Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

PAIXAO, CONFUSAO E SEXO - PARTE 1

Era um dia como outro qualquer no curso que eu fazia...

Quando cheguei entrei na sala e coloquei os cadernos sobre a cadeira e fiquei conversando com umas amigas minhas.

Então passou aquela mulher linda pelo corredor o que chamou minha atenção na mesma hora e sem pensar sai atrás para ver quem era...na sala ao lado da minha ela entrou então chamei uma menina conhecida e perguntei quem era e ela me repondeu que era a nova professora delas.

Fiz uma cara de quem queria saber sá por curiosidade mesmo e depois sai pra assistir aula, mais que nada, puro engano da minha parte porque aquela mulher não saia da minha cabeça.

Na hora do intervalo fui pra uma aréa reservada nos fundos do colégio beber um pouco de agua e ficar sozinha...ao chegar enchi um copo de agua e fiquei olhando o ceu e pensando em como aquela mulher que passou na minha frente apenas por 3 segundos tinha me chamado tanto a atenção.

Estava envolvida em meus pensamentos e surpresa com minha reação quando de repepnte ouvi uma voz ao meu lado:

- Oii?

Deus do céu quando olhei meu corpo todo tremeu...era ela, estava ali do meu lado, falando comigo e não entendi porque eu estava reagindo daquela maneira, a única coisa que consegui dizer foi:

- Oi...(meio tremulo, quase não saindo a voz)!

- O que está fazendo aqui atrás sozinha?Era pra você estar lá fora conversando com suas amigas...(risos).



Eu sorri juntamente com ela e então sentamos numa das mesas que tinha lá:

- Você costuma se isolar assim das suas amigas?

- Nem sempre, sá quando estou com a cabeça meio ocupada com problemas que tenho que entender melhor.

- Ahh sei muito bem como é isso, quando brigo com meu marido também fico assim.



BOMBA...meu deus ela é casada, fiquei paralisada por um momento sá tentando assimilar o que ela tinha acabado de me falar e ntão ela perguntou:

- Problemas com o namorado?

- Não, não tenho namorado...(quase que a resposta não saia)!

- Ah não creio que você seja sozinha, uma moça tão bonita?

- Pois é sou sim...

- È esses homens de hoje me dia não enchergam mulheres pra assumir compromisso sério so querem ficar.

- Mais também nao estou no momento disponivel para relacionamentos não sao muito complicados e voce é casada a quanto tempo?

- Ha mais ou menos uns 7 anos.



Nisso toca o sinal de volta as aulas, ela se levanta e sai andando dai olha pra tras e diz:

- Outro dia a gente conversa melhor com mais tempo.



Assim se passaram os dias, algumas semanas e um belo dia fui chegando atrasada no curso e quando entrei na sala para minha surpresa ela estava la, parei no mesmo instante, então ela sorriu e disse:

- Sou sua nova professora, não vai me cumprimentar não?

- È..então parabens ne?Acho que sim, sei la eu vou me sentar aqui e assistir suia aula certo?

- Bom e isso que eu espero que voce faca...

- E eu irei fazer isso, so isso.

- Tem certeza que e so isso?...( e voltou a dar a aula sorrindo)!



Fiquei meio sem entender nada mais continuei sentada sem esboçar nenhuma reação.

Uma semana depois estava na rua passando por uma loja e então entrei e qual não foi minha surpresa quando encontrei ela com o marido.

- Ei você por aqui,vem cá, vem conhecer meu marido.



Então ela me levou e eu conheci aquele homem sortudo e ao mesmo tempo fiquei com raiva dele e isso me fez ficar sem graça fazendo com que ela notasse, então dei uma desculpa e sai dali o mais depressa possivel.

Passei então a evitar ela, sá ficava perto dela dentro da sala pra assistir aula, e com isso ela foi notando que algo havia de errado no meu jeito de comportar-me.

Um belo tempo depois eu estava estudando a tarde na biblioteca do curso quando ela se aproximou e sentou-se:

- O que está acontecendo com voce?Não gosta das minhas aulas?Não gosta de mim?Qual é o problema?

- Não, não e não, o que faz você pensar que eu não gosto de você, nem das suas aulas?O problema não é com você, é comigo, eu apenas prefiro ficar sá no meu canto.

- Você esta com problemas em casa?Porque você não conversa comigo?Sou sua professora e tambem quero ser sua amiga.

- Você não entenderia é melhor deixar as coisas como estão.

- Você que sabe precisando de alguém pra conversar e so me procurar, esta meu o numero do telefone da minha casa e meu cel também ok?

- Ok, se precisar eu ligo.



Então ela se levantou e saiu, não sei porque mais senti um clima estranho entre nos, senti uma atracão da parte dela tambem, mais achei que estava me enganando.

No fim de semana teve uma festa do curso, era para todos, alunos, professores, diretores, coordenadores, todos em geral sem excessao.

Era um luau numa praia meio deserta, quando cheguei uma amiga tratou logo de me dizer que ela estava la, estava linda e o melhor de tudo estava sozinha!

Fiquei perto da fogueira e olhando pro mar, bebendo bacardi com sprite, quando de repente alguem me abraçou por tras:

- Pensei que você não vinha mais, não acreditava que minha melhor aluna não viria.

Quando me virei e olhei era ela...ah deus estava linda, meu coração disparou, minahs pernas começaram a tremer, eu suava masi que tudo, então comecei a gaguejar:

- Eeeu vinha so que, que atrasei por causa do, do, do meu amigo.

- Isso não importa, o que interessa é que você esta aqui...e ai esta melhor?Esta disposta a me aguentar a noite toda?So que nao como professora e sim como uma companhia..

- Ok tudo bem eu faço esse sacrifico.

Comecamos a rir juntas..entao ela pos o braco por dentro do meu e saimos para pegar uma bebida.



Conversa vai, conversa vem, alcool vai, alcool vem...ela se controlando e eu nao, entao ja estavamops sentadas bem distante do pessoal, de toda festa, so conversando eu e ela, então ela virou e perguntou:

- Porque no primeiro dia que a gente se viu voce veio atras de mim?

- Não sei foi impulso, pura curiosiadade talvez pelo fato de ser um rosto novo no curso.

- Ah ta....

- Porque esse "ah ta"?Voce esperava que fosse pelo o que?

- Nao sei, talvez...sei la, bom deixa isso pra la.

- Nao, nao me fala...o que e que tem?Custa tanto voce expor suas opinioes e pensamentos?

- Sei la pensei por alguns instantes que voce tinha ido atras de mim por que tinha se sentido atraida por mim.

- Como?

- Nao fique ofendida so foi um pensamento.

- Nao estou ofendida mais o que te levou a pensar isso?

- Nao sei, sei la, porque nao sou mulher de despertar desejos em outra mulher nao e?(risos)...

- Sim com certeza voce tem tudo o que um homem e uma mulher gosta...

O silêncio reinou no ar enquanto ficavamos olhando uam nos olhos da outra:

- O que e isso que esta acontecendo voce pode me explicar?

- Nao sei do que voce esta falando.

- Sabe sim e foi por causa desse seu olhar que eu perdi meu sossego e minha paz.

- O que tem meu olhar, nada demais como de outra pessoa qualquer.

- Não, esse seu jeito de me olhar, me tira o raciocinio, nao consigo nem me concentrar mais em nada, nem no meu marido, quando estou com ele so me lembro do jeito que voce me olha.

- Me desculpa nao e por mal so que eu nao posso controlar o que eu sinto, o que eu desejo.



Nesse momento ficamos mais pertos, sentadas lado a lado e o rosto um perto do outro:

- Eu pedi pra ensinar sua turma pra ficar perto de voce, nao consigo te tirar da cabeca desde que eu te vi da primeira vez.

- E eu nao consigo tambem.



Então aconteceu o beijo mais maravilhoso que alguem ja me deu..a boca dela media, bem carnuda e vermelhinha, total delicadeza ao encostar os labios nos meus, a lingua uma delicia, eu chupava com toda vontade.

Dai ela sentou no meu colo e comecamos a nos acariciar, nso esfregando bem devagar, eu passava a mao no corpo dela e ela passava a lingua na minha orelha.

- Eu nunca beijei uma mulher antes.

- Existe uma primeira vez pra tudo na vida.

- Nunca nem imaginei estar com uma mulher, o que eu faco?

- Apenas deixa eu fazer e eu te ensino certo?

Voltamos a nso beijar e entao deitei ela na areia e fui tirando seu vestido bem devagar.

Que coisa linda ela nua ali na areia sob o luar, comecei a beijar seu corpo, e ela gemia baixinho, depois suguei seus biquinhos ate ficrem vermelhinhos e enquanto eu sugava os seios dela, ela sussurrava:

- Ai que gostoso, nao para por favor.

Fui descendo e beiajndo sua barriga ate chegar no ponto exato, abri suas pernas devagar e fui beijando e mordendo as coxas dela, bem devagar, cheguei na buceta dela e entao comecei a passar a ponta da minah lingua, ela comecou a enlouquecer:

- Ai que gostoso...

Comecei a chupar ela toda, a enfiar minha lingua bem fundo e tirar, chupei, chupei e ela gemendo:

- Ai que delicia...

Coloquei meus dedos e comecei a fuder ela bem gostoso, ela aumentou os gemidos eue aumentei a velocidade dos meu dedos entao ela gozou...ali nos meus dedos.

Eu deitei do lado dela, entao ela se virou e me beijou:

- Ai eu nao sabia que era bom assim.

- Mais e, mais e....

- Nao e toda mulher, e so voce porque o meu tesao e em voce.

- Estamso empatadas porque nesse momento meu tesao e todo por voce tambem.

Entao ela vestiu a roupa e saimos dali juntas!!

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eróticos bebadacontos eróticos pra lésbicas miga sapataporno conto relava aquele peito em mimf****** a b******** da filhinha inocente contos eróticoscontos mostrando o piru para a vizinhaFuderan meu cu e minha esposa ajudou os carasboquete no casado contopapai - contos eroticosContos minha sogra quis medir meu pauconto erotico incesto sonifero filhaconto erotico barzinho depois servicorelatos porno incesto lasquei o cuzinho da sobrinha moreninhacontos de mulheres pegano carona indo no coloconto erotico colegiais sexo entre familiaxxx videos mulheris bem safadas que brinca com o pauzinho pequeno do marido tampinhacontos dormindo com a tiacontos incestos minha mae vio meu pao me estruparcontos porno obrigada engolir porra com muito nojoconto banho com tia timidaconssegui um cabacinho pro meu cunha do tira contoContos eróticos seduçãocontos eroticos mamãe apanhandominha piroquinha dura no cu do molequemaisexo contos no.meio das coxasContos eróticos à força de negros brutosContos erotico ferias quentes cinco o retorno do titio pegadorDona Florinda chupando a rola de Seu Madrugacontos eroticos com padrasto negro gozando dentroele me comeu a xana sem medo contos eroticoscontos gays o novinho do futebolcontoseroticos foi fuder no mato e foi comida por malandrosconto erotico eu era virgem mas o pau erafinocontos eróticos férias com porraxvidio travesti ta duendocomendo a noiva do otario contos eroticosporno gey pegando priminho adolesente e jovem tanbemaluna coroa contowww.contos eroticos patroa trai marido dando cu pra manino novenho pauzodoconto esposa exibicionista sensual pra molekcontos eroticos meu amante adora me agredircontos eroticos minha mulher virou amante doscontos erotikos comendo o cu da minha madrinhacache:GAEDmAeFVBUJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_18319_fodendo-gostoso-minha-paciente.html contos erotcos de estrupo de virgemcontos eroticos de despedidas de solteiraconto gay carona rebolei calcinhacontos de negão advogado comendo loira clientecontos de incestos e orgias entre irmas nudistastenho traços femininos cu conto eroticomulher na siririca na hora de gozar o caminho piscaContos eróticos entre parentescoroa me fudeuminha esposametendo com travestis contosacademia eroticacontos eróticos ensaioContos eroticos tristeza primeira vezConto comi minha mae no celeiroquando eu peguei a minha priminhacontos a minha prima Caçulagay seduzindo hetero abaixando preso da casa so pra transareu corno de putaconto erotico comvidando visinha pra fuderfilha de diplomatas conto heroticoporno doido filho comeno a sua mae baixinha peitudacontos eroticos a mae do meu amigofoto de travestis arreganhadas de frenteporno travesti comendo mulheriu dandoxvidio negro do pau grande ofereci diero pra minha mulher troca sexocalcinha pedreiros conto eróticosrelato conto: meu me incentiva a usar roupas provocantescontosminha enteada gosta de dar a bundscontos eroticos viadomanuela pedreiro contos eroticoscontos porno traca troca amiguinhobrincando de casinha conto eroContos punheta duplacontos erotico meu pai e meu tio armaram pra fuder eu e minha prima