Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MOSTRANDO O PAU PRA UMA NINFETINHA

Minha namorada tem uma afilhada de 19 anos que sempre recebe algumas amigas da mesma idade em casa. Costumamos ficar juntos nos fins de semana e uma destas meninas me deixava doido. Esta tem 19 anos e sempre usava roupas curtas e coladas. Moramos perto e acabei encontrando com esta menina na porta do meu apartamento. Minha esposa estava no trabalho e eu estava de folga. A menina estava voltando da escola e me viu passar. Ela me chamou e logo reparei na saia curta que ela usava. Ela tem as coxas bem grossas e delicadas. Realmente era bem safadinha e percebi que era do tipo que gosta de provocar. Ela me perguntou se podia usar o meu banheiro e eu claro que concordei.



Subimos ao meu apartamento e ela foi direto ao banheiro. Quando saiu foi para a varanda. Ao passar por mim na sala percebi que estava sem nada por baixo da blusa da escola. A blusa estava propositalmente mal abotoada e deu pra ver uma parte dos seios dela. Percebi que ela queria me provocar e sentei na cadeira da varanda. Desta forma eu conseguia quase ver sua bunda. Perguntei se ela gostaria de ver o restante da casa. Ao entrar no meu quarto ela pulou na cama e isso levantou sua saia. Deu pra ver sua bundinha por alguns segundos pois ela logo virou de volta pra mim. Notei que ela tentou ver se eu estava olhando. Ela queria mesmo me provocar e resolvi incentivar. A cada pulo dela eu via novamente sua bundinha. Meu pau fazia volume na bermuda e notei que ela estava tentando olhar.



Ela foi novamente ao banheiro e voltou para pular mais na cama. No pulo seguinte vi que ela estava sem a calcinha. Ela me empurrou para me jogar na cama e eu puxei ela comigo. Ela ficou em cima de mim durante alguns instantes fingindo que estava cansada. Ao se levantar ela apoiou no meu pau e deu um sorriso escondido. Eu puxei ela de volta pra cama e a segurei de frente pra mim. Ela fingia tentar levantar mas na verdade ela tentava alisar meu pau. Nisso dava pra ver boa parte dos seus seios. Percebi que ela ficava sorrindo ao olhar pro meu pau e perguntei porque ela stava sorrindo. Ela apenas apontou pro meu pau e sorriu novamente. Eu perguntei se ela nunca tinha visto e ela disse que viu apenas na Internet. Perguntei se ela queria entrar na Internet pra me mostrar o que tinha visto e depois de alguns segundos calada ela concordou.



Como tenho apenas uma cadeira no computador eu disse pra ela sentar na minha perna. Ela entrou no Google Imagens e digitou algumas palavras relacionadas a sexo. Ela ficava sorrindo a cada imagem que passava e eu estava ficando doido. Disse que minha perna estava doendo e pedi para ela sentar mais pra cima. Quando ela foi se ajeitar eu a puxei pela cintura encaixando meu pau no meio da sua bunda. Ela ficava passando as imagens e mexia a bunda no meu pau. Percebi seus bicos endurecerem. Ela estava excitada e ficava inclinando o corpo pra frente pra empinar a bunda. Eu segurei na sua cintura e com os dedos levantei mais sua saia. Ela fingia nada perceber e eu passei a alisar suas coxas. Ela encostou suas costas no meu peito e pude ver seus seios por cima de seus ombros. Eu a apertava forte contra meu pau puxando ela pela cintura.



Resolvi perguntar se ela tinha visto um pau de verdade e ela meio sem jeito disse que nunca mas que era curiosa pra ver. Eu disse que se ela nunca contasse eu podia mostrar o meu pra ela. Ela ficou muito sem jeito mas deu a entender com os ombros que topava. Levantei pra fechar a porta e a persiana pra ficar mais escuro. Estava meio escuro mas dava pra ver bem seu rosto. Ela olhava pro meu pau e sorria de nervoso. Eu pedi pra ela tirar a roupa pois era injusto apenas eu me mostrar. Ela desabotoou a blusa e pude ver um par de seios bem empinadinhos. Ela relutou em tirar a saia e eu fingi que estava escuro e que mal podia ver. Quando ela abaixou pra tirar a saia eu encostei meu pau na sua bunda. Ela ficou parada e calada. Percebi que dali em diante eu poderia apenas fazer as coisas sem pedir.



Coloquei ela sentada na cadeira e fiz ela alisar meu pau enquanto eu alisava seus seios. Sua pele era deliciosa e aproximei meu pau do seu rosto. Ajudei ela a me masturbar e ela sorria de nervoso. Em poucos minutos eu estava pronto pra gozar. Deixei ela fazer sozinha e ela ficou olhando atenta quando gozei. Como eu estava com o pau bem perto do rosto dela acabou respingando nos seus seios. Eu perguntei se ela queria gozar comigo fazendo o mesmo nela. Ela estava relaxada e me perguntou apenas o que deveria fazer.



Levei ela pra sala e deixei tudo o mais escuro que podia. Sentei no sofá e coloquei ela deitada de bunda pra cima sobre meu colo. Eu passava os dedos no meio da sua bundinha e ela soltava uns suspiros. Eu disse pra ela empinar bem a bunda e abrir um pouco as pernas. Ela estava totalmente calada mas fazia exatamente como eu mandava. Eu passei os dedos na portinha da sua buceta e ela estava bem molhadinha. Aquilo me deixou doido. Eu alisava sua buceta e seus peitos ao mesmo tempo. Depois de alguns minutos percebi que ela passou a se contorcer.



Ela de repente disse que precisava ir embora pois seus pais iriam reclamar da demora. Voltei a pedir pra ela nunca contar aquilo nem pras melhores amigas. Ela me garantiu que nunca contaria e eu perguntei se ela toparia repetir aquilo outro dia. Ela claro disse que sim e eu disse que ensinaria outras coisas pra ela. Ela me perguntou o que era mas eu disse pra ela esperar. Anotei o celular dela e agora estou tentando folgar outro dia no trabalho. [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Descabacei a buceta da minha prima no hotel conto erotico de primo e prima cabaço no hotelConto minha mulher na obra sem calcinhaContos eróticos arregacei o cú da noiadaUi ui meu cu contoMae nao aquenta todo pau do filho no cu apertadoUma esposa saciada pelo negão casadoscontosflagrei minha esposa dado para nosso filho cotos eroticoMelhores contos eroticos sobre bem.dotadocontoseroticos madrastcontos de incesto comendo a irma separadacontos gay menino hormonio virou mulhercontos eroticosmulher r sogrorasguei o afeminado novinhofilhababandopauporrnodoido com anapai cacetudo conto gayirmã irmão estudando lá no exterior não tinha feito ela com tesão ele com tesão meteu a rola nela bem gostosocontos eróticos chantagem com mamãedepilando o sobrinho pau duroadultas com seios e bundas fartas conto esposa caralhudocontos eroticos promessamule dado aumarido muita bucetaContos eroticos... Cunhada usando um vestidinho curtocontos de sexo picantes filhas se acabando nas pirocas. groças. e grandes do papai taradaocontos eróticosprimosconto de botei a novinha pra chora com a pica grande no cuMeu filho socou seu pau na minha bucetacomi minha irma q nei peitos tem ainda contosleitinho do titio contos inocentescontoseroticos chupando meu tioconto erotico na funerariaPutinhas mamando contoseroticoschupando até ela gozar dirá cx aodcontos eróticos mostra essa rola filhoconto erotico rabuda cintura fina peituda casada visitacontos papai encoxou sem querer na minha bundadormindo ao lado conto eróticodeserto conto heterocontos eroticos mulher testemunha de jeovácontos eroticos marido perdeu a apostapassando a mao no grelhocontos de vovo me comeu com seiss anoscontos coroas casadas sexonegra atola a rola e ela da pidocontos eróticos meu marido tomando chimarrão e o amiguinho do meu filho cuidando minha bucetinhaafeminados de praia grande contatoscontos irmâ da esposaconto erotico barzinho depois servicoccnto iroicos comedo o cuzinho do meu filho bem novinhocontos eroticos incesto vetidicoManinho me arrombou gostosocontos baixinha casada morenacontos eroticos casada estuprada na estradaconto incesto minha linda maezihacotos heroticos gay neguinho me comeume fode me arromba seu velho safadocontos eroticos detonou a crentecontos eróticos de novinhas dando para garanhõesvideos porno pai afunda as tanga da filha virgemcontos suruba inesperada com a esposa e travesticontos eróticos escrava sexuais incertominha esposa escolheu vibradorconto chupando a coroaconto erot amarrado e vestido de putinhcontos eróticos ela me odiavacontos erotico gay negro dando pra brancoursao tio roludo contotransei gostoso com minha aVò insertosa minha mulher e o casetao cavalarcontos erotico fis boauetes nos amigs de meu marido e ele nem sabecontos gay o vizinho cadeirantecontos erótico comi minha amiga qusndo fui estudaro p****** do metrô mulher relata conto eróticoarmando pra come a sogra contoconto erótico pagando a carona com a bucetachera chulezinhocontos eróticos com mulher vizinhaBucetaamostra no onibus contos eroticos