Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

DANDO NO CARNAVAL PARA BEM DOTADO!

Era carnaval, mais precisamente 2004 onde o calor estava de matar e não havia muito ânimo para naquela tarde ir para o famoso “Bloco dos Sujos” em Laguna (Santa Catarina), eu estava na cidade para curtir o carnaval que é comentado no sul do país inteiro por conta das festas regadas a muita cerveja e gente bonita, e claro toda a sacanagem que se possa imaginar.

Estava no apartamento de uns amigos meus e recém solteiro, estava ali para curtir o máximo que o carnaval pudesse proporcionar, nunca havia saído a caráter no “Bloco dos Sujos” onde as mulheres se vestem de homems e os homens de mulheres. Peguei emprestado da irmã de Pedro (Paloma) um vestido rodado que era de certa forma curto para mim, pois sou mais alto que a Paloma e o vestido mal conseguia tampar minha bunda. Depois de muita cerveja e gozação (todos estavam se preparando para sair no bloco) estávamos prontos, onde eu estava com uma peruca loira e o vestido da Paloma que era roxo rodado e coloquei por baixo uma cueca fina e apertada (onde enfiei bem no rabo no estilo tanga) para no caso de ficar exitado não aparecer naquele vestido.

Saímos todos bebendo pelas ruas e encontramos o trio-elétrico que já animava todos, e confesso que com aquele calor até que o vestido não era lá tão ruim assim, já que batia um vendo agradável e refrescava (acostumado sair em outros blocos de bermuda ou calça). E como era carnaval em pleno “Bloco dos Sujos” a pegação era total e a sacanagem rolava solta, com comentários, brincadeiras e tudo mais. Onde perguntavam:

- Onde colocou este silicone linda? Quero por também! (comentários de sacanagem de homem vestido de mulher para homem vestido de mulher)

Em determinado momento perco meus amigos de vista e continuo a pular atrás do trio-elétrico quando sinto alguém passando a mão em minha bunda, até ai tudo bem já que estava todo mundo sacaneando todo mundo, uma mão aqui outra ali não era preocupação para ninguém... Não demorou muito e sinto novamente uma mão em minha bunda, sá que agora com um pouco mais força e mais fundo, olho para trás e um negro alto e forte fala:

- Hum... que bundinha gostosa em viadinho?!

Confesso que me irritei com o ar de deboche do cara, mas como ele estava com outros amigos e eram maiores que eu, não quis me meter em confusão. Fui para o outro lado do trio-elétrico para ver se achava meus amigos, sem sucesso, quando pouco tempo depois sinto outra vez uma mão em minha bunda (desta vez por baixo do vestido), sá que agora além da mão sinto o a boca dele perto do meu pescoço e dizendo na minha orelha:

Adorei sua bundinha redondinha e lisinha igual de uma mocinha!

Reconheço a voz sinto um frio passando pela minha barriga... nisso ele continua com sua mão grossa por dentro do vestido alisando minha bunda, e ele se aproximando por causa da quantidade de gente no bloco, quanto mais ele se aproximava, mais eu sentia uma sensação estranha de tesão (com aquela mão grossa alisando minha bundinha) e involuntariamente meu pau ficou duro com aquela situação toda. Como já havia bebido algumas e não achava meus amigos além do bloco estar entupido de gente (mal se dava para caminhar) e aquela mão em minha bunda me deixando com um tesão enorme resolvi tentar surpreender o cara dando uma reboladinha e empurrando a bunda para trás, achando que com isso ele iria se assustar e sair dali. Ledo engano... para minha surpresa ele me encoxa e sinto entre as pernas um pau enorme já completamente duro em um calção de futebol daquele fininho... onde ele fez questão de levantar o vestido para eu sentir aquele mastro encaixando no meu rabo... onde ao invés de sentir repudio por aquilo tudo meu tesão aumentou e escuto novamente a voz por de trás de mim:

- Estou vendo que o meu viadinho está gostando! Esta sua bundinha é uma delicia! Será que vai aguentar o pau do negão aqui?

Escutando isto no meu ouvido e sentindo o calor da sua boca coloco minha mão direita para trás e seguro seu pau com força onde nem minha mão nem fechava de tão grosso que era! E viro para trás e sem nem me reconhecer falo:

- Quero esse pau todinho!

Enquanto seguro seu pau enorme sinto seu dedo por dentro da minha cueca toda suada escorregando de cima para baixo em direção ao meu cuzinho (que não era virgem pois já havia me masturbado brincando com vibradores, mas nunca havia transado com outro homem) e ele aproveitando o suor foi enviando o dedo e dizendo:

Ahhh... esse cuzinho já foi estreado?! Deve gostar de um pau então... agora vai caminhando para onde eu te orientar meu viadinho!

Comecei a sentir uma mistura de medo e tesão... já que seu dedo não saia do meu cu e eu não largava por nada aquele pau gostoso em minha mão. Ele foi me tirando da multidão e levando em direção a uma construção que logo percebi que ele conhecia bem (ou devia trabalhar ali como pedreiro ou já havia levado outros para ali) e logo deu de ver um sofá velho surrado no fundo da construção... chegando no sofá ele me virou e disse:

Adorei você e sua bundinha! Quero ver meu pau sumir dentro desse cuzinho gostoso!

E me empurrou para sentar no sofá... foi ai que pude ver o tamanho do volume que fazia no calção e estava em minha mão... logo ele colocou pra fora aquele pau negro, enorme e maravilhoso que pude estimar mais ou menos em uns 24x8cm e o seu dono era outra coisa fantástica... um operário negro, forte e rude desses que trabalham a vida toda no pesado. Com o seu pau gostoso para fora ele veio em minha direção e falou em tom de ordem:

Abre bem essa boquinha viadinho!

Sem pestanejar obedeci o peão e senti aquela cabeça enorme tentando entrar na minha boca... o cheiro daquele pau estava me deixando inebriado... logo peguei com as duas mãos e comecei um boquete meio sem jeito mas com muita vontade. Nisso escuto outra voz e vejo o amigo dele chegando e dizendo:

Oba Paulão! Temos uma festinha aqui!

Comecei a ficar com um pouco de medo... e quando olho de novo esta ele com seu pau, um pouco menor que o do Paulão (uns 20x6cm) mas mesmo assim outro pau enorme! E diz:

- Deixa eu me divertir um pouco também Paulão!

O Paulão tirou seu pau da minha boca e o segundo me segurou pelos cabelos e foi metendo seu pau sem piedade na minha boca até aquele dia ainda virgem... começou a tirar e colocar dizendo:

- Anda viadinho, mama que eu sei que tu gosta!

Cada estocada que ele dava tentava colocar mais fundo aquele pau duro... meus olhos já estavam enchendo de lágrimas e ele não estava nem ai... foi quando ele segurando forte minha cabeça colocou seu pau inteiro na minha boca e senti seus pentelhos encostado na minha boca e cabeça invadindo minha garganta (quase vomitei) mas confesso que adorei sentir aquilo tudo na minha boca!

Logo ele tirou o pau todo babado... me fez levantar... rasgou minha cueca, levantou o vestido que eu estava e sentou no sofá, fiquei ali em pé de costas pra ele sem cueca e com o vestido pra cima parecendo uma putinha na mão dos pedreiros... senti suas mãos em meu quadril me puxando para trás e abrindo minha bunda... e logo senti sua língua quente invadindo meu cu... nossa! Nunca senti um tesão tão grande como com aquela língua quente dentro do meu cuzinho... quando ele vira pro Paulão e fala:

- Deixa eu comer esse viadinho primeiro, porque se eu for depois de você não vai ter graça né o pé-de-mesa!

Não demorou muito com aquela língua quente no meu cuzinho... deixando-o todo lubrificado de saliva e ele com o pau duro foi me puxando para baixo e pude sentir a cabeça do seu caralho duro começando a forçar a entrada do meu cuzinho... sem piedade ele me puxou e socou aquele pau maravilhoso todo dentro do meu rabo... quase me gozei todo... a dor era um pouco forte mas estava tomado por um tesão descontrolado! Era muito mais gostoso sentir um pau de verdade dentro do meu cuzinho do que os vibradores que já havia brincado, um pau de verdade era macio e quente... Nisso ele mandou eu começar a rebolar subindo e descendo, e seu amigo, o Paulão bem dotado se posicionou na nossa frente e começou a meter aquele pau enorme em minha boca que naquela altura do campeonato já estava toda dolorida e amortecida.

Quanto mais o segundo metia fundo em meu cuzinho mais tesão eu sentia... e a dor foi sumindo dando lugar a um tesão gostoso de sentir aquele pau duro saindo e entrando no meu cu onde meu pau já estava todo melado de tesão... e fiquei nessa posição por uns 20min que me pareceram uma eternidade... foi quando o segundo me segurou e com seu pau inteirinho dentro de mim, onde conseguia sentir seus pentelhos roçando em minha bundinha lisa, gozou alucinadamente enchendo meu cu de porra! Senti cada espasmo dele dentro do meu rabo... cada jato quente saindo daquele pau enorme... Logo o Paulão me puxou e ao levantar pude sentir meu cu latejando e a porra escorrendo pela perna... quando Paulão me vira de frente pro sofá e diz: - Que cu mais lindo! Todo arregaçado por você Luis! (foi ai que soube o nome do segundo)

Nisso ele me posiciona de quatro no sofá e o Luis levanta e manda eu limpar a porra que sobrou em seu pau com a boca... cai de boca naquele pau ainda duro e limpei ele todinho tomando aquela porra grossa e quente sem deixar uma gota... sendo a primeira vez que tomava porra em minha vida... e foi quando senti o pau descomunal do Paulão tentando entrar dentro de mim, voltei a ficar com medo e suar frio... ele me mandou relaxar (como se depois de dar tanto pro Luis fosse capaz de relaxar mais) e chupar mais um pouco deixando aquele caralho enorme bem babado, o que fiz com gosto, ai ele me segurou e me virou de bunda (toda arregaçada) para ele na posição de quatro no sofá... ele dá uma cuspida em meu rabo e sinto sua saliva escorrer em direção as minhas poucas pregas que ainda restavam... ele com as duas mãos abre minha bunda e sinto aquele pau descomunal encaixando a cabeça no meu cuzinho... senti um pouquinho de dor a medida que foi entrando... mas quando a cabeça passou ele parou um pouco e me acostumei com aquele pau enorme no meu cuzinho e comecei a empurrar minha bunda para trás e o resto foi entrando e pude sentir cada centímetro daquele mastro me preenchendo! Comecei a rebolar e foi quando senti o saco bater na minha bunda e pensei: Não acredito que esse pau enorme está todo dentro da minha bundinha! A sensação era de estar todo preenchido por um mastro quente e gostoso... onde ele me abraçou e ficou ali com aquilo tudo dentro de mim onde eu sentia ele pulsando seu pau duro dentro do meu cu.

Não demorou e ele começou a bombar no meu cu e isto foi me levando a um tesão que até então nunca havia imaginado que pudesse existir... meteu em meu rabo por uma meia-hora e resolveu mudar de posição... quando ele tirou seu caralho enorme do meu cuzinho arrombado cheguei a sentir o ar entrando por dentro do meu cu... tamanho era o rombo que aquele pau fez e deixou meu cuzinho completamente laceado... sentou no sofá e mandou eu sentar bem devagar no seu caralho, foi quando senti o maior tesão da minha vida... ele com as duas mãos abriu bem minha bundinha e fui sentando devagar sentindo cada centímetro daquele mastro sumir dentro de mim... meu cu já estava acostumado com aquela tora e foi como se tivesse passado manteiga... foi deslizando lentamente e sá parei quando senti seu saco encostar contra minha bunda, nisto ele me segurou pelas pernas e ele mesmo me levantava e deixava eu descer fazendo o seu pau sumir na minha bunda... quase desmaiei de tanto tesão... ali totalmente submisso como se fosse uma bonequinha que o negrão brincava de fuder! Ele me fudeu assim por mais uns 20min e sem avisar tirou o pau rapidamente deixando meu cuzinho todo arrombado de novo (que demorou para fechar... sensação essa que adorei) e colocou aquela tora na minha boca e começou a fuder minha boca e não levou 19 segundos comecei a sentir os jatos de porra no fundo da minha garganta... era tanta porra que me engasguei e ele avisou: - Se não tomar tudo vai levar porrada! Não me fiz de rogado e tomei a porra todinha daquele macho maravilhoso... quando dei por mim eles já estavam indo embora e eu fiquei ali sentado sem nem conseguir ficar de pé (minha pernas tremiam) tamanho o estrago que fizeram em minha bunda... mas estava feliz com aquele cheiro de pau e porra que ficaram no ar e o gosto na minha boca... olhei pro sofá e vi que o Paulão tinha deixado um cartão pessoal... sá de pensar que poderia encontrar aquele mastro de novo um sorriso me veio a cara e mal encostei no meu pau e percebi que já estava todo gozado de tão bom que tinha sido dar o cu pro Paulão... adormeci ali mesmo no sofá velho da construção!

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos casado medico gordinhocontos eroticos acampamento pirenopoliscontoseroticos chupando meu tiocontos gay pai bebado suadoSempre passo o dedo no grelinho da minha netaconto porno a virgem babiconto eles gozaram na minha mulhererotico minha filha bota a mãoconto porno eu comi minha cunhada coroa de 69 anosContos eroticos sexo oral no carrookinawa-ufa.rucontos gay cu arrombadoandei com a cara gozada na ruasita intima mais o policia gosto comtos eroticosXvidio madrinhasenti o pau dele duro quando chamei de cornoGoiás borracheiro endereço conto gay de calcinhaContos eróticos Gay Calção Recheado do irmãohistórias de cunhadas punheteiraConto erotico iniciando modelo cabacoconto eroticos maecontos eróticos sendo tratado como mulherconto porno coroa crente com novinhonegao arombo cu da sogramalhadinha de cabelo vermelho malhadinha malhadaa crente e a zoofilia_contoscontos de encesto casal lambedo cuContos filha fica de calcinha perto do paicontos minha enteada minha amantecontos eróticos de irmã e irmão, irma com mega bundaoContos eróticos comendo a esposa de motocontos eróticos crueldade com cornocontos/o cu da sogra era virgemContos eróticos tetas gigantesTrasando com atiapegado carona um casal com camionero contos eroticoesfrega conto heroticoconto eurotico um menino catador papelaoRenato shortinho coladinho fazendo na rolaporno nas baladas de contagem novinhaso assaltante e a vitima contos eroticosloiro do olho verde me fazendo um boquete gostoso perto da piscinaerotico minha filha bota a mãocontos eróticos esposa negona coroa bisexcomo supa a boceta ligada tonadovelha que ainda transa contotocu de proposito pornodoudoconto agarrada no onibusminha cunhada casada me esnobou contos quando passo o dedinho no meu cu fico com abuceta toda babadacasei com meu filho contis eroticoscontos eróticos namorada outracontoseroticos foi fuder no mato e foi comida por malandroscarlão socando ate as bolas no cu da vadiacontos eróticos de padrasto comendo enteada ainda bem pequenaContos de gang bang com dotados novinhaa chamada cadela incestobrincadeiras com irmã-contosamiga da buceta e bunda grandes contos eroticosadoro andar sem calcinha contosquando a menina sentou no meu colo contos eróticosporno meu marido me levou no swing so para ver outro gozar na minha bucetameninas não percebem de shortinho com a x******** parecendo ladoconto erótico da b******** Doeu muitocontos currando humilhando a negrinhaconto erótico viagem e colocando sonífero para tiaconto eróticos comendo a mulher do meu caseiroconto erotico gay dando pro pedreiro sarado de 29 anoscontos eroticos hospital a tiaconto erótico loira casada traindo marido com cadeirantecontos a pequena taradinhaporno fode minha buceta vai étoda sua vaiahhhhcontos eroticos minha maefez um boquete em mim