Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

HISTÓRIA DE UMA ESCRAVA SEXUAL

Eu não tinha idéia de quanto poderia ser perigoso voltar o sítio de meu tio tarde da noite. Achava que por ser interior era tranquilo. Me enganei.

Tinha ainda 19 anos e corpinho de violão. Aliás, corpão, pois meus 1,70m eram muito bem distribuídos. Seios fartos, bunda empinada, coxas grosas e cintura fina....gostosona mesmo.

O carro veio em minha direção e fiquei apavorada e andei rápido, cheguei a correr. Não adiantou quando um dos homens saltou com uma arma e me forçou a entrar no carro. Foram muito claros: não iriam me estuprar. Iriam me vender.

Levaram-me a uma casa grande onde encontrei outras garotas e juntamente com elas fui acorrentada. Todas nás estávamos bastante assustadas e chorávamos muito.



Dois dias depois aconteceu o leilão. Fomos colocadas lado a lado nuas. Homens e mulheres (poucas) percorriam a fila para nos inspecionar. Ao lado havia cadeiras de ginecologistas. Descobri logo o motivo: seríamos examinadas detalhadamente pelo comprador interessado. Vitor, o homem que fez o maior lance para me comprar, devia ter uns 30 anos. Depois descobri que era filho de fazendeiros ricos e que os homens da família tinham essa tradição de comprar escravas sexuais. Depois de aberta por um alargador ginecolágico e examinada (ele e outros enfiaram os dedos em minha bucetinha) ele pagou a quantia e me levou embora. Nem ao menos me vestiram.



Fui levada a uma fazenda. Fui amarrada num pelourinho e o Vitor me disse como deveria agir. Eu chorava muito e nem conseguia prestar atenção no que ele falava. Por isso levei vários tapas na cara para me acalmar, pois estava quase histérica. No fim entendi que deveria chamá-lo sempre de Sr, obedecê-lo sempre e que seria sua escrava, e muitas vezes, seu animal de estimação. A maioria das vezes fui a cadelinha dele.

Logo na primeira hora amarrada o Sr Vitor mandou chamar os empregados. Eles vieram correndo, pois já sabiam que o patrão tinha do comprar a sua nova escrava. As anteriores, depois de não prestarem mais eram vendidas novamente para o puteiro da região. A primeira noite na fazenda era uma festa para os peões. O Sr Vitor liberava que eles me apalpassem e que enfiassem dedos em mim. Ao todo tinha 4 peões. Era amarrada de pernas abertas e eles faziam essa festinha em mim.......nada de penetração, somente pegação e dedos. Eu chorava copiosamente, mas sentia a minha bucetinha quente latejar. Por isso, pois deveria ficar calada, apanhei de chicote. Os peões perceberam o calor da minha xana e riam me chamando de puta e vadia. Depois que eles me apalparam bem, um dos peões me colocou a coleira e meu Sr me levou p a casa. Como minhas pernas estavam moles, não aguentava andar de 4, fui arrastada pelos cabelos até a casa.

Em casa fui amarrada no teto. Meu Sr disse que iria sentir tudo aos poucos. Por isso nesse dia somente seria essa a minha experiência. Deixou-me lá amarrada e foi dormir. Meu cansaço era tanto que praticamente desmaiei de sono e cansaço depois de várias horas chorando.

No outro dia, ele me tirou das cordas e novamente com a coleira me levou ao quintal e me apresentou a minha “casa”. Uma casinha de cachorro. Abriu a mangueira e me deu banho como a uma cadela mesmo, não deixando de lavar a minha bucetinha e meu rabo com escova de dentes. Depois de me alimentar com frutas, ele me passou para um dos peões que me lavou por dentro do anus com enema. Sofri muito com o tubo enfiado no meu cuzinho virgem que introduziu o liquido viscoso. Depois de minha barriga ficar inchada fui levada ao banheiro onde evacuei até a alma de tanta coisa que coloquei para fora. O peão depois abriu meu rabo com o alargador e terminou a limpeza com a mangueira. Gritava muito mas, a hora da mangueira fiquei excitada, tanto que o peão me deu vários tapas nos seios pois os mamilos estavam tesos.



Depois disso fiquei pronta p meu dono.............. continua

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto gozando sem tocar no pau com cachorro engatadotiradp o cabaso da novimhacontos eróticos comendo minha patroaeu ja comia Minha filhinha decidir compatilhar ela contos eroticoscontos uma menina me seduziuconto erotico loura com 3 africanosconto mãezinha chupou minha b******** e gozei na boca delapeituda nao resistiu em ser encoxada (contos).contos eroticos Araguaina Tovídeo de gorda lavando o rabo ensaboadocontos erotico chantageada no metroconto real meu vizinho me agarrouContos eroticos roludo comendo a bundinha da loirinha gostosinhaconto eu e minha babacontos janaina safadinhaContos eróticos mae medrosacontos eróticos quentes minha namorada em dp reaisContos Meu pai dividiu minha buceta com seus amigosvídeo porno chupando os lindos peitos professora de matemáticaprimeira mulher a fazer zoofilia.no cinemacontos eu era enrabada toda noite pelo taradoxvideoporno com er maoscontos coroas amazonensesComo posso acaricialo com tesaocontos eroticos chupando a pica do meu filhoContos eroticos gaucha casadaContos eróticos no banheiro da escolatransando com outro homem engatado sem furar SasukeContos erotico menininha de nove aninhos violentadacontoseroticosnaruacontos eróticos de bebados e drogados gaysCuzinho gostoso contosContos minha irmã e minha putacontos erotico castiguei a buceta da vadiapessoas fazendo sexo gostossooooFazendo uma suruba coma sogra e o sogro contoscontoseroticos madrastcontos eróticos meu novo amigo pausudo mi arronbou todos os buracoscomi o cu da enteada - contosecotra coroa que.evie vido sexo avivocontos minha irmã minha putaconto dei boa noite cinderela pro meu amigo e comi a sua mulhercontos de sexo com novinhas trepando com advogadosContos erotico subrinha magrela no colo do tio contos eroticos negrinha casada ficou bebada na festa mais de treze caraas fizeram suruba com elacontos ,chuparam tanto meu pau até ru gozar na bocacontos eróticos do primo negrinho dotado chupando a buceta da primacontos eroticos de coroaseu, meu marido e uma trans linda contohomem comeno a espoza de pois asograFudeer minha avoconto minha buceta e rasa mais aquela pica gigante fui tudoQuale melhor foda com a minha namorada?conto comeu meu cu gostosoconvidei o Celso para enrabar minha esposaconto fudendo a cunhada de 70 anosconto punhetinha gostosaconto erotico enganei a bobinhaconto erótica- meus amigos fuderam minha noivafui roubada e comeram meu cucontos eróticos minha mãe fumou baseado e comi elacontos eróticos da sobrinha toma leitinho na cama do tiofilha esposa de papai pintudo contosconto eróticos dei para meu sobrinhocontos eróticos gay putinha pedreirosdeu sonífero para comela prnocontos eroticos fodendo minha cunhada novinhaguais sao as deusas da punhetameu pai batendo punheta.eu foi fala com ele e ele madou eu bate pra eleme fode me arromba seu velho safadoconto erotico meu chefe me comeu meu marido consentiucontos minha mae gravida de baby dollbudao fudida por varios brutosroludo no onibusxvideoconto minha tia mim maliciandoclassificados evangélica procurando cornoconto erotico mamãe sentando no meu colo no carro lotadochantagem com casal. que pediu carona contos eroticoDe repente...minha mulher fodeu com todosContos coroas bicontos eróticos de negras no metrôwww contos eroticos doce recordacoesconto eróticominha traiu meu pai mulher casada vira putatomou calmante e tomou no cu contocontos camioneiro pau muito grossoContos irma mais velhacondos erodicos vizinho lindoconto erotico fiquei com o cuzinho bem arrombado e cheio de porrapapai me come porfavor contos eroticosconto erotico comviadinhomeus peitinhos doíam...eu conto sou casado meu cunhado fica passando um pau em mimcontoseroticosdentistacontos enrabada no chuveirocontos minha tia anus dilatadocontos erotico farmaceutico macho negao fodendo gaymulher com uma bu dando nda inmencaContos sogra fio dentalcontos eroticos porno de pirralhas inocentes