e falava palavras que eu n conseguia entender,continuamos assim ate que diminui o ritmo, ela virou de costas e continuei enfiando fundo dando estocadas ate sentir sua bunda encostar em mim, a cada estocada ela gemia forte, e mordia o traveseiro, ate que ela comecou a forcar seu corpo contra o meu e explodiu em um novo gozo cheio de paixao, gozou tanto e tao forte que melou ate minha barriga. sai de dentro e ela pediu para ficarmos em pe, ela apoiou suas maos no guarda roupas e empinou sua bundinha e falou agora e sua vez, fode meu cuzinho, eu nao acreditei, pois ninguem nunca tinha feito isso comigo, ninguem tinha tido coragem, sem esperar ela se arrepender baixei e dei uma lambida e cuspi bem em cima daquela florzinha que iria arrombar, segurei em suas ancas e apontei o rapaz e a cabeca entrou facilmente ela estava muito melada e com muito tesao, ela falou agora enfia logo, empurrei mais um pouco e ela estremeceu toda, agarrei com forca e ela gritou, enfiei todo ate encostar o saco em sua bunda, ela entre tesao e prazer pedio p ficar parado assim ate se acostumar, e depois de uns cinco min, comecei um vai e vem lento ate que n encontrei mais nenhuma resistencia e senti ela jogando seu corpo contra o meu, comecamoc um vai e vem forte, ela apertava meu pau com seu anelzinho agora deflorado, o que em pouco tempo me fez explodir num gozo fenomenal. caimos abracados em sua cama exaustos e suados.

Ela falou que nunca tinha dado a bundinha e que esse era o presente que sempre teve vontade de me dar soh que soh agora teve coragem, fomos tomar um banho juntos e logo bateram na porta. era a filhinha dela que ja tinha voltado para casa.

marcamos de nos encontrar novamente ...

mas essa vai ficar para outro dia.



caso gostem do meu conto gostaria de receber comentarios, quem sabe assim descrevo outras aventuras...



[email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos massagem incestovidio porno u homen gozano na buseta po sema dacasinhaconto erotico madrinha pediuContos comi a racha da minha maemeteno grandes obigetos redondo na buçetauma coroa da bunda grande do cabelo liso e peidando a b***** para o cachorrochupando uma bct de novinhas dormindo indefesascontos eroticos entre irmaotenho traços femininos cu conto eroticocontos de mulheres casadas que colocaram o dedinho no rabinho de seus maridos e eles adoraramporno traviti daboda grande"voce e muito corno"pegando casada na.cadeia comtos eroticosminha mulher e travesti contos eroticosconto erotico minha mulher nua na frente do paicontos eróticos de traição de casadas testemunhas de Jeováfamily sex 2 - contos eroticosContos mulher coloca silicone e vira putaduas puta no busao contossadico estrupo prima contos reaiseu estava louco pra chupar atravesticontos eroticos casada e o farmaceitico negaodei tanto minhA buceta no carnaVaL q to toda ardidacontos porno com vigilantes mulhercontos: safadezas de um velhocontos travesti que sai leite dos peitoscontos eróticos comendo a minha filha caçula na viaquero ver duas mocinhas branquinhas estragando a bucetinha na outraconto coroa chupando piroquinhacontos minha mulher transava e me beijavanega dançando agachadinho com a mão na periquita em cima da camaconto erotico gay: transando com um amigo japonescondos erodicos perdendo virgindadepraia guaratuba contos sexocontos eróticos encontrar minha antiga namorada depois de 30 anosxvidio cu mas floxo e da peidiporno comtos corno vendo cu da mulher depois que negao aromboucastigando mamilos com grampos contocontos eróticos de gatinhas novinhas dando para super hiper dotadoscontos eróticos comi a bunda da minha tia enquanto meu tio dormircóntos eroticos eu e minha irmã chupa pau de traficantecontos erótico comadre desmaiou marido chupando a x*** delacontoseroticoscabacinhosexo com a namorada do meu filho anal e ela gritacrossdressing miudinhairmã transformassem roupa vídeos pornô doidocoto erotico transex e novinho teenconto erotico de fui comida pelo amigo do meu esposo insperadamenteContos na lua de mel o corno lambeucontos eróticos foi andar sem causinha e se ferrrouConto erotico virando gay cem quere e a força e chcasada recebe proposta indecente contossexo Sátão garotas da noite prazer contos eroticos gay femeacontos eroticos espertinhaDesvirginando a sobrinha de 18 anosmae pede pro filho ajudar escolher a lingerie incestocontos minha namorada me fez corno com vizinho marrentominha esposa chupando um pitao na miha frentecontos eróticos de negrinhas que gosta de fuder com homem brancos mais velhosContos Bota no cu tiozoofilia contos eroticos homem fudendo co éguas.brContos eroticos como chantagieinovinha andando de camisola dentro de casa so pra provocar pornoContos Eróticos. de Minha Madrinha Veraconto erotico polyana menage contos eróticos-leite condensadocontos encoxando mulher do amigocontos minha mulher olhando o volume do caramamae japonesa me bolinandocontos eroticos titio na praiaeu confesso me.arretando por baixo da mesaxupando u pau dos piao tudo no sexo gostosoboquete no casado contocoto erotico transex e novinho teenConto porno marido repartindo a mulher com cachorro de rua zoobem o qye vou contar pra voces e o seguinte sou casado e minha esposa e loiraifeta sandalilhaconto erotico arrombei o travesti do baile funk