Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

PUTINHA SUBSTITUTA 2 (ME ASSUMINDO PROSTITUTA)

Oi, para quem não leu o começo de minha histária, “putinha substituta” é importante ler para compreender a continuação. Sou morena clara, 1,68m 59kg, seios grandes. Sou de Porto Alegre, tenho 26 anos mas na época tinha 18. Desde bem nova já chamava mt atenção devido ao desenvolvimento prematuro dos meus seios. Continuando a histária, “meu primeiro cliente” se levantou, vestiu-se e saiu. Eu ainda nua o acompanhei até a porta e a tranquei. Como não tinha gozado, ainda estava cheia de tesão. Voltei ao sofazinho onde ele havia me devorado e com o pau de borracha socado na xota e masturbando meu clitáris, gozei. Na mesma hora o arrependimento por ter feito aquela loucura bateu, reorganizei a sala peguei minhas coisas e fui embora pra casa com uma mistura de arrependimento e satisfação. No ônibus, tinha a sensação de que todos sabiam o que tinha feito e isso me fazia sentir ainda mais puta. Os dias que se seguiram não conseguia tirar da cabeça aquilo tudo e de férias da escola então, “mente vazia moradia do mau”. Me masturbava todos os dias pensando naquilo, me imaginando novamente lá atendendo muitos clientes, um atrás do outro e todos me pagando os mesmos 40 reais. Então fiz o cálculo, seu eu atendesse 5 clientes a 40 reais tiraria por dia 200 reais fácil e trabalhando 20 dias no mês então eu teria 4000 reais. Era dinheiro mt fácil embora o dinheiro fosse apenas um incentivo ao meu tesão pois o que eu adorava mesmo era me sentir uma puta bem barata dando o “alívio desejado” a cada cliente meu. E foi assim que o tesão foi aumentando a cada dia e então numa noite, em plena masturbação, decidi voltar lá no dia seguinte e me tornar a puta mais frequentada do prédio. No dia seguinte acordei as 19 horas com o barulho da minha mãe saindo pra trabalhar. Instantaneamente o tesão me invadiu novamente mas pensei comigo mesma: “nada de siririca hj putinha, hoje tu tens muitos clientes pra atender”. Tomei café, me vesti normalmente e saí pra parada de ônibus rumo ao centro. Decidida, procurava nem pensar em mudar de idéia, e já me divertia pensando o que eu iria fazer com o dinheiro que ganharia. Chegando lá, novamente com um pouco de vergonha, entrei na sala e fechei a porta...liguei o fio do telefone e tratei de ficar mais a vontade pois não poderia receber meus clientes da forma como vim vestida. Tirei a calça jeans ficando sá de calcinha (branca, de lacinhos) e tirei tb o soutien ficando de blusinha e bem indecente, já que tenho os seios grandes e sem o soutien eu ficava mt puta. Era umas 11:15 e nada do fone tocar e nem ninguém a bater na porta. Alisava a xana com um gelzinho anestésico já prevendo que meus clientes não seriam nada cuidadosos na hora de meter. Já estava ficando preocupada qndo o fone tocou a primeira vz, atendi, me perguntou qnto era, se estava livre agora e disse que em 19 min estaria aqui e desligou. Apesar de decidida fiquei nervosa mas não iria voltar atrás. Por ironia agora o fone não parava mais de tocar, atendi mais 1, 2, 3 e já mais a vontade comecei a provocá-los por fone, dizendo que era sá 40 reais, que eu fazia bem gostoso, que eles iam se tornar meus clientes fixos. Um deles me perguntou se eu era mesmo bem putinha e disse que queria que eu gemesse bem alto e gritasse qndo ele estivesse me comendo. Eu respondi que faria como ele quisesse e ele respondeu: “É, eu sei que vai gritar bem alto qndo levar meus 20cm na buceta”. Adorei ouvir aquilo e antes que eu desligasse o fone alguém bateu na porta. Eu disse: espera um pouco que estão batendo a porta. Fui olhar e era mesmo um cliente. Mt nervosa gritei para ele lá fora: Já vai!!...e voltei ao fone. Disse que eu o aguardava mas que agora eu ia atender. Ele resp: Espera!!...não desliga, deixa o fone fora do gancho que quero ouvir se vc geme gostoso mesmo. Nessa hora minha xota se escorreu toda. Eu disse: está bem, agora vou levar pau e gemer bem alto pra ti....fica aí bem quietinho sá ouvindo tá. Ele concordou, eu escondi o fone embaixo da mesa deixando-o o mais práximo possível do sofazinho. Corri pra porta, respirei fundo e a abri. A visão não era nem um pouco animadora, mesmo assim eu sá pensava em dar. Ele entrou e me perguntou qnto era, eu disse 40 reais. Ele me pagou e eu lhe dei uma camisinha. Foi até o banheirinho e já voltou nu e com a camisinha no pau. Me perguntou se tinha algum lubrificante e eu lhe dei o KY pois já estava com o gel anestésico na xota e na bundinha. Pediu pra mim ficar de joelhos no sofá, eu fiquei e ele me penetrou por trás na buceta, sem rodeios e começou a bombear me segurando com uma mão pela cintura e com a outra pelo ombro. Metia com força e por vezes batia na minha bunda, então ele pediu pra eu abrir meu rabo com as duas mão. Assim tive que ficar de joelhos e com o rosto no sofá com o rabo bem empinado e abrindo minha bunda. Ele adorou pois me comeu com força me chamando de vagabunda. Então lembrei que tinha que fazer um showzinho pro cara do telefone...comecei a falar bem alto: Vai! Fode essa buceta...come a tua vagabunda, come....AHHHH....gostoso....estora a minha buceta. Ele atendeu meu pedido me segurando pela cintura com as duas mãos e metendo com toda força. Metia até o fundo e as bolas estalavam na minha xota. Nessas alturas eu gritava bem alto, acho que podiam me ouvir até fora da sala. E ele socava e socava e eu adorando e abrindo bem a buceta. Então perguntou se podia gozar na minha boca.....eu disse que não, que com gozada na boca era mais caro e que eu queria levar na buceta até o fim. Ele disse.....eu pago....quero na boca e antes que eu pudesse retrucar, tirou o pau da minha xota, arrancou a camisinha e me levantou me deixando sentada no sofá na frente dele.....me pegou pelos cabelos puxando-os pra trás e me mandando abrir a boca. Bateu por cerca de 1 min e gozou na minha boca e cara. Deixei escorrer o que tinha caído na boca e ainda me segurando nos cabelos me fez chupar o pau dele dizendo pra eu deixar bem limpo que ele tinha que voltar pro trabalho. Serviço pronto ele foi ao banheirinho se vestir. Ao sair estendeu a mão me dando uma nota de 5 reais dizendo que era pela gozada na boca. Eu, que não era puta, me senti ofendida....disse: Sá isso?! Tu não tem vergonha? Ele disse: desculpa gata, mas hj eh sá o que tenho...na práxima te pago mais. E como se não bastasse, desceu os olhos até meu busto e espantado falou: Nossa, eu não tinha visto isso....que peito lindo tu tem. Posso vê-los? Achei que era mt desaforo mas como ali eu era uma prostituta disse que sim. Ele pegou nos dois, por cima da blusinha mesmo e apalpou, apertou e como quem tira um melão da sacola tirou uma teta pra fora da blusa. Me sentia totalmente usada, toda puta. Então tirei as mão deles e disse: chega! Tu não ta pagando por isso. Ele disse: é melhor mesmo eu ir....já to ficando de pau duro de novo. E se foi. Foram os meus primeiro 45 reais do dia. Voltei ao telefone achando que meu cliente já tivesse desligado e pra minha surpresa estava enganada. Ele disse que adorou ouvir aquilo tudo batendo uma punheta e que infelizmente já havia gozado. Disse: hoje tu me escapou mas amanha tu não escapa. Quero ver se vai aguentar meu pau na tua bunda e vou gozar na tua cara pelos mesmo 5 reais que ele te pagou. Pode esperar. Não retruquei nem nada pois estava adorando aquilo tudo. Lembrem-se que meu maior objetivo não era o dinheiro e sim exatamente aquilo que eles estavam fazendo....me tratando como uma puta. Era recém meio dia e quinze, o movimento estava sá pra começar e eu já tava bem comida e com uma gozada na cara. Ainda explodindo de tesão, pois não tinha gozado, fui tomar um banho e me preparar para o práximo cliente. No banho, apliquei uma segunda dose do gel anestésico na buceta e na bunda e lá estava eu, pronta para os práximos e ainda longe da minha meta de 200 reais (5 clientes) para aquele dia. Ainda tenho muito pra contar....aguardem a continuação e quem quiser pode entrar em contato. BJ Regina.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos de dei o cu para um jumento Negrãoconto erotico mulher gravida e marido com a sogda veia juntasConto meu marido me devorou na madrugadacontos eróticos de novinha dando para garanhãocontos eroticos menina com pedreirocontos eroticos solteira vendidagozada de servente no cu do pedreiro com muita porrafui iniciada em zoofilia desde pequenacontos de mototaxista e gayfui currada na frente do meu maridocache:GAEDmAeFVBUJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_18319_fodendo-gostoso-minha-paciente.html contos meu genro fez virar p*** deledescobrindo que o primo gosta de rolacontos de incesto de maes treprando com filhosvou ja ja no meu bucetao gostosoCOROA DEIXA CALÇINHA Á MOSTRA EM IPATINGA-MGcontos chupei minha namorada a forçarelatos eroticos tornado femeaContos o carcereiro comeu minha bucetaesposinha submissa apanhando na bundacontos eróticos engravidei de um garotocontos eroticos chatagiada a beber espermastia peruca gosta de chupar pau e a buceta sai muita gozamulheres damdo a nisetamulher goza gostoso loucamente delirantecdzinha dedos no cu esposa contocontos comi minha avó fez para eu poder a buceta delacontos eróticos comendo a coroa caipiraContos Mamadas no paizimchantagem mãe contoconto erótico na beira da estradacontos eróticos de bebados e drogados gaysver conto veridico minha baba abusado por minha bababundinha com calcinha sensual da virgemencontrar vídeo de sexo amador com mulheres gordinhas do Arraial do Cabo viciadas em analconto porno come o cu da minha cunhada e a amante e sua amigacontos eróticos-leite condensadocontos eróticos mulher vai ate afazenda trepar com capatazContos erotico ferias quentes cinco o retorno do titio pegadorcomendo o cu da lais e amiga olhando conto erotico gay meu amigo rasgou meu cuminha tia querida bota roupas curtas e eu fico com tesão doido pra comer ela mais tenho vergonha o q façocontos sexo gostoso numa estrada deserta e na motocontos mae obrigada a foder com o filhovideo porno cu virgem pau grande grosso aiiiii tira ta doendo sai paraemtiada fas sexo e masseje em padratocontos zoo com cadelasContos eroticos minha esposa rabudacontos meu marido dxou o amigo dele me massagiarconto erotico estuprada de mini saiasendo chatagiada a fufer contos por amigocontos de incesto por chantagem do filho com a maenovinha abrindo as pernas aparecendo a poupa da bumda e os beiços da bucetacontos eroticos bissexual casado fui na chácara e transei com o caseiro do vizinhotodos foderam ela contosmeu cao meu machoconto erótico vesti cinta liga pro meu filhominha primeira traiçãocontos meninas custosas bucetasvirei cadela contos gayscontos cunhadas gostosascontos eroticos de mulheres a adora surubasou puta e pratico zoofiliaencoxadas socando com força reçentecontos adoro pau desde pequenabucrtinas novinhasmeteu o dedo na minha bundinha contoeu quero ler contos eroticos com mulheres que adora da pra homens da pica de cavalopAi pegador filha a fossa no quarto pornoconto ganhando mamadeira de porraconto gay aloprado gostoso virei putavi meu afilhado peladoContos entiadas apanhando para submeter ao sexocontos eroticos meu marido fes churras na chacara dei para seus amigosconto erotico tentei comer o cu delacontos meninas novinhasflagrei minha esposa dado para nosso filho cotos eroticocontos eroticos separou pra levar picaconto erotico mulher gravida e marido com a sogda veia juntascontos Recém casada traindo marido com dono da casatexto erotico no inverno com o enteadoconto erotico conchinhaminha cunhadinha e virgens peguei a forcaConto cafetao de madame casadacomo fazer pra minha sogra ter tezao por mimContos eróticos de noravideo de sexo fetiche mastubaram a buceta dela com varios consodos grandescontos porno traca troca amiguinhoConto de homem de deu para Fabiola voguelcontos eroticos gay o pastor me comeuFilmei minha chupando estranhos na porta do carrocontos comendo o cu da sograconto eróticos do sobrinho do meu maridoContos eroticos coroa tarada chama dois travesti pra tomar banho d piscina em casacontos eróticos padres heterossexuais