Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

TREPANDO COM MEU PRIMO DO INTERIOR

Certa vez, meu primo que morava no interior do RS veio passar uns dias em minha casa. Na época ele tinha 26 anos e eu 17. Não era um primo que eu tivesse uma amizade, pois era a segunda vez que eu o via. No dia que ele chegou, eu não estava em casa, tinha ido ao cinema, quando retornei, vi um rapaz, muito bonito, e muito gostoso, vendo TV na sala.

Deduzi que era ele, mas como fazia muito tempo que não o via, achei ele bem diferente. Tava bem malhado, com um corpão bem legal e umas pernas muito grossas, bem torneadas. Ficamos conversando um tempo e ele me falou de sua vida, e da sua vontade de vir morar na capital. Minha mãe falou que ele poderia morar conosco até conseguir um apartamento e tal. No início não gostei muito da idéia, pois teria que dividir meu quarto com alguém que não conheço direito.

A noite fomos dormir e ele falou que estava acostumado sempre a dormir pelado, mas que por estar em minha casa, dormiria de cueca e me perguntou se tinha algum problema. Respondi que não e que por mim, se ele estivesse a fim de dormir pelado que poderia. Ele agradeceu e tirou a cueca. Fiquei estático ao vê-lo pelado. Seu pau, mesmo mole, era grande e grosso. Eu falei que iria trancar a porta do quarto para evitar que minha mãe entrasse e o visse pelado, e ele achou melhor também.

Nos deitamos e conversamos um pouco e eu logo peguei no sono. Era madrugada quando eu acordei para ir ao banheiro. Para isso, eu tinha que passar por cima dele, pois seu colchão estava bem ao lado da minha cama. Acendi o abajur para poder ver melhor onde pisava e vi que ele estava de barriga para cima e com o pau levemente endurecido. Fui ao banheiro, e quando voltei, ele estava com o pau bem duro. Era grande, grosso e com uma cabeça enorme, tipo cogumelo. Fiquei olhando por um tempo, apaguei a luz e tentei dormir, mas não conseguia. Eu não parava de lembrar a visão do seu pau duro. Ai, eu me virei para o lado que ele estava deitado, e passei a mão levemente por cima e toquei na cabeça do seu pau. Ele deu um suspiro e eu parei de passar a mão com medo que ele acordasse. Passei o resto da noite sem conseguir pregar o olho.

No dia seguinte, eu passei o dia inteiro fora, por conta dos estudos e do curso que eu fazia na época. Retornei para minha casa por volta das sete da noite. Ao chegar, ele me avisou que minha mãe iria para a casa de uma amiga dela que morava muito longe e por isso dormiria lá, retornando sá no outro dia.

Tomei um banho, jantamos e depois ficamos vendo tv. Como estávamos sá nos dois em casa, ele ficou o tempo todo pelado e eu sá de cueca. Sugeri que dormíssemos na sala, assim poderíamos ficar vendo tv até tarde e ele topou. Falei que colocaria um colchão de casal para nás dormirmos, ele disse que não tinha problema. Coloquei no meio da sala e nos deitamos. Apaguei a luz e deixei a tv ligada, mas eu nem prestava atenção no que passava, pois ficava pensando no pau dele duro. Dormimos com a TV ligada, e eu acordei no meio da noite e ele tava de costas para mim. Tentei ver se ele tava de pau duro e sem querer acabei esbarrando nele. Ele acordou e eu fingi que estava indo ao banheiro. Quando voltei, ele tava de barriga para cima, de pau duro. Não sei até hj se dormia ou se fingia dormir. Me deitei e fiquei de costas para ele. Não demorou muito, ele virou de lado, e seu pau bateu de leve na minha bunda, o que foi suficiente para me deixar de pau duro. Eu, fingindo dormir, cheguei mais para perto dele e seu pau tocou de vez nas minhas coxas. Ele começou com movimentos leves, fazendo com que a cabeça do seu pau ficasse no meio das minhas pernas, entrando e saindo. Não agueitei e passei a mão, senti que seu pau tava duraço e levemente babado na cabeça. Me virei e vi que ele estava acordado, então comecei a chupar o pau dele e ele gemendo.

Ele dizia “chupa meu caralho bem gostoso”, e eu chupava a cabeça, depois colocava o que cabia na boca. Acho que o pau dele duro deveria ter uns 23cm. Quanto mais eu chupava, mas ele gemia. Eu tava adorando, era um pau muito gostoso. Então ele me disse para ficar de 4 que ele queria me comer. Fiquei meio com medo, pois além de ser grande era bem cabeçudo. Ele disse que colocaria devagar, que não era para eu me preocupar então deixei. Passei um pouco de gel lubrificante que eu tinha e ele começou a tentar me comer. Não entrava, pois a cabeça era muito grossa. Ele foi tentando, tentando até que entrou a cabeça, e eu vi estrelas. Começou a doer e eu pedi para ele tirar ele enfiou todo de uma vez. Ai ele ficou parado para que eu acostumasse. Depois começou com os movimentos de entra e sai bem devagar e eu fui acostumando com aquele volume dentro de mim. Ai começou a ficar gostoso e meu tesão foi aumentando cada vez mais. Depois ele deitou de barriga para cima e pediu para eu sentar em cima, o que fiz com muita vontade. Sentei e fiquei cavalgando durante algum tempo e ele gemendo, me chamando de viadinho gostoso, dizendo que se ele fosse morar conosco, que iria me comer todas as noites, e eu adorando. Sentia seu pau latejar de tesão dentro de mim, até que ele não se aguentou e gozou forte dentro de mim. Era tanta porra que escorria pelos lados, nos melando todo.

Depois que ele gozou, fomos ao banheiro para nos limparmos, mas eu não tinha gozado ainda. Ficamos no Box tomando banho juntos, ele me passando a mão e me chamando de viadinho gostoso, dizendo que meu cu era uma delícia e ficou de pau duro de novo. Pediu para que eu o chupasse pois ele queria me dar leitinho na boca. Me agachei e comecei a chupar ele de novo. Acho que fiquei uns 19 a 20 minutos chupando ele, lambendo as bolas dele, esfregando minha cara nos seus pentelhos até que ele me disse que iria gozar de novo e que era para eu tomar todo o seu leite. Quando ele começou a gozar eu também gozei. Engoli todo o leite dele, que foi bastante.

Terminamos de tomar banho e fomos nos deitar. Dormimos abraçados e de manhã, quando acordamos, repetimos tudo de novo.

Ele ficou uma semana em minha casa e transávamos todas as noites, de todas as formas. Mas o pai dele acabou adoecendo e ele teve de voltar para a sua cidade. Nunca mais nos vimos pessoalmente, sá nos falamos, e muito esporadicamente por telefone.

Mas valeu o tempo que ele ficou aqui em casa, foi muito bom mesmo.

Curto muito fazer sexo com outros caras. Se alguém de Porto Alegre quiser entrar em contato meu email é: [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Contos.erotico.mae.filho.depois.do passeio.na.praia.ela sentiu meu pau crescendo contos eroticossexo Sátão garotas da noite prazer condos erodicos meu cu no formato da contoscontos erótico vovo me arrombandonoeu e minha cunhada lesbica fizemos um bacanal com sua irma e mae incestove molge dano cu mexeno no pau gozano no paiesfregando contocontos eróticos incesto férias com mamãecontos eroticos grinaldacontos eroticos meu marido me vendeuConto porno de marido e sogrocontos eroticos - esposa - massagista - pintudoenrabador de afeminadocontos eroticos sogra de camisolaver videos porno com sogronascontos minha tara no bundao da mamaecontos meu filho adora minha bundavoyeur de esposa conto eroticopiquinique em familia contos eroticosconto incesto de tanto pai insistir depois de muito tempo filha deixa pai metercontos eroticos cunhadocontos eroticos esposa velhoConto erotico minha sogra so anda de roupas curtaDei o cu ao velho gostoso contos gayxvideo ai sim anaconda toda dentroEstorias eroticas comadrefui encoxadacontos eróticos papai e mamaeoutro chupando os peitos da minha mulher. contosconto erotico lesbico chupa meu grelinho ai vou gozar isso não para ai ai ai to gozandocontos eróticos esposa estuprada e desmoralizadahistorias verdadeiras de maridos que fragaram as esposas dandoputinhos seduzidos contosminha bucetinha chego a sangra na rolona do velho contosContos eu e minha amiga demos a buceta e o cu pro cavaloconto erótico reais eu e minha mae sua enpregada juntodei de perna abertaEu Bêbado e Ela Se Aproveitou Contos Eróticosmeu pai e meu irmao me comeram contos eroticoscontos Praia de nudismo.conto erotico lambie buceta da minha afilhadaconto fiquei pelado na frente da médicaminha filha e bela contos eróticoscontos eroticos exibindoconto minha irmanzinha gue dormia comigopapai traindo mamae comigo contos eroticoscontos eróticos com mulher vizinhaComto pego em fragantecontos eroticos de mae chupandodei a buceta no trabalho. contos.sou rabuda viajando.contos eroticosContos punheta duplawww.ver contos eroticos de professoras gostosas ruivas de 20 ate 30 anos tranzando com seu alunos de 16 a 19 anos de idadecoki a amiga da esposa contoscontos erotico meu paiprovocando meu tio com um short com as popa da bunda de foracontos dei um beijao na boca do meu tiocontos de travestis comendo os patroescontos manacontos eróticos esposa e um amigo gayfreira peituda contos eroticos coroa 46 anos cabelo curto enroladinho dando a buceta grandecontos eróticos,ai ai fode metewww.fotos piças de camioneirocontos eroticos de travecos gostosas e taradas tirando o cabaçi do viadinho.contosmarido provando uma rolacomi varios cu na casa de sungContos eroticos encontreia uma calcinha da minha filha babadinhaconto erotico safadesa no cinema com travesticontos eroticos de incesto entadas de calcinhaconto viadinho dadeiroconto sou casada e meu vizinho come mwu cuabusada com vibrador contosminha tia com capo de fusca contoscontoseroticoscabacinhoContos eroticos pai espretado filha a tomar o banho