Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

SAFADA EXIBIDA DISPERTANDO PARA O SEXO

Olá me chamo Ana, nesse primeiro conto eu vou falar de como, começou minha vida para o sexo, eu com 19 anos, na flor da idade e estava louca para perder a virgindade, mas na verdade eu não queria morrer virgem. A gente não sabe o dia de amanhã não é mesmo. Nessa época eu era magrinha, morena clara mas bronzeada do sol, tinha pernas torneadas e bronzeada por ficar horas conversando com as amigas no sol. Meus cabelos eram castanhos escuros e compridos pouco abaixo dos ombros. Meus seios ainda estava em formação mas já apontavam bem era pequenos e durinhos, e minha xoxotinha pela peludinha mas eu adorava dar aquela raspadinha em baixo e deixar peludinha na parte de cima.

E eu estava no auge do meu tesão, por ler revistas que falavam de sexo eu já sabia demais do assunto e sabia bem o que eu queria.

Tinha um vizinho na rua em que eu morava que começou a dar em cima de mim, mesmo ele noivo e com 8 anos a mais do que eu. E eu estava ficando doida por ele ele branco, loiro dos olhos verdes magro eu achava um gato.

Então quando eu me despedi de uma amiga que morava em frente a casa dele ele ficou me esperando na esquina de casa e puxou papo, mas como não poderíamos ficar conversando ali ele me disse para esperar ele em tal lugar e tal horário.

Cheguei em casa eufárica ansiosa pelo encontro que seria dali algumas coisas, tomei meu banho e fiquei bem cheirosa e perfumada. Coloquei um vestido que eu adorava de croché que era bem colado no corpo preto e uma calcinha branca de rendinha e um tamanco, soltei os cabelos arrumei e também passei um baton vermelho, eu estava me achando muito sexy e sensual e iria me encontrar pela primeira vez com um homem, bem mais velho que eu e isso me excitava mais me deixando loquinha de tesão.

Chegando no local marcado conversamos e vimos que tínhamos afinidade e fomos da um passeio de carro, paramos perto de um campo de futebol com o carro dele e lá demos nosso primeiro beijo, me lembro como se fosse hoje já tínhamos conversado bastante quando ele perguntou se eu não queria sentar no colo deles, me levantei do banco do passageiro e me sentei de lado no colo dele e nos abraçamos quando rolou nosso primeiro beijo, como era gostoso beijar aquela boca molhada nossas línguas entrelaçadas, hora eu chupava a língua dele hora ele chupava a minha língua numa pressa e dezespeiro de como se fosse acabar o mundo, nisso ele aproveitava e alisava minha bunda por cima do vestido eu colocava a mão dele mais pra cima quando quando ia ver denovo lá estava ele com a mão na minha bunda apertando enquanto nos beijávamos.

Depois desse tivemos outros encontros num deles novamente em seu carro no campo de futebol ele me colocou para dirigir em seu carro mas sentada no colo dele. Enquanto ele virava a direcção e seu carro fazia círculos no campo eu sentia seu pau duro por cima da calça com minha bundinha sentada em seu colo ele era muito sacana e se aproveitava da minha inocência, tudo bem que eu gostava sim, e foi assim que fui ficando cada dia mais safada.

Em mais um de nosso encontros ele me levou num Drivin chegando lá ele pediu latinha de cerveja para a gente depois de matarmos a saudades conversando ele vinha me abraçava e começávamos a nos beijar, nossas respirações ficavam ofegante, sua lingua molhada cada vez mais procurava minha boa e minha língua, já não me importava mais com a mãos safadas dele, agora eu aproveitava tudo e estava adorando meu dispertar para o sexo.

Ele alisava minha bunda, apalpava meus pequenos seios enquanto me beijava e colocava minha mãos por cima de sua calça geans no seu cacete rígido e duro.

Era delicioso sentir aquele pau duro em minha mão ficar alisando apertando enquanto ele já estava abaixando minha blusa e abocanhando meus seios, mamando os deliciosamente com aquela língua gelada em que tomava de vez em quando uns goles de cerveja. Ele mamava gostoso em meus peitinhos pequenos me fazendo gemer como uma putinha no cio, nossas respirações estava cada vez mais ofegantes forte, nisso ele abriu o botão e depois abaixou o ziper da calça tirando para fora seu pau duro e melado e novamente me fez colocar a mão naquele cacete rígido e gostoso, enquanto isso se deliciava com o outro peitinho. Por fim depois de mamar nos meus peitinhos segurou levemente na minha cabeça e pediu para que desse um beijo em seu cacete, eu que ainda não tinha experiência no começo recuei, meio com nosso, e sem saber como fazer. Mas ele dizia chupa amor, é como se tivesse chupando um pirulito, de tanto insistir, aos poucos sua mão encostada na minha cabeça me fazia abaixar mais a cabeça até sentir que estava com seu pau bem práximo a meus lábios e ele segurou seu caçete mostrando o tamanho que ele estava e não aguentei abri minha boca e começei a chupar aquele pau branco e gostoso. Ouvia ele gemer enquanto minha boca sugava seu cacete.

Eu achei delicioso estar mamando num pau duro, sempre foi meu sonho sentir o gosto de um cacete em minha boca e estava me sentindo a ninfeta mais putinha do mundo realizando minha fantasia de menina safada.

Ele começou a me xingar isso mama putinha safada, mama gostoso, isso não para com isso fui ficando mais safadinha e estava adorando aquilo minha boca quente fazia vai e vem no pau dele mamando, hora eu passava a língua por fora meio sem jeito e logo voltava a chupar.

Nisso ele colocou a camisinha e pediu para que sentasse no colo dele de frente para ele, novamente obedeci e sentei bem devagarinho no colo dele deixando que o cacete entrasse lentamente enquanto nos beijávamos, até que por fim senti o cacete todo dentro de mim e comecei a cavalgar, a pular no colo dele, ele gemia ai, ai, e dizia isso gostosa rebola vai...eu cavalgava meio sem jeito ele segurava minha bunda e ajudava a subir e descer em seu cacete, a gente estava suado do calor e do tesão que estávamos sentindo até que não aguentando mais ele disse vou gozar senti as estocadas quente por meio da camisinha em minha xoxotinha até ele ficar exausto e dar nosso ultimo beijo desse nosso primeiro encontro de sexo, no práximo contarei mais sobre nossas transas.





Se você está interessados, em receber meus Contos Eráticos reais em seu e-mail é sá pedir enviando uma mensagem para mim no e-mail abaixo.

Também tenho Fotos minhas e Vídeos caseiros afinal sou uma Exibida safada que adora se mostrar, o que é belo é para ser mostrado e apreciado como diz um amigo meu.

[email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Contos sou casada com um travecocasada lesbica com sobrinha contocontoseroticosapostacontos eroticos gays de todas as idadespunheta na infancia com amigoContos porno com o papaitransando com a interna contoscontos eroticos nordestecontos eróticos de bebados e drogados gayscontos camioneiro pau muito grossocontos erticos madrinhas putasContos de mulheres, fudendo com seu avôcontos de esposa gordinha tambabainfancia contos de encestoComtos casadas fodidas pelo patraodentistassafadaContos eroticos de esposas que traem com travestisfilha de diplomatas contocontos eroticos com vendedora ambulanteconto erotico enteada brincadocontos em ilhabela com minha mulhercont erot padrinho meteu tudoContos dei o cuzinho para a travesti fabiola voguelsou rabuda contos eroticosflogdosexo.compauloelizabethContos dormindo com juninhomorenonas muito gostosas de rabao enormes e arrebitados dando o cutio crio sobrinha na rola em contocontos de travesti no onibuslevei varias dedada do meu pai pornodoidocomendo ela de saia com vizita discretamenteconto da sogra da buceta grande e putaconto chantageei minha irma evangelicaContos fudendo a coroa gravida casadaContos dando banho na catadoraEnrrabou minha namorada contos eroticoscomendotietacontos eróticos mancha branca no vestidoContos eróticos de lésbicas transando na casa da amiga de muitos anosgostei de ser enrabadocontos eróticos de travesti comendo b*****titi do cu apertado emnhistoria quadrinho eroticos de sexo na chuva bifotos de relatos de nora transando com sogro no sul da Bahiacontos eroticos comendoa crente no trabalhocontos eroticos marido perdeu a apostavizinha trai marido com cunhadinho contoscontos erótico com homens dando o cuzinhocontos eróticos patroacontos eu e meu marido adoramos ir no cinema ver pornotanga contos eróticosme comeram novinha contostravesti onibus contos eroticosnoivo corno no altar contos eroticosgretinha do short pornocontos erotico fui concertar s torneira da vizinhaConto eu peguei meu genro me brechando no banhoconto gay meu genro mulhezinhaconto porno moleque ruacontos picantes comadre safadaconto de encesto a supresa de mamaebuceta toda vabiada pornoconto homem bem dotado assediou minha esposa ate ela ceder e foder com eleminha esposa em puta vai mete vou gozar cotosminhamulhere meucachorroconto eroticos fui obrigado a fuder minha irma num estuprosou empregada contos eróticoscontos eróticos de negros em carnavalconto incesto cunhadacontos eroticos incesto sutiacontos eroticos o traficante comedor de casadascontos erotico gay dei pro amigo do meu pai e comi a cachora dele sorfilaConto erotico minha esposa e o pau enorme do nosso cachorromurhler.abusada.estrupradocontos de quen comeu coroas dos seios bicudosminha esposa safada de saia deixo o vizinho a funda a xoxota delacontos eróticos pai e amigos