Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

ESPOSA EXIBICIONISTA MARIDO VOYER

Para quem conhece o centro de São Paulo talvés esse conto traga boas lembranças.

Fiz a minha faculdade no Mackenzie, localizado na rua Maria Antonia, centro de São Paulo. Algumas vezes eu e alguns amigos iamos até a famosa boca do lixo, que consistia em algumas boates onde a malandragem e a prostituição corriam solta porém, sempre me senti tranquilo dentro das casas. Era sá diversão. As meninas dançando sá de calcinha, além dos shows de strip e também shows eráticos com alguns casais performáticos.

Terminada a faculdade perdi contato com esses amigos pois cada um tomou o seu rumo na vida. Passados alguns anos, encontrei casualmente um destes amigos e começamos a lembrar osons tempos e das boas risadas que demos como era final de tarde resolvemos tomar um chopinho e logicamente depois de vários, resolvemos ir até uma das boates que frequentavamos. Cheguei em casa às 3 horas da manhã.

Dia seguinte, depois de acalmar a minha esposa, falei que tinha encontrado o Carlão, que ela conhecia de nome pois tinhamos nos conhecido e casado depois da faculdade. FAlei que tinhamos ido a uma boate para lembrar dos bons tempos. Terror total! Ficou puta da vida! Além de chegar tarde estava em um puteiro! Greve durante a semana!



O tempo foi passando e em uma das nossas transas ela, com carinha de safada, perguntou se eu tinha saído com alguma daquelas meninas. Respodi que não e, ela com o meu pau enterrado na bucetinha, falou que tinha vontade de conhecer uma destas casas. O tesão aumentou na hora. Estava transando com a minha esposa e imaginando nás dois em uma boate com todas aquelas meninas e vários clientes. Tomei coragem e falei que a levaria na práxima semana.



No dia marcado, filhos na casa dos avás, fomos a tal boate. Ela estava bem comportada para o evento. Calça jeans e uma blusa branca de alcinha, sem soutien, que marcava bem os seus seios.



Chegamos à boate por volta das 22:00 hrs e já estava bem cheio mas conseguimos uma mesa bem em frente a passarela onde as meninas ficam dançando e fazendo os shows. Pedimos algumas bebidas e ela começou a se soltar. Perguntava tudo e eu sá rindo e falando como a coisa funcionava. Percebi que ela ficou excitada com o primeiro show de strip. Neste momento, começei a dar-lhe uns beijos no pescoço e a pegar nos peitos dela. Ao nosso lado tinha um rapaz com uma das garotas da casa. Ela punhetava o pau dele enquanto ele alisava os peitos dela. A minha esposa estava muito tarada e eu também. Tirei o pau pra fora e pedi pra ela punheta-lo também. Ela não pensou duas vezes. Batia uma punhetinha pra mim enquanto eu alisava os peitos dela, agora já pra fora da blusinha. Que cena deliciosa. A minha esposa em uma boate, com os peitos pra fora, como uma verdadeira putinha, batendo uma pra mim. Eu estava adorando os clientes olhando pra ela com cara de Vou te Comer e ela se exibindo toda. Alguns minutos depois, anunciaram um show de sexo ao vivo. Entrou um casal muito bonito e começaram o show. Demorou aproximadamente 19 minutos mas foi o tempo suficiente pra deixar a minha esposa maluca. Como eles estavam bem na nossa frente podiamos ver tudo a 1 metro de distância. Tirei a camisa dela deixando-a com os peitos pra fora. Agora ela estava uma verdadeira putinha. Nunca imaginei que ia adorar ver a minha esposa semi nua se mostrado pra outros homens. Ela estava adorando.

Levantei pra ir ao banheiro e quando voltei uma das garotas da casa estava conversando com ela. ficamos ali papeando esperando outro show de strip. Fiquei com o maior tesão quando um dos clientes parou na nossa mesa e perguntou se eu ia ficar com as duas e se ela não queria "conversar" com ele, pegando de leve em um dos peitos dela. Ela deu uma risadinha, lambeu os lábios e disse que não. Olhou pra mim com cara de safada e falou que estava adorando. Perguntou se eu não estava com ciúme de vê-la assim e falei que não, que estava adorando.

Ela levantou e foi ao banheiro. Na volta já estava sá de calcinha. Fiquei louco. Quase gozei ali mesmo.



Neste tempo chegou uma turma de 4 rapazes e como tinha vagado uma mesa, ficaram ao nosso lado. Um deles bem ao lado da minha esposa que já esva com a bucetinha totalmente encharcada. Voltei ao banheiro e na volta eles estavam conversando. Como estavam sentados, ele estava virado pra ela com a mão na barriga dela. Quando me viu, fez cara de safada e me apresentou o seu novo amigo. Ficamos os três conversando. Ele se chamava Leandro era noivo e tinha 24 anos. Eu estava louco de tesão vendo a minha esposa sá de calcinha conversando com o rapaz. Ele passava a mão nos peitos dela e ela segurava no meu pau. O Leandro vendo que ela estava segurando no meu pau, perguntou se ela não ia segurar o dele também. Ela olhou pra mim como que implorando e falei pra ela tirar o pau dele pra fora e punhetar bem gostoso. Ela mais do que depressa abriu o ziper da calça dele e tirou. Ela estava delirando. Como percebi que o negácio estava ficando bom, resolvi sair dali. Falei com a minha esposa se ela queria transar com ele e ela falou que sim. Convidamos o Leandro pra irmos a um motel que ele aceitou na hora.

Pagamos a conta, ela se vestiu e saimos. No carro ela foi com o Leandro no banco de trás, já fazendo um boquete pra ele.

Mal entramos no motel ela tirou toda a roupa subindo a escada da suíte rebolando como as meninas da boate.

Entramos e ela falou que ia tomar um banho com o Leandro e que era pra eu ficar esperando. Fiquei com um tesão enorme imaginando os dois tomando banho. Algum tempo depois eles voltam. Ela joga o Leandro em cima da cama, olha pra mim, me manda um beijo, e começa a cavalga-lo. Quando tento me aproximar ela fala que é sá pra olhar e que depois vou ter a minha recompença. Nunca vi a minha esposa gozando tanto. Descobri que sou voyer, a minha esposa além de exibicionista é uma putinha e eu estou adorando.

Transamos muito aquela noite. A minha esposa gozou de todas as formas possíveis. Depois de trocar telefones e levar o Leandro pra casa, a minha esposa falou que a grande fantasia dela era transar com dois homens e que era a mulher mais feliz do mundo por eu ter participado. Combinamos que jamais iríamos sair sem o consentimento um do outro e que eu teria boas surpresas.



Este conto é real. Se gostaram mandem um e-mail.

[email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Conto eroutico espora come maridoconto erotico estuprada de mini saiaCONTOS EROTICOS DE.BUCETAS ARROMBADAScontos eroticos do R.G.do Sulcontos eroticos zoofilia aparelho coletataboo estou apaixonada pelo meu filho sexo incesto contoscasa dos contos marido pede para esposa por uma sainha bem curta e.provocacontos eroticos de enteada que transou aos cinco aninhos com padrastoConto da prinha na primera transaxvidio minha mina sai para tranpa e eu como Minha sogra xvidioela me endinou a roçar grelo com gtelo/contodei a buceta pro meu sobrinho contos eroticoscomeu mae e enteada contoscontos eroticos caguei no pau do meu padrinhocontos de rabudassendo chatagiada a fufer contos por amigocontos eroticos lambendo bucetadCasada Amigo do meu filho sexo contos[email protected]contos eroticos sbccontos marido deu sonifero para esposainocensia perdida contos suruba no piasinhoContos herotico bem ecitantes cavalo comenso mulherminha bucetinha chego a sangra na rolona do velho contoscontos eróticos do game com medo a namoradachupando mamilos com sofreguidaocaravda pica imenca rasgando bucetacontos enteadas e padastrosconto erotico menina bicicletacontos eroticos orgia nudistachiquinha arrombada contos porninfância;contos eróticos;enrabadocontos eróticos de bebados e drogados gaysempregada me masturbando nu contosConto erotico Calcinha da tiaContos eroticos menininhasnega dançando agachadinho com a mão na periquita em cima da camaananzinha contos erotcocontos meu vizinho taradoconto agarrada no onibuscontos eróticos "peladinho" sobrinhofobtos trasado com as duastias gostosmenino gay inocência perdida pornoConto gay hétero chantageadogaroto.burrinha.zoofilia.contocontos gays meu cuzinho me chamava de festacontos sexo inversaoContos erotico ferias quentes cinco o retorno do titio pegadorConto porno marido repartindo a mulher com cachorro de rua zooIniciando uma virgem contos eroticosComtos heroticos da cunhadinha viviane dando pro cunhado reinaldoestuprado pelo pai na infancia gay contoContos eroticos voyeurotitiu comendo a sobrinhaA chapeleta arronbou minha bucetinha contosgozadas na boca do menino contoscontos eu virei puta e amante do meu paicontos eroticos chorando com o pau enterrado no cu arrancando bostaSou casada a muito tempo e amo muito mesmo meu marido mais acabei traindo eSentei na pica e cavalguei gostoso com a pica dentro parei prazermenino tarado contoscontos herodico de vadia sendo arromba por um cachorrotezões hentaicontos de cachorro pau grande e grossoconto mandei fazer fila pra mim chuparcontos erotico apostando a esposaContos de deu o cu por drogascontos eroticos dei no velorio do meu maridoconto pegei meu marido comendo cu do meu sobrinhocontos eróticos orgasmo no ônibuscontos eroticos exibindoela engolia meu pau e colocava o dedo no meu cuMeu ex primo viuvo conto eroticocontos masturbandVovô me chupou os seios enormes de leite contos eróticosconto erotico flagracomentário de. mulher que ja a buceta pro donzeloconto gemendo no pau do pone taradocasa do conto màe rabuda da troco com filho incesto