Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

PEDI AO MEU MARIDO...UM GAROTO DE PROGRAMA.

Certa noite, eu e meu marido decidimos ir novamente a uma casa de swing e ver se finalmente conseguiríamos realizar a fantasia com que sonhávamos a muito tempo: EU TRANSAR COM OUTRO HOMEM ENQUANTO ELE ASSISTIA.

Decidimos que "teria que rolar naturalmente", que não forçaríamos nada.

Me arrumei com o tesão de quem vai a um primeiro encontro.

Coloquei um vestido preto com um decote profundo nas costas, colado ao corpo e é claro que sem sutiã e sem calcinha.

Sou loira, 1,60 de altura, peso 52 kg, seios pequenos e com

1,00 de quadril,os quais ficaram bem marcados com o vestido, tanto os bicos do meu seio (que são bem rosados) como a minha bunda, que é bem desenhada.

Já chegamos lá meio alegres, mas confesso que ficamos um pouco decepcionados, pois como chegamos tarde a casa estava bem cheia e a maioria dos presentes estava ocupado ou "muito empolgado", portanto a nossa idéia de "deixar rolar" tinha ído por água abaixo.

Mesmo assim decidimos aproveitar o clima, nos tocamos, assistimos algumas transas loucas, bebemos e fomos nos excitando ainda mais.(a casa estava tão cheia que não dava nem para dançar, nem para ficar andando).

Quando decidimos ir embora, eu que tanto tinha imaginado outra rola me comendo, estava tão cheia de tesão que pedi ao meu marido que fossemos em busca de um garoto de programa.

Fomos a região dos Jardins ele parou o carro práximo a um grupo que estava conversando.

Meu coração estava disparado, um misto de excitação, ansiedade e nervosismo.

Um rapaz veio até o carro e aceitou nossa proposta.

Subiu no carro e começou a acariciar meus seios, enquanto sussurrava em meu ouvido.

Seu nome era Edu e como garoto de programa era bem sexy e atraente, além de ter uma voz que me deixava arrepiada.

Chegamos ao motel e confesso que estava bem nervosa.

Ele conduzia tudo, sugeriu que eu bebesse algo leve para ficar mais relaxada e começou a acariciar mais o meu corpo.

Eu estava ajoelhada na cama, ele atrás de mim e meu marido em pé ao lado da cama.

Comecei a acariciar meu marido enquanto ele me acariciava.

Meus seios ficaram completamente arrepiados enquanto ele me alizava com suas mãos e sua rola,e eu olhando para o meu marido que assistia extasiado.

Foi muito rápido e de repente senti sua rola entrando fortemente em minha buceta, socou bem forte causando até um pouco de dor, mas o meu tesão falou mais alto e não pedi para parar.

Estava de quatro na cama com um homem me fodendo e meu marido assistindo a tudo e perguntando pro Edú se eu era gostosa.

O Edù dizia que muito e me fodia com mais força ainda.

Então meu marido disse que eu gostava de trepar em cima de uma rola, para ele deitar e eu sentar no colo dele.

Sentei naquela rola gostosa e pude controlar melhor os movimentos.Rebolava, me esfregava nele enquanto os dois faziam vários elogios da minha performance.

Olhava para o Edú, enquanto sentia sua rola entrar e sair da minha buceta, que estava completamente molhada, e senti uma vontade louca de beijá-lo.

Meu marido do nosso lado batia alizava sua rola.

O Edú dava uns tapas em minha bunda e me chamva de vadia gostosa, safada e eu simpesmente delirava de tanto prazer.

Confesso que gozei rapidamente alí, sentada naquela rola gostosa que me comia com muita vontade e me dava tanto tesão que eu queria mais.

Então pedi que ele comesse meu cú, ele rapidamente me virou colocando-me na beirada da cama, contornou meu cú com o dedo e me comeu deliciosamente.

Eu pedia Edú come o meu cú e ele o fazia maravilhosamente.

Sei que ele também estava com muito tesão, pois quando a rola dele saía do meu cú ele rapidamente trocava de camisinha e punha de novo.Socava tão gostoso em minha bunda que até hoje bato punheta lembrando dele.

Seu corpo tremia e sua respiração estava bem ofegante, assim como a minha,ele socava a rola cada vez mais gostoso e batia em minha bunda.

Eu olhava para o meu marido que a essa altura estava deitado na cama e batendo punheta e pedi para o Edú não parar.

Minha buceta estava tão molhada que eu sentia escorrer e molhar o lençol, gozei novamente alí feito uma vadia, com outro homem comendo meu cú e meu marido assistindo a tudo,então ele disse que iría gozar e perguntou aonde eu queria, respondi que nos seios, me virei e pude assistir aquele jato quente e branco que jorrava com tanto força no meu corpo,seios,pescoço e no canto de minha boca.



Bem ainda não foi desta vez que fiz minha primeira DP,nem a filinha (como gosto de dizer para meu marido)sei que acontecerá em breve e depois contarei como foi.



Até mais.

Rebeca.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos que gozada ela deucontos eroticos cachorro cheirando minha rolacontos eroticosmeu marido me chamou pra ver um filme porno com os amigossocontos eroticos de traicao com vizinha gostosaEla era hemafrodita e eu fiquei louca..contos..contos eroticos moleque e esposamenina assanhada contoscantos eroticos so casado mais o negao arrombou meu cu"limpa o pau do seu macho"xvidio tinho berbado asubrinha fica taradacasa dos contos gay desgraçado arrombadorconto cu suado da bonecacontos eroticos exibindo minha esposa no banhocontos incestuosos - mãe e filho no forró terceira idadecomi ela na pia da cozinha/conto marido de pau pequenocontos eróticos de casadas rabudas traindo seuessa menina bem novinha Tina já transa essa novinha tímida bem novinha Grandevides gay dopando amigo pra chupa-lo e tranzarcontos eroticos masturbando na praia gozei na areiatravestis novinha fazendo b****** Oi tomando muito agitada na bocaFamília contos eróticosCont erot a galinhaContos eroticos c imagens v puta de meu sogro e do cunhadocontos depois de velha fui arrombadagozoo na bucetakcontos eroticos so era pra ela chuparmeus tios comeram as camareiras do hotel conto eroticocasadinha inocete. sedo chatagiada contos eroticocontos eroticos corno bosquehistórias de cunhadas punheteiracontos eu e meu avo comeno minha maequentes carentes cariocasmeu marido me flagrou fodendo contosdividindo a cama conto bicontos eróticos comi a bundinha da mulher do meu amigo com ele dormindo realcontos eroticos afilhadocontos porno sou puta dos meus cachorroscontos eróticos de pai fudendo filha no carroContos sexo coroas esposas de amigosnem peitinho teen grita na pau do voMeu primo me convenceu a mostra meu pau para elebumbum arribitado na rolaFui arrombadaConto minha mulher na obra sem calcinhanaturismo contoscriola no cuinho nao e nao guentocontos meu cunhado é corninhoacabei comendo minha tia contos[email protected]filha pelada contoscontos eróticos masturbaçãoele falou que ia me deixar se nao me entregasse virgindadeContos enfiei o dedo no cu do meu marido ma frente do meu amanteconto porno meu pai me come e minha mãe no falar nadacontos a mulher do meu amigo queria um pau grandemelhorescontos eróticos gosando pelocuquero rola contos eróticoscontos/ morena com rabo fogosoconto erótico ela sento piga grossa e gozou nelacontos eroticos em ônibuscontos eróticos morena com o carro quebrado ( gangbang.)o pastor comeu meu cu contos gaycontos safada na lavourasexo contos eroticos titio e aninhaminha esposa deixa a buceta cabeluda e da pra o meu melhor amigo em relatosAbusei minha prima contoscontos eroticos caminhoneiro gaycontos eroticos minha sogra de calcinha rendaconto aposta amigoConto erotico um travesti me algemoumeu patrão me pegou mastubando e chantageia conto eróticoContos de loiras com negrosuma médica v**** chupando pinguelo da pacientevesti as roupa feminina e dei meu rabinhocontos dei pro mulequinho de ruaSou casada e chupei dois caralhos ao mesmo tempoloiro trepando com a faveladaContos de ninfetas que levantam com vontade de da o raborelatos eroticos forçadomeu pau se alojou bem no meio daquela bundinha contosfazenda fravia dan xeso anal lua demel