Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

NO CUZINHO É MAIS GOSTOSO

Estava de férias e fui curtir uma semana na casa do meu enteado Sergio. Minha esposa Andreia não foi devido ao período de aulas então fui sozinho. Meu enteado e minha nora Ana também estavam trabalhando e ficava a parte da manhã sozinho pois minha nora é professora e retorna pouco apás o meio dia.

Aproveitava a manhã para ler bastante e tomar um sol básico na piscina para manter o bronzeado. Não levei muita bagagem, somente uma roupa para sair se necessário e minhas calcinhas e biquinis.

Um dia, apás tomar sol, por volta do meio dia, entrei e fui tomar uma ducha e depois curtir uma banheira gostosa para me refrescar para o almoço. Estava terminando a ducha quando escutei Ana chegar e entrar no banheiro.

- Oi sogrinho, bom dia? quer companhia?

Virei-me e ao olhar pelo box transparente,vi Ana tirando sua roupa e se preparando para entrar no box.

- Bom dia Ana, como foi na escola? sua companhia é sempre bem vinda..rsrsrsrs.

- Ah, foi legal, alguns alunos pentelhos mas faz parte do jogo...rsrsrs, chegue para o lado que vou entrar.....

Ela acabou de se despir e entrou no box. De costas recebi uma encochada, um beijo no pescoço e suas mãos procuravam meu pinto ensaboado.

- Hum...delicia sogrinho, cadê o pintinho?

Ela apalpou minha cintura até encontrar meu pinto que já estava quase duro de tesão e começou a bater uma punheta deliciosa embaixo da ducha. Virei-me e encochei sua bucetinha toda depilada escorregando entre as suas pernas e retribuindo o beijo no pescoço apalpava seus seios em forma de duas peras fazendo seus mamilos rosados enrigecerem e prontos para uma delicada sugada. Apás a primeira sugada veio um suspiro de tesão e um aperto na minha bundinha com suas mãos macias.

A água escorria em seus seios e minha boca alternava entre os seios e seu colo delicioso que me recebia arrepiada de tesão.

- Aiiii sogrinho que delicia de mamada, hummmmm.....sou sua......

O tesão aumentava e meu pinto já duro com seus 10cm pedia mais e depois de mamar gostoso seus mamilos eretos, ela deslizou em meu peito chupando meus mamilos e descendo com a língua pela minha cintura alcançou meu pinto que abocanhou de uma sá vez, jogando-o de uma lado para o outro na boca. Gemia de tesão e segurava sua cabeça comandando as estocadas macias que dava no meu pinto, até que ela parou a mamada e correndo até a gaveta do armário no banheiro pegou uma camisinha.

- Ai...sogrinho, que delicia, vem me foder vem, vou vestir seu pintinho e me esbaldar brincando com ele dentro de mim......toma....

Ela vestiu a camisinha e segurando na borda da banheira, abriu as pernas e me chamou?

- Toma sogrinho sou toda sua.....enfia esse pintinho gostoso onde voce quiser?

Com tesão, segurei sua cintura e encochando-a deixei meu pinto escorregar entre suas pernas até alcançar a bucetinha, que já lubrificada de tesão recebeu meu pinto de uma sá vez, sem resistência, pois o pau do meu enteado é maior e mais grosso que o meu e sua bucetinha já estava alargada pelas estocadas recebidas durante anos de casada.

- Aiiii...sogrinho que delicia de pintinho...vem soca gostoso soca...aiii..hummmm.

Ela rebolava e gemia de tesão enquanto sentia meu pinto ir de um lado a outro daquela bucetinha deliciosa, mas a certa altura veio o pedido.

- Uiiii...sogrinho, enfia o pauzinho no meu cuzinho vem......no cuzinho é mais gostoso...toma..sou toda sua....

Ela abriu a bundinha e seu cuzinho rosado despontava desabrochado como uma rosa não muito apertada, mas deliciosa.... Tirei o pinto da sua bucetinha e segurando sua cintura apontei para o seu cuzinho rosado. A princípio, sua rosquinha se contraiu mas depois de enfiar um dedo e brincar um pouco, ela relachou e meu pintinho entrou macio de uma sá vez.

- Aíiiiiii...que delicia de pintinho....hummmmm....sogrinho...entrou tudinho....delicia....aiiii......vem gostoso vem....

Com o pinto entalado no seu cuzinho começei a dar estocadas macias e as vezes tirando quase tudo e enfiando novamente, sem resistência nenhuma, escorregando até alcançar meu saco que batia nas suas coxas...

- Puta que pariu Ana, que cuzinho delicioso voce tem..olha sá..meu pintinho esta todo dentro, entrando e saindo macio...delicia...toma..meu tesão...toma.....hummmm......

- Ai sogrinho, seu pintinho é delicioso para enfiar no cuzinho, pequeno e não muito grosso...entra gostoso....hummmm...aiiiiii...soca gostoso soca.....vai......me enche de porra...aiiiiiiiii

Não resisti por muito tempo e gozei gostoso. Com a camisinha quase toda fora quando fui tirar o pinto da sua rosquinha, escorria meu gozo no seu cuzinho e nas suas coxas, então ela virou-se e me encochando de frente deu-me um delicioso beijo na boca.

- Nossa, sogrinho que tesão...puta merda...esse seu pintinho é na medida para enfiar no cuzinho...rsrsrsrs...delicia......

Ana saiu do banheiro e pensei que fosse pegar a sua roupa, mas ao voltar ela vestia a sua cinta e foi logo intimando....

- Vem aqui sogrinho, agora é a sua vez de ser arrombado....apoia na banheira que vou comer seu cuzinho.....toma....

Ainda excitado pela gozada não hesitei e me preparei para ser enrabado. Ana, cada vez melhor na arte de comer um cuzinho, começou enfiando a cabeça devagar e sentindo meu cuzinho lasceando foi forçando e terminando de enfiar a cinta toda, até o fim e começou a dar socadas delicadas que me fizeram gemer e rebolar gostoso...

- Humm...sogrinho....que cuzinho...nossa que delicia....entra tudo, gostoso..toma.....vou te foder gostoso...toma....

Ela continuou socando gostoso até que não aguentei e gozei novamante e exausto deslizei para dentro da banheira.

Ainda com tesão, ela entrou na banheira e de pé na altura do meu peito abaixou-se para regular a água quente e sua bucetinha veio direto quase batendo no meu rosto. Olhando aquela maravilhosa bucetinha depilada, ergui-me um pouco e minha língua alcançou seua lábios carnudos e depilados. Percorrendo a borda toda da sua bucetinha com minha língua ela delirou e abaixou-se mais ainda e de joelhos dentro da banheira posicionou sua bucetinha na minha boca que agora já enfiava a língua dentro dela em estocadas rápidas.

- Aiiiii...caralho sogrinho..que delicia, que língua é essa...minha nossa......aiii....hummmm....vem...delicia....aiii.....

- É para voce querida, toma....

Minha língua percorria toda sua bucetinha e seu cuzinho rosado e com estocadas deliciosas me perdia dentro da sua bucetinha. Não era preciso nem segurá-la aberta, pois arrombada, sua bucetinha dava totla entrada para minha língua que se perdia de prazer dentro dela. Aumentei o ritimo das estocadas e num grito de tesão ela gozou gostoso na minha língua que lambia tudo e melava seu cuzinho.....

Estávamos exaustos e conseguimos ajeitar nossos corpos nús na banehira e curtir um pouco o banho, depois fomos para a ducha para mais encochadas e mamadas e por fim terminamos e fomos preparar o almoço.

Os dois de calcinha preta fio dental, preparamos e almoçamos tranquilamente curtindo o sabor de uma foda maravilhosa que ainda surtia seus efeitos.....

A noite, apás a janta, fomos jogar baralho, eu Ana e Sergio, mas o jogo ficou bastante apimentado, mas isso é uma outra histária que conto mais tarde...

Bjs a todos

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


priminhos gay loirinhos fazendo safadesaconto erótico de incesto de sobrinha e tio casa de conto meu tio morre de ciumes e amor por mimChupa meu cacete com barreirabaixa vidio caceta de travesti duronaconto gay dando na apostaMULHER COMENDO O HOMEN COM MAO TODAomcontos porno meu marido perdeu o jogo e detonaram meu cucafetao metendo na minha filha conto eroticosbuceta velha contosvídeos pornô de avô sentando a netinha de sainha curtinha no colocontos fudendo com painhoFudeer minha avoloucuras do carnaval varias pessoas fudendo juntas no dalaoassaltantes me estupraram contos eroticosConto incesto sogra no volantechata levou rola contosconto eroticos cheguei em casa com o cu cheio de porrae arrombadoconto erótico dominando a esposa mandonacontos erotico estrupando novilhasloira louca por pau gg contosaaaaah. chupa minha bucetinha vai. isso. vou gozar na sua boca. me faz gozarcontos lesbica fui sedusida banheiro boatymulher tranzndo com ponei realConto papai mg fudeu de jeitocontos o pau do meu genrocontos eroticos incesto tomei porra do meu cunhadoconto erotico surra de bundaContos eroticos estrupei minha filha renata por ver filmes porno de pai e filha no meu computadorcontos eroticos - alta grandona bundudacontos eroticos irmaocazal gay fudedo gostoso ao vivocontos erotycos encochadas no metrocontos eroticos Gays De Dei Minha Bundinha Pro Irmão do meu AmigoContos eroticos empregada humilha a patroanoiva tarada melando o pau do noivoestoria de cantos erotico minha tia sentou no meu colo e comi elamenininhas fudendo com vários cachorros contos eroticosviolentadacontos"contos eroticos" amiga nudismoHistorias erotica de pai que da castigo a filhacontos eroticos com cavalo zoofiliaganhei carona mais tive que engolir porranao contar para ninguem da familia. Quando eu achei que o papo ia terminar ali, ela me fez a pergunta que levou a tudo: perguntou porque eu tinha tanta coisa sobre lésbicas incestuosas no pc? Quando ela me perguntou isso, confesso que pensei em desconversar, mas aí pensei também que ela não faria essa pergunta à toa. Aí comecei a falar que aquilo me excitava muito, que gostava de ler sobre aquilo. Sem brincadeira, acho que a gente deve ter ficado uns 10 segundos em silencio ali na cama, depois que eu falei isso. Uma olhando para a outra. Aí, ainda bem, ela tomou a iniciativa, colocou a mão na minha perna e perguntou: Você pensa em mim?  Contos eróticos "queria experimentar algo novo"Contos eroticos o comedor da familia do soniferocontoerotico.eu.marido e as filhas no forrojornalistas rabudas contoscoroa raspadinha gozando contosContos eroticosque boceta e essa irmaContos eroticos pais liberais.comContos eroticos fudendo o cu da casadacontis eroticos peguei minha esposa enfiando a buceta na cabeceira da camacontos erotico eu minha esposa e meu primoabusando de garotinha crinça no colo no ônibus contos heroticosconto erotico polyana menage contos esposa olhos vendados fudendovideo de porno com machos a força brutamenetegostaria dever filha cupano apica do pi dorminocasa dos contos eróticos camila a namorada gostosa do cunhadoContos gay pinto pequenocontos eróticos chuva molhadacontos pornos mamae carinhosadona redonda arreganhado o cuzaomulher de vertido con as pern.a reganhdaContos eroticos de filho encoxando a mae na cozinhamelhores contos eroticos de incestos flagradoscontos de sexo meu pai viuvo anoite primeiro meu encouxandotransando com padrasto Dona Toninhaarregaçado pelo cachorro contoscontos eroticos comendo cu da prima e tia junto com o tiosogra mijona contosminha mae nao gosta de mim contos eroticos incesto