Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MINHA MULHER E UMA SAFADA

Minha Mulher é uma Safada. Parte 1





Ola! Meu nome é Jorge, tenho 28 anos. Vou revelar aqui detalhes de minhas aventuras eráticas. Sou casado com uma mulher espetacular em todos os sentidos das palavras. Minha mulher chama se Vivi, tem 23 aninhos. Linda, sexy e muito quente.



Vivi e tipo de mulher dos sonhos e fantasias dos homens e mulheres. Somos casados a 2 anos e temos uma vida sexual boa, e por incrível ficou melhor. A verdade e temos nossos desejos e fantasias, durante a nossas transar sempre estamos apimentado. Por diversas vezes incluíamos outras pessoas em nossas transar. Nesses momentos percebia como minha linda, e meiga esposinha transformava se numa putinha.



Engraçado que sempre usávamos pessoas conhecidas, ma percebia que Vivi ficava louca de tesão quando falava de seu chefe Wander. Durantes meses Wander fez parte de nossas fantasias, estava sempre incentivando provocar, usando roupa sexy, e calcinhas minúsculas. Vez por outra ela falava das gracinhas que dizia para ela, contava que ele estava sempre chamando para sair. Era uma sexta, Vivia prepara se para ir ao trabalho, colocou uma roupa bem sexy, pois depois teria uma festa de uma amiga.

Ela estava linda e sexy como sempre. Lágico que bom marido, prazer de ajudá-la com a escolher a roupa. Um belo vestido preto, decotado nos seios, aberto nas costa e nas coxas, ate mesma calcinha escolhi, de cor preta mini, para não marcar. Vivi Antes de sair meu deu beijo gostoso, nesse momento sentiu excitação em minha pica. Vivi sussurrou: Nosso amor, sua pica esta duram esta ligadinho! Eu: Pensado besteira amor e em seguida disse: Será que nosso amigo vai? Ela: - Espero que sim, pois porque estaria indo toda gostosa assim.



Durante todo dia foi uma loucura, pois Vivi ficou me provocando com mensagens e ligações sempre com teor erotismos. Por volta das 22hs. Vivi mandou mais uma mensagens dizendo que não era necessário buscá-la, pois tinha conseguido uma carona. Meu coração disparou naquele momento, senti aquele friozinho na barriga, mas ao mesmo tempo fiquei excitado.



Fiquei vendo teve, e passei lembrar nossos momentos de

intimidade e admiração. Sempre pensei que era impossível não desejá-la, pois seu corpo e pura perfeição da natureza, seus rostinho angélica, seus olhos cor de mel, seus lábio quentes e sua boca pequena. Que impressiona naquele corpinho é seus lindos seios empinados, duros e sua bumbum que me enlouquecem.



Por volta das três horas da manha sinto minha linda esposa tocando meus cabelos, percebia um sorriso em seu rosto. Ela disse vamos para cama amor. Pelo jeito de andar e como falava, então percebi que altinha e com um jeitinho de safada. Ela nem acendeu a luz, apenas iluminação que vinha da Rua. Vivi literalmente jogou contra a parede, em seguida agarrou dando um beijo quente e safada, senti o gosto da bebida, mas também senti algo salgado. Então disse brincando: - Que gosto e esse amor? Vivi: Não era isto que você queria? Beijei muito ate agora, antes de entrar estava com meu chefe o Wander, nossa nunca tinha imaginado que a pica dele fosse tão grande.



Fiquei em silêncio por alguns instantes. Não tinha outras palavras. Disse: Você uma puta mesma! Puta e safada! Diga algo que não sei amor, pois sua putinha tornou-me o que você queria, e você queria sua mulherzinha chupando a pica de outro, isso que estava fazendo ate agora dizia ela. Sua puta gostosa! Sua piranha! Estava fora de controle, pois minha excitação era grande. Deu um beijei bem gostoso, isso sinta o gosto da piroca do Wander seu corninho! Sente o gosto da pica do homem que fudei a boquinha da tua mulherzinha piranha.



O tesao dentro de mim explodiu, pois todo meu desejo de saber que ela estava mais safadinha, mais saidinha começou a ser realizado e eu a puxei e a beijei mais euforicamente enquanto minhas mãos passeavam pelo seu corpo, massageando seu bumbum, apertando seus seios, eu a virei deitando-a de costas para a cama e comecei a subiu a vestido e para minha surpresa estava sem calcinha. Ela olhou, não e que você esta pensando, não dei parar ele, apesar de querer muito, mas dei seu troféu da noite. Tirei seu vestido, enquanto beijava seus seios e descendo minhas mãos por seu corpo, ela foi puxando meu cabelo, sussurrando e gemendo que estava doida de tesão.



Depois de deixá-la peladinha, comecei a chupar deliciosamente e a dar leves mordidinhas no clitáris, e ela ia gemendo e mordendo o travesseiro. Comecei além de chupar, penetrar com meus dedos sua bocetinha molhada e a masturbá-la. Ela descontrolada dizia, isso Wander, que gostoso, não diz nada pra ninguém, pois se meu maridinho ficar sabendo, não vai da certo, pois e bravo. Ela me puxou do lado e veio beijando meus peitos, descendo com sua língua pela minha barriga até minha pica e abocanhou em um sexo oral maravilhoso, passando a linguinha pela ponta dele e de repente descendo engolindo ele até a base, depois ela beijava e chupava ele por fora ate alcançar o saco, com maestria. Por um momento parou Vivi parou ficou me olhando e sorriu. Amor, desculpa, mas a pica do Wander e maior e mas grossa, quase não coube na boquinha de sua mulherzinha.



Depois de me deixar doido com seu, veio subindo até beijar minha boca e nisto eu fui relembrando de tudo inclusive que esta boca dela estava, horas atrás beijando um homem e chupando. E conforme a gente foi se beijando ela foi sentando e se abaixando no meu membro que estava mais do que rígido, enquanto sentindo a sua bocetinha agasalhando meu pau eu ia explodindo de tesão. Vivi começou a rebolar e fazer o movimento de vai e vem, subindo e descendo, pegando minha mão e levando para seus lindos e deliciosos seios, de tal forma que eu apertava e falava o quanto ela estava safada e gostosa. Eu a agarrei pela bundinha e a virei na cama indo por cima dela, ela gemia cada vez mais enquanto sua mão passeava e me unhava tanto nos peitos como nas costas e cada vez eu penetrava mais rápida e mais forte até que ela teve seu orgasmo e logo que ela terminou tirei meu pau de dentro dela para gozar tudo nos seus seios deixando ela lambuzada com minha porra quente e gostosa. Antes de dormirmos tomamos um banho maravilhoso e revigorante, mas isto outra historia. Abraços.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


bolinei minha cunhada por baicho da mesa videofiquei com o marido de minha amiga com aprovação dela contos.eroticosencoxei minha tia peituda (contos).morena dano a boceta po cavelea medica que gostava de zoofilia_contoscontos eróticos gay eu e mais um amigo brincamos com novinhoconto ele comeu minha noivacontos eroticos eu minha esposa rabuda e meu tio na praia de nudismoParaíba putinhobotamos pra fuder contosquero ver buceta do pigele gradecontos de i****** f****** minha sobrinhaloiro trepando com a faveladarelatos comi a crente na marrafui errabada pelo meu avocontos de coroa com novinhocontos eróticos pastor taradocontos eroticos de mae chupandoContos nao sabia bate punheta amiga de mamae me explicouo negão comeu o meu marido contos eróticosconto eroticos garoto pede carona e e estupradorelatos eroticos reais cornos impotentescontos eroticos putinha famíliaConto comeu minha esposa e eu não percebiconto erotico fui sentada no colo do vovocontos eroticos casadas 50 anosconto erotico amamentando meu homemcontos eroticos estuprada pelo primo da minha amigacasa dos contos mamaram meus seios no meu tioconro erotico gay meu tio alopradocontos eróticos de bebados e drogados gayscontos eroticos syrubasfofinha putaria goiania contoscontos eróticos ele me convenceuconto arregacando o cuzinho e enchendo de porra a cunhadaposisoes para transa no acanpamento conto eróticopapai tirou do meu cu quis por na minha bocaContos eróticos de lésbicas gemeas sarrando a bundaconto erotico no colinhocontos gozando nas calcinhas dekarolprimas contos eróticocontos eróticos meu sobrinho punheteiroTrasando com atiaposso dilatar a porta do meu anus todo dia?contos de velhas gordas tomando gozada na caravideos de motoristasbatendo punhetaspagando conta cartonsex familiaputona da pro chefe marido nem desconfiagozando pelo cu contos eróticosconto eurotico um menino catador papelaocontos comendo a mae e a avóConto gostoso picante paicontos eróticos [email protected]minha tia esfregou/a/bunda/dee/vestido/no.meu/pau.chaves sotinho ponoconto erotico emcochando um travesti e fudendo a força em onnibusmelhorescontos eróticos gosando pelocupai emfia pica filha morroConto erotico teen gay free escolacontos eróticos cavalocontos colega safadinhacontos eróticos de gays novinhos bonitos loiras namorado com muitos beijos naconto erotico incesto sonifero filhapau duro micaelaconto erotico amigo babaca e cornocontos eroticos detonou a crentemelhorescontos eróticos gosando pelocuconto erotico lésbicas roçando.a buceta na caratriangulo familiar pornoProfessora de shortinho partindo a bucetacontos casal nu praiaContos,erotico de mulher casada da na,zona,ruralMinha namorada ela mandou minha cunhada abri bem suas pernas ela disse pra eu tirar o cabaço da buceta da minha cunhada conto eroticoboquete no casado contocontos de corno na sua lua de melContos Eróticos De Coroa Vizinha do Lado