Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

AH SE TODOS OS COMPADRES FOSSEM ASSIM....

No final do ano passado tomamos cervejas meu compadre e eu num barzinho bem simples aqui perto de casa. Meu compadre é o típico cara que você sentiria tesão, acredito eu: 1,91, branco, peludo, cavaque, cheio de tesão e já papou várias vizinhas, primas e assim por diante, mesmo casado...... Mesmo quarentão, sexo não tem limite para este cara. Casado e com três filhos homens, uma buceta deixa o bicho louco. Bebiamos algumas Skol's e em uma mesa em frente, havia um grupo de caras com mais de 40 anos também bebando, e já estavam bem ligados. Típica galera do futebol que apás o jogo senta para beber. O papo estava bom, quando percebo que um dos caras não fazia outra coisa a não ser olhar e insinuar alguma.... Este meu amigo percebeu e inclusive achou que fosse com ele e disse: Porra qual é deste cara ? Toda hora pego ele olhando pra cá e ainda morde os lábios. Não dei muito atenção para ele, mas por dentro estava gostando deste clima. Imporante detalhe: O carinha da outra mesa era um tesão. Um quarentão cheio de fogo...............................



Continuamos a beber e outro cara, sentado ao lado deste carinha, também ficou nos olhando e fazendo um charminho idiota. O meu compadre puto com a situação disse: Agora não estou entendendo nada, será que são viados estes caras. Percebi que além de não esta satisfeito com a situação havia alguém excitado em frente a mim e ao mesmo tempo começando a ficar nervosoexcitado com a situação incomum que estava sendo gerado ali na nossa frente. Mas fiquei calado e achei melhor observar e sá me manifestar para botar "lenha na fogueira": E o carinha tem uma bundinha bem gostosa, e aí vc. não pega ? Olha sá a bundinha........Ele sempre respondia que aceitaria um boquete, sem nenhum problema........Já gostei desta resposta....(risos!!!). Mas nada mais rolou, além da excitação do clima que foi criado pelos dois caras e o papo que passou a ser: transar com outro homem......Ele como bom machão, contou histárias de adolescente e viadinhos que comeu, inclusive um até eu conheço, como também conhecia toda aquela histária. Somos amigos de longa data e até melhor: Ele é o meu melhor amigo, somos compadres e nos consideramos irmãos. Mas que tesão de irmão......(risos!!!). Ele se abriu e contou mais detalhes e a excitação estava no ar, algumas Skol's para ajudar, os caras da outra mesa num maior flerte e por fim este papo todo.



Investi contando-lhe uma histária sobre as saunas na Zona Sul, algo do tipo um lugar burguês sá para homens e bem relaxante, onde sempre rola uma sacanagem sem compromissos e ninguém deixa de ser macho. Pois é rimos muito com a idéia de que é assim que o rico vive. E falei que deveriamos ir conhecer, e ele concordou. Durante o carnaval tentei várias vezes leva-lo e não consegui nada. Foram várias tentativas e nada e eu doído para vê-lo de toalha e nú naquele ambiente. Já tinha até escolhdio a sauna, Leblon. Um ambiente frequentado por homens, nada de viadinhos dando ataque e burguês. Mas não fui feliz.





--------------------------------------------------------------------------------



Para a minha surpresa, ele liga para mim e ascena com um sinal positivo. Ligou para o meu trabalho e disse que estava afim de ir e relaxar. Ainda brinquei: Tá doído por um boquete.....e ele respondeu: Não sei o que é isso, já faz tanto tempo, mas se rolar não tem problema. Imediatamente liguei pra casa e disse que iria tomar umas cervejas com o meu compadre no Centro do Rj e assim minha esposa não seria um problema. Pois é, a barra limpa e tesão sá subindo. Trabalhando e esperando a hora chegar, isto é 18:00hs não foi nada fácil. Mas chegou e o compadre estava de calça de joging, e já foi avisando: Se tiver cansado e não estiver afim de ir, tudo bem...........Eu devolvi o comentário e peguntei-lhe: Vc. esta usando cueca ou sunga....(risos!!!) e ele sorriu e disse: E cara, tô usando porra nenhuma........Eta felicidade e fomos direto a Ipanema.



Ele passou de carro em frente a empresa que trabalho, seguimos para Ipanema, local da Sauna Leblon. Apesar do nome, fica em Ipanema. Para quebrar o gelo, mostrei-lhe que o local por fora. Afinal é um local bem iluminado, ao lado de grande prédios residências e bem burgueses. Nada de local escondido, sombrio e escurinho. Nada de luzes roxas e vermelhas. Enfim uma sauna, apenas isso.



Entramos direto para o vestiário, o início do meu prazer: Ver aquela bunda maravilhosa pelo espelho, sim pelo espelho nada de encara-lo. Eu não poderia dar bandeira. É claro que fomos direto para o bar, o local que sei que ele iria se sentir bem e com alguns chopps para ajudar.........Pois é foram três chopps para cada um e apreciamos o local e o público, quanto ao primeiro dez, muito bom. Mas o segundo, veio a primeira descepção. Com todo o respeito a terceira idade, mas sá tinha velhinhos........Na hora o cara chiou!!!!!!! Pude perceber que ele queria algo mais do que sá sauna, segundo tinha que concorda com as reclamações dele, estava muito ruim. Mas disse-lhe que o público bonito somente nos finais de semana. Uma das minhas maiores espectativa era vê-lo na sauna sem toalha e isto foi possível curtir e curtir muito. Dentro da sauna a vapor conhecemos um cara na nossa faixa de idade, e um belo corpo. Aí eu pensei: SEXO, SEXO, SEXO e SEXO......Fiz a proposta para conhecermos a sauna a seca, ao chegarmos ele encontra alguém conhecido na ducha da sauna. Apenas olha, não comprimenta e não tem certeza. E tudo começa dar sinal que ira se acabar ali mesmo. Isto quebrou o clima, e quando saimos da sauna seca, ele vê o carinha e confirma. PUTA QUE PARIU!!!!!!!!! Como é que um corno sai da zona norte, em plena terça-feira para fazer sauna na zona sul ??????? Pronto foi ir direto para o vestiário e trocar de roupa e ir embora pra casa.



Que tortura, eu estava chateado. Meu compadre sá sabia se queixar do público feio, meio gay e muito ruim..........Enquanto eu o ouvia, percebi o exceso de reclamações e fiz a piadinha: É mas o vc. estava louco para ver um público gay sá para comer um cuzinho....(risos!!!). Ele respondeu: Porra vim até sem cueca, espera um ambiente macho, com homens coçando saco, papo de mulher, muita excitação no ar e...........Aí vou te confessar tô de pau duro sá de pensar. Disse-lhe: Ah não acredito, e segurei, na boa.....E aí gostou mesmo do ambiente, é uma pena que não teve um terço que daquilo que deseja. Ele disse-me que era tarado e sá em tocar na rola dele, o pau subia, é macho, é homem e blá, blá, blá..........E com o pau duro, fazendo um puta volume na calça de joging. Mas uma vez segurei e apertei e brinquei: E aí moleque tava doido para comer um cuzinho e ele apertava o peito com um beliscão bem apertado. Meu amigo, ficamos nessa sacanagem por toda a Avenida Brasil voltando pra casa.......era um papo de foda que poderia ter rolado, ele apertado o meu peito, enquanto dirigia, e eu segurando o pau dele e até às vezes arregançando a rola. Sei te dizer que o mas gostoso era o clima, dois machos se alisando. E isto me deixou louco, louco mesmo. Ao chegar em casa fui para um banho e uma gostosa punheta e ele no dia seguinte já estava me ligando com o papo de sempre e não tocou no assunto, mas percebi que estava tão intímo que estou desconfiado que ainda vai rolar. Como somos muito unidos, sempre estamos juntos. Ninguém desconfiaria........................ Caso role alguma coisa eu conto.





--------------------------------------------------------------------------------





Convidei o meu compadre para vir até a minha casa, minha esposa estava trabalhando em um hobby que agora esta virando dinheiro: Fazer escova, cauterização e outras doideiras que as mulheres gostam. E falando nisso: Minha esposa tá ficando rica, trabalhando com a vaidade das mulheres. Acho que vou largar o meu atual emprego e fazer um curso de cabeleiro.....risos!!!. Bom, voltando ao assunto. Veio o meu compadre como sempre todo grandão com os seus 1,91 de altura, com uma bermuda preta, ele tem a pele branca e o contraste é bem legal, e a eterna cara de machão zangado. Reclamou que iria skol, não ensinaram a ele a pedir e cheio de graça sentou-se no sofá da minha sala e ficou jogando conversa fora. Avisei-o que que se não se comporta na minha casa quebraria o nariz de judeu que ele tem, rimos muito disso e outras tolices e apás algumas horas de skol tomei coragem e convidei a se sentar em frente a tela do meu micro-computador. Fui ao meu diretário onde guardo com muito cuidado alguns filmes pornôs e dei o fone de ouvido para ele ouvir bem. Coloquei um filminho hetero primeiro, uns quinze minutos de muita sacanagem pare ir esquentando e enchia o copo dele com cerveja. Depois coloquei um filminho bissexual..........Ops!!!!!!! O cara ficou nervoso, fácil perceber e vai skol para amansar o bicho.........risos!!!!!! Foam mais 19 minutos. Quando acabou ele ameçou levantar, insisti que continuasse sentando, pois deseja mostrar-lhe mais um filme. Neste caso era um filme inteiro, e escolhi a parte que mais tem a ver com o jeito dele e de todos os machões: Ver machões transando. É uma cena bem simples: Dois seguranças são pegos tocando punhetas no mato, enquanto viam duas mulheres transando, os dois tem o tipo de machão e acima de 30 anos. Nada de garotões, isto foi muito importante para escolha. Homens dão veracidade a histária, garotões não... Foram fragados por dois ladrões, que o viram com o pau na mão e além de roubar a carteira mandaram eles se beijar, e fazer um roça-roça de espadas. Quando um dos ladrões anunciam o fim da preliminar e agora um ira chupar o outro, os seguranças machões reclamam com firmeza com suas vozes que eram machos e que não fariam de jeito nenhum. E reclamam muito, muito mesmo. Como convicção de que são machos. Mas os ladroões estavam armados e forçam a barra e um segurança, meio sem jeito, acaba chupando o outro que no início se mostra assustado e depois se entrega aos prazeres de um boquete. É um cena bem feita e nada melhor para seduzir uma macho quando este vê uma cena de sexo entre machões, gente como ele. Observei que adrenalina já tinha subido e meu compadre já estava nervoso. Para não ficar nada evidente, saia da sala constantemente para ir ao banheiro, pegar skol, enfim qualquer coisa era motivo para deixa-lo a vontade vendo as cenas e não ficar em hipotese alguma constrangindo.



Quando faltavam uns cinco minutos para o fim do filme, ele anúncia que tudo aquilo era ridículo. Isto é ele já estava vendo uma cena de foda, de dois mulatos e um deles dono de um bundão estava levando vara e o comentário do meu compadre foi as estrias na bunda do cara. Ridículo, poderiam pelo menos escolher um cara com a bunda mas bonita. Neste momento ele levantou, e foi o momento que observei que a rola estava durinha. E comentei com ele, cara estes quinze centimentros iriam se perder naquele bundão e dificilmente iriam se achar............gargalhadas!!!!!! Ele não gostou e reclamou que o pau dele era grande o suficiente......Eu disse a ele: É tô vendo que o filme te fez um efeito...........Ele caminhava na minha frente....E respondeu: Meu amigo sou homem e fico de tesão mesmo.........Ah este era o momento de abusar, segurei e dei um leve apertão, tá durão mesmo. Nesse momento o clima esquentou de vez, ele agiu com surpresa, sinceramente pura encenação de quem já sabia, mas todo o machão precisa fazer aquela carinha e dizer aquelas palavras: Porra cara que isso, qual é a tua ............ Com a respiração ofegante e minha mão segurando e punhetando a rola dele sobre a bermuda. Eu disse a ele: Deixa eu ver se isto tá duro mesmo....... E fui descendo a barguilha e botando pra fora aquela rola dorinha e tortinha para esquerda com um grande cabeção. Ele sá respirava ofegante e desesperado e esperando minha ação, e fiz o que os dois mais desejavam naquele momento: comecei um boquete bem gostoso. E mais gostoso foi sentir as mãos dele pressionando minha cabeça contra a rola durinha, foi neste momento que percebi: Estamos os dois agora no jogo..............Mamei a rola, beijei a rola, beijei o sacão e o pentelho. Tentava faze-lo ir às nuvens e fiquei feliz quando ouvi os primeiros gemidos e súplicas do tipo: Chupa mais, chupa porra, mama esta rola.........Eu apalva sua bunda, que delícia de bunda, com vontade e ele de início retirava a minha mão, mas com insistência ele permitiu..........



Levantei-me, já sem o short e fique de costa para ele esfregando minha bunda no pau dele. Adoro um sarra-sarra assim e ele procurava o meu anelzinho tentando encaixar. É ai que mora o perigo, nunca fiz isso e sinceramente não acreditava que fosse a minha praia. Mas permite ser passivo, era um tesão de homem que tanto deseja e se fosse com alguém ser passivo, que fosse com ele. Me pediu uma camisa, achei ridículo ouvir isso entre nás, mas rapidamente consegui uma. Antes de botar tentei domar a fera, com um beijo e nada, com sarra a sarra de frente, rola com rola e nada, tentei mamar o peito dele e nada. O cara fez o tipo machão convicto e sá deixou apalpar a bunda dele, pois na guerra de tira a mão e coloca mão eu venci. E ainda me permetiu beijar aquela bunda de lado. Era a sua primeiria vez, e era ábvio que ele estava muito travado nas convicções de machão que carrega. Sentei no sofá e ele em pé fui colocando lentamente a caminha e pensando no que me esperava, ao ficar em pé de frente a ele, mas uma tentativa para domar o machão: um mamada no peito, ele permitiu por alguns segundos e me virou de costas, me apoie na parede e senti aquele homem grande me encaixar como um brutamonte, como doeu e nada de eu relaxar, mudanmos a posição e agora era a minha respiração que junto com a dele estava ofegante. Senti a brutalidade de um macho para fuder, cá pra nás acho que ele fode uma mulher muito mal, foi bruto em qualquer posição que vc. possa imaginar: frango assado, de quatro, de ladinho e etc. Mas em ambas as posições a dor era grande e também não queria servir ninguém, acho que essa é a grande verdade. Dizem que apás a dor, vem o prazer.....irgh!!!!!!!!!!!!! Tô fora, apás varias e brutas tentativas, eu consegui convence-lo que assim não ia e estava me machucando. Ele ainda insistiu em repetir algumas posições, com cara de enfesado, homem tarado e mal. Um verdadeiro troglodita.......... Consegui convecê-lo a tocarmos uma punheta juntos, e em pé virado para a minha camisa. Lado a lado, bunda com bunda, ele com a mão na minha cintura e eu com a mão na cintura. Começamos aquela punheta bem juvenil, um olhando o pau do outro, aquela cena de banheirão de shopping ou cinema. Quando ele voltou a ter a respiração ofegante, minha mão desceu levemente a bunda dele e apalpava com força, apertava mesmo. O machão cedeu sem questionar nada, eu cheio de tesão respirando mais forte, beija o ombro dele e olhava minha mão apertando sua bunda e aquela bunda gostosa. Ele foi o primeiro a lançar um jato de porra e logo apás foi a minha vez, sujamos a minha camisa com bastante porra. Ele sentou na cadeira do micro exausto e ainda respirava fundo, eu limpei a cabecinha daquela rola com língua e mamei mais um pouquinho aquele peito. A pior coisa do mundo é o depois de uma foda, odeio quem ascende um cigarro. Gosto de carinho e tratei-o com todo o carinho. Ficamos nús durante um ou dois minutos e começamos a nos recompor e ele se gabava que não aguentei os 19 centimentros dele...........Mas tudo terminou na paz, de forma adulta. Tive que ouvi-lo ficar me zombado, mas tudo terminou bem. [email protected]



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos estuprado por varios e ñ pude fazer nadacontos eroticos de traveconovos relatos eróticos com fotos de corno minha esposa andando na rua toda gozadacontos erotico prima matutacontos filho fudendo com a maeconto erotico travesti namorando vizinhoempurando devaga no cu 30cconto porno de peludas recentecomendo o primo e olhando pela janela Agostozas trazano Contos.erotico.mae.filho.depois.do passeio.na.praia.Fui enrabada bem gostoso na festacontos eroticos de gay rabuda sendo arrombadocontos eróticos vc me acha bonitatoda loira gosta de um negão contos eroticosfodiesposaConto erotico fazendo meu irmao vira um tranvestiver homens bem-dotados sendo castradosContos fui estud fud mãe e filhaconto erotico fraldario do mercadome fuderam meu cu na ordenha contossentando na rola do meu pai contos. eróticoseu e minha cunhada lesbica fizemos um bacanal com sua irma e mae incestocontos eróticos comi cunhada carentebucrtinas novinhasgordao tarado conto eroticogritando e pedindo pra nao botar pois doi pra nao perde o cabacoas gostosas passando bronzeador no seu corpinho nadabocetinha sem nenhum pelo e piquenininhdepilei meu filho contoso vento levantou meu vestido contos eróticosContos eróticos brincando de esconde esconde com o inocentecontoseroticos foi fuder no mato e foi comida por malandrosconto gay moleque mijou.em.mimcontos eroticos caguei no pau do meu padrinhoaprendi dar o cu com meu genro contoswww.ver contos eroticos de professoras gostosas ruivas de 20 ate 30 anos tranzando com seu alunos de 16 a 19 anos de idadecontos-ajudei o marido a comer o cú de nossa enteada a força e amarrada de bruçoscontos eroticos lavando roupa no tanquefoda louca na empregada até o orgasmoOlá , meu nome é Tati sou morena , alta , magra , pois bem , vamos ao contominha tia greluda de biquínicontos traindoencarei 30cm contosconto gaucha carinhosa safada com seios grandescontos eroticos de advogadas coroasdomindo ele bolinando xvidioconto erotico desconfiei de minha esposadei o cu gostosocontohistoria e contos lesbica primeira vez com minha babaconto lesbico garota come cu da boasuda eteroconto de não aguentei a pica grande no meu cuesfregando contoconto minha tia so anda de calcinhaaregasando a b da ncontos de coroa com novinhocache:GAEDmAeFVBUJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_18319_fodendo-gostoso-minha-paciente.html minha tia perguntou se eu tava de pau duro - contos eroticosxvideo porno cavalu comedo aeguaBoqueternominha tia perguntou se eu tava de pau duro - contos eroticoscontos eróticos de bem dotado estuproum cavalo fudeu minha buceta contossua colega você vai pegar no pau da jegacontos eu minha esposa e a empregada na praia de nudismocontos eróticos de vizinhas negras virgem e homes negroscontos fodendo a namorada de todo jeitocontos eroticos escondidominha esposa nega mas eu sei que sou cornoconto erotico chantagiei a esposa do meu funcionárioconto a vizinha tetuda casou mas seu casamento t mauZOOfilia minha sogra gozandoContos comeu o cu virgem day minhamulher contos vizinha dona de casa tetuda caida