Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

NERO:MEU MACHO PREFERIDO

Através da internet, hoje rompem-se barreiras de espaço, tempo, distâncias e até preconceitos.Eu o conheci numa sala de bate papo, logo de cara, vi seu nick era Nero, logo imaginei o Imperador, grande, imponente, poderoso,mas ao me deparar com sua foto, quase desisti, era quase um menino, na hora me senti uma pedáfila, mas aquele rapaz em especial havia me chamado a atenção, era moreno claro, magro, tinha um lindo sorriso, simplesmente irrestível, e também por sua educação e insistência, quando falou pra mim que tinha 22 anos,, quis excluí-lo, mas a curiosidade me atiçou, quis saber um pouco mais sobre ele, então fomos conversando diariamente, ele disse que também havia se casado era já separado e que era pai de 2 crianças,o menino começou cedo, o que explicava a sua maturidade precoce. Sou uma mulher madura, já com 40 anos,pele clara, cabelos lisos pretos a altura dos ombros, olhos castanhos e seios grandes.Esse digamos é minha qualidade e minha maldição.Rsss.Mas ainda com tudo em cima, mesmo apás 3 partos, e 2 casamentos mal sucedidos,ainda dou um caldo, como dizem popularmente por aí.Sempre me interessei por pessoas de idade igual ou superior a minha, havia algo de especial em Nero, ficava ansiosa, aguardando que ele entrasse todos os dias.Ficamos assim no bate papo por quase um mês completo, então um dia houve a oportunidade de nos conhecermos pessoalmente.Trabalho por conta prápria no ramo de confecções e surgiu uma viagem de última hora para uma cidade interiorana de São Paulo, para a reposição de meus estoques, pois minha funcionária encarrregada desse setor estava de licença, aproveitei então e fui até a cidade de Nero, matar a minha curiosidade. Liguei para ele e marcamos um encontro na praça principal.Ele veio de mansinho, e como eu estava sentada de costas, tomei um susto, pois ele tocou em meu braço e falou ao pé do ouvido:Oi minha morena gostosa, como vai você?Sabia que pessoalmente você é mais linda?Daí olhei pra ele e disse:Nossa quase morri de susto!!Mas é um prazer conhecê-lo!Fomos então a uma sorveteria práxima e me senti de novo uma mocinha, pois há muito tempo, não ficava assim com alguém tomando sorvete conversando amenidades, tipo o que eu tava fazendo ali, o que fazia da vida e mil e umas perguntas, então teve uma hora que ele me encarou e falou pra mim que estava com um tesão imenso, que de velha eu não tinha nada e que ele é que tava se sentindo um bebezinho diante de tanta gostosura. Eu falei que ele ficasse a vontade, pois estava sentindo o mesmo.Fomos então a um motel práximo e lá dentro, mal fechamos a porta do quarto, ele literalmente me atacou.Me beijou com tanta força que parecia que ia me sugar.Beijava meu ouvido, sussurava que era um sonho, eu ali todinha pra ele, pois muitas noites ia dormir de pau duro ou até mesmo, batia belas punhetas em minha homenagem.Me virou de costas, passava as mãos em meus seios, enquanto desabotoava o sutiã, e tirava meu vestido, fiquei com vergonha, mas ele era tão carinhoso, que logo comecei a incendiar.Me jogou na cama e tirou minha calcinha, sugava meus seios e lentamente abriu minha pernas e começou a lamber e chupar minha bucetinha, brincava com o grelinho, mordiscava, lambia incontáveis vezes, subia aos meus seios, mamava e voltava de novo a me chupar, ele não tinha pressa, o que me surpreendeu, pois meus ex-maridos sempre iam diretamente ao ponto de meter sem nem terem a delicadeza das preliminares, já naquela altura, eu estava no sétimo céu,louca para fuder, implorava que ele metesse logo pois minha bucetinha já estava latejando e babando de tesão. O rapazinho sabia o que fazia, quando dei por mim, já estava gozando de novo, sá no sexo oral era assim, imagine quando fôssemos para os finalmente?Estava molinha e me recuperando, nossa nunca tinha gozado assim na vida, então sem nem esperar, ele transformou-se de delicado a bruto, num piscar de olhos.Ele disse:Gozou sua puta? Pois agora, vai ter que implorar por mais!Ajoelha e mama meu cacete, que hoje vou te arregaçar!Vai levar rôla até não aguentar mais!Quer pica nessa buceta, quer?Então chupa meu pau agora! Pegou-me pelos cabelos e me fez ajoelhar no chão onde enfiou seu cacete que devia ter mais de 19cm goela abaixo, segurava com força eu engasgava, ele dizia : Nunca chupou uma pica?Aprende!Chupa direitinho!Eu tentava fazê-lo me soltar, comecei a chorar, mas aí era pior.Ele disse :Abre bem a boca, isso, cadelinha!Chupa direitinho, hoje vou te dar aquele trato, que tu tá precisando faz tempo!Comecei a perceber que ele gostava daquilo, me humilhar, me xingar, e entrei na dança, excitei-me com aquilo e falava:Por favor, me come seu gostoso!Vim de tão longe sá pra isso!Chupei com maestria e olha que não tinha prática com aquilo, pois fora educada á moda antiga, onde sexo era tabu e sá se fazia por obrigação e no escuro.Pegava o pau, lambia a base como um sorvete cremoso, mordiscava, ia até as bolas, engoli uma á uma, chupava com gosto, e ele dizendo:Isso mesmo, sua vaca!Tá aprendendo direitinho!Solta essa puta que tem em você!Ai delicia de puta!Coroa gostosa!Dá essa buceta pra mim, dá?Mas antes vou gozar na sua cara, toma !!Ahhhhhhhhhhh!Ele espirrou todo o leite minha cara e pegou até no meus olhos.Isso, vaquinha, lambe o leitinho do teu macho.Lambi a porra e não achei nada demais.Então ele me jogou na cama, e de frango assado, penetrou-me com força. Enterrava o cacete com tudo, tirava, colocava de novo, eu vendo estrelas, falava:Isso cachorro! Mete na puta!Fode gostoso!Mete mais, quero gozar como nunca!Me virou de quatro e continuava a meter com força, como se aquela fosse a última trepada de sua vida, batia na minha bunda, que de branquinha ficou vermelha por conta da força das palmadas, pegou meus cabelos, beijou minha boca e continuava a fuder mais e mais,então acelerou mais e disse pra mim:Toma sua gostosa ! Queria cacete, então toma!Eu berrava, gemia, como nunca, e o menino lá incansalvemente me fudendo,parecia que não ia gozar nunca, ficamos nessa por mais de vinte minutos, eu então pedi pra ir por cima, então comecei a cavalgar, ele deitado vendo meus seios balançando e dizendo:Isso, vai peituda, gostosa!Pula no meu pau!Quero gozar nessa buceta!Dei um tapinha nele, e disse:Toma surra de buceta, seu gostoso!Agora é a minha vez!Encaixei o quadril e comecei a rebolar com força em cima dele, subia, tirava a buceta do pau e colocava tudo de novo.Sugava com a xana aquele pauzudo, então ele disse que ia gozar.Isso cachorra!Vai, rebola pro teu macho!Quem é teu macho, agora?Fala!AiiiiiiiiiNero, é você meu gostoso!Gozamos juntos, foi uma sensação incrível.Então descansamos um pouco e quando dei por mim, ele tentava enfiar o pau no meu cuzinho.Eu dizia:Aí, não!Eu sou virgem do cú!Nunca dei ele nem pros ex-maridos!Ele disse:Cala a boca!Vou comer esse cú hoje de um jeito ou de outro!Relaxa, pois senão vai doer além do necessário!Fiquei com medo na hora, mas como estava ali, fui em frente e deixei.Me virou deitada de costas e com o bumbum arrebitado pra cima,pegou um creminho lá que nem vi o que era, passou no buraquinho, enfiou o dedo bem devargazinho,enquanto dizia:Isso minha gostosa, relaxa, que vai entrar gostoso e você vai implorar por mais.Eu senti que tava doendo um pouquinho, ele passava mais creminho e metia o dedinho enquanto beijava a minha nuca e orelha, aí enfiou outro dedo.Eram dois no meu buraquinho, as preguinhas do cu já estavam se adaptando aquela invasão. Então colocou a cabecinha do pau no meu cu, com delicadeza extrema ia enfiando, eu dizia toda dengosa:Ai para,amor ta doendo, para!Aí ele enfiou com tudo de uma vez sá.Nossa vi estrelas, parecia que tava sendo rasgada ao meio, comecei a chorar e pedir que tirasse, ele então falou:Calma, o pior já passou, agora relaxa que vai ficar bom!Começou então o vai e vém, tirava a pica, enfiava de novo, quando pensava que tinha desistido, metia novamente.Então comecei a sentir uma sensação diferente, uma queimação em meu ventre, parecia que incendiava meu corpo todo, ele então me virou numa posição por cima e enquanto penetrava meu cú, estimulava meu clitáris, eu delirando com aquilo, era incrível!Comecei a rebolar no cacete com ele enfiado todo no cú e a contrair, meu cuzinho piscava, então senti o orgasmo se aproximando, falei pra ele:Nero, vou gozar!!!Ele acelorou junto comigo e gozamos novamente e eu até chorei de tanto prazer.Foi realmente incrível, a experiência mais excitante de toda a minha vida!Depois que tudo tinha terminado, nos demos um grande abraço e beijamos vorazmente, fui embora toda dolorida, mas incrivelmente feliz e realizada, pois pensei que aos 40 anos de idade, nunca havido gozado na vida e que não tinha direito a tal experiência.Até hoje, me comunico com Nero, pois nunca o esqueci e espero ansiosamente uma outra oportunidade de repetir aquele maravilhoso encontro.Venci também um grande preconceito:A idade está na cabeça da pessoa, e para o bom sexo não existem barreiras.



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eróticos de professor Gaycurra contoContos Eróticos Nega bebada de leguinprimeira vez que fui chupada por um homem casado eu virgemO dinha que comi o cu da minhA mae bebAda contos,contos eroticos meu irmãobucetinha inchada de minha esposa orgia contoVelho bat en do punheta pra putinha d tio sconvenci meu primo a me fuder bem novinha contoscontos eroticos casada estuprada na estradacontos eroticos tio sobrinho gayContos eroticos consolando a cunhada tristeContos eróticos caronaconto comendo viuvaela me contou que estava com a buceta toda assada de tanto fuder com elecontos gay comendo o amigo rabudo em casameu marido comeu nossa filhacontos eroticos d zoofilia cine maxcontus orgia reforma casa loiraesgassou a buceta virgemnetinha safada adora sentar no colo do vovô contos eroticoscontos eróticos comi minha filhaconto erotico meu padrato bem dortadordanada da minha cunhada louca pra darcontos eróticos amiga novinhacruzando o cu fechadinhocontos eróticos adicionei o menino e deicontos eróticos corno leva muhger BA mo suco grupalcomi minha filha pensando que era a minha mulhercontos eroticos senhora bunduda com celulitesapostando com mamãe contos eróticosmulher goza nela todinha enchendo o cachorro para limparna buceta da velhinha contos eróticoscomi a v******** da crente contoscontos erótico cunhada de resguardecontos erotico gay negro dando pra brancozoofilia cavalo violentos o dedãoMeu genro quer me comer e agoraincentivanda pelo marido contos pornoPrimo Fodindo Suas PrimasBundinhas rrebolando no paucontos erotico mendigocontos eróticos italiano dominador come viadocontos eroticos meu marido me vendeu no bingodei a xana contos eroticoscontos eroticos meu genro se vestiu de mulhercontos eroticos com a tiacontos gemi grita olha corninhocache:HVsxZOrs15AJ:http://okinawa-ufa.ru/m/conto_12619_quando-eu-dei-pela-primeira-vez.html+"dei pela primeira"contos eroticos com sogro e sograo homem abre a periquita da mulher e chupa e coloca um botijão dentro da vajinhasozinhacom primo contos coroasconto gay estuprado pelo o ajudante de pedreiroalgemou traindo contos eroticosconto erótico gay taxista manauscontos eroticos casada perto do maridomeu pai fazendeiro ele meteu seu pau na minha buceta conto eróticocontos esposa coroa come garoto cacetudoasgostosas ticosduas irmas com peitinhos crescendo e o irmao chupandocontos eroticos de ferias em familaconto traindo marido tratada como putacontos femininos reais encoxadas e zoofiliaIncesto erotico eu com 13 anox minha madrinha me sedusiacontos de padrinhos com afilhadascontos eroticos garotinha dormindo no colo do padrinho de pijaminhacontos calcinhas de mamaeconto carona com caminhoneiro minha bucetaporno estrupo do chefunho cnto eroticsconto erótico "totalmente peladinha" ruacontos eroticos frustração na lua de melas.anoa.cimasturbando.ir.gosando.muitocontos eroticos sou coroa viuva e dei minha buceta pra um muleque roludocontos eróticos amadores com fotos de casais realizando fantasias de Megane masculinopalhia de calcia preta nuaswing tio com sobrinhas flagrante historias contoscontos eroticos fui comida feito puta e chingada de vadia pelo meu tiocontos eróticos de negros em carnavalpeito bicodu sexmeterola com menor idadecontos eroticos estou chifrando meu marido tomando porra do cunhadovideo para baixa de porno home com olho vexadocontos minha mulher vendo meu tioconto herotico fiz ela grita de dor na buceta mas estorei o cabacinho delavidio porno fudendo na cademia muilher casada fudida o