Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

ENFIANDO A MÃO NA MINHA VADIA!

Oi, meu nome é vitor, carioca, 22 anos,bem branquinho, gostoso e tenho uma rola que meu namorado ama. Já o Eric tem 20 anos,mineirin gostoso, branquinho, rnrnpernas torneadas devido a natação, um rabo que me deixa louco COM COVINHAS irresistíveis.rnNamoramos há um tempo e temos uma intimidade fora do comum, nossas trepadas são de enlouquecer e hoje depois de uma foda que piramos muito decidimos rnrncompartilhar com vocês.rnMais cedo, pra terminar com uma briguinha bobinha começo a provoca-lo, puxando-o pelos cabelos e falando putarias ao pé do ouvido, deixando ele louquinho pra rnrnganhar rola, fazendo minha vadia piscar de vontade de ser linguada.rnLouco de tesão mando sentar na minha cara e sou rapidamente atendido, minha puta safada vai sentando com tudo mas eu a freio com as maos, segurando ela pelas rnrnbandas, pra olhar meu reguinho gostoso.. Começo a passar meu nariz, do começo da bundinha até as bolas, cheirando, esfregando no buraquinho que já estava rnrnquente a essa altura, cheirando alto, apertando as bandas, pressiono no buraquinho e mecho com a minha cara, vou pras bolas, mordo e puxo, e vou beliscando rnrncom os labios olhando pra carinha da minha passivinha que até então não sentiu a minha linguinha nela, olho pra ela com a lingua pra fora, fazendo babinha, rnrn"quer?" ela me responde piscando o rabo, levo toda a babinha pra pontinha da lingua e passo no reguinho todo, molhando,do fim do saco até o fim do reguinho e rnrnvolto.. e fico nessa de picole de cu, lambendo lambendo, paro e começo a linguar desesperado no buraquinho, linguando bem rapidinho, bem rapidinho, pra cima rnrne pra baixo, abrindo as bandas, linguando linguando, barulho, linguando, forçando a lingua no cuzinho, forço, entrando, ele rebolando gostoso, minha lingua rnrnentrando, sentindo piscar,vou fudendo com a lingua, indo e vindo, ela durinha e eu fudendoo meu cu. Ele rebolando, pirado,gemendo muito, bem dengosinha me rnrnpirando a devorar mais e mais.rnJogo ele na cama, pernas pra cima, ele as abraça fazendo o buraquinho ficar bem fechadinho, cuspo,linguando enquanto brinco de meter dedinho, minha vadia rnrnfalando "quero rola, quero dar" entre gemidos, e eu metendo fundo, cuspindo "Que rabo maravilhoso esse da minha mulherzinha" caio de boca, beijando dde rnrnlingua, comendo com a boca "Quero cacete", ele implora enquanto rebola, e como rebola ein? porra! Enfio lingua com dedinho, fudendo, fudendo, linguando, rnabrindo bem, olho pra piroca dele toda babada,e ele diz "sua piroca ta babando" "bichinha tem piroca sá que nao usa " e chupo a cabecinha e cuspo no cu pra rnrnpassar melzinho, engulindo o rabo, sentindo o gostinho "hmmm gostei" engulo a piroca, maamando gostoso,sugando,barulhao de sugada vou e cuspo no cu, abro rnrnprimeiro com o dedinho e deixo tudo entrar, arranho o buraco com os dentess, chupo e sugo. "Quero fazer isso com a porra, goza pra mim? goza sá tomando rnrndedinho no rabo, goza?" com um dedinho no rabo, começo a mamar o cacete, tremendo o dedinho e mamando, maamando, batendo com rola na minha cara, engulindo, rnrnele anuncia que vai gozar e esporra leite na minha boca, tomo tudo sem disperdiçar, guardo tudo dentro da boca, e vou pro rabinho, abro com dois dedinhos e rnrncuspo lá dentro, lambendo o que escorrer, olhando pra cara de vadia da minha bichinha vou até a sua boca e cuspo, "não engole, devolve" ela gemendo cuspindo rnrnna minha boca e ordeno "Agora engole meu caralho e suga o mel, e não engole, vai rápido rápido" ele obedece, abro a boca e cuspo o que tinha na minha e digo rnrn"Agora enche a minha piroca de porra baba e mel, que eu vou te fuder" ele gemendo faz tudo que mandei, não aguento, vou pro cu, posiciono minha pica e "PÁÁ" rnrnmeto tudo sem dá, minha bichinha grita de dor, manda tirar e eu digo que mulherzinha não sente dor, que putinha sá rebola pra ganhar mais piroca no rabo! rnrn"vai puta, rebola", ela tenta sair debaixo de mim, rapidamente seguro pelo pescoço forçando a cara na cama, abafando os gemidos e deixo o cuzinho se rnrnacostumar com a piroca, e começo a fude-la bem gostoso, bem rapidinho, e aquele barulho de foda, os dois suando, minha bichinha gemendo alto gritando, "me rnrnfode meu homem, fode tua vadia, tua passivinha, tua erica, aaaaaaaain, to louquinha " e tomando rola, papaapappapa, cada vez mais rapidinho, cada vez mais rnrnforte arrombando minha passivinha que gritava "ta me arrombando, que dorzinha gostosaa, to me sentindo uma mulherzinha ainn" "VAGABUNDA" "me chama de rnrnmulherzinha eu piro vaaai" "VAI MULHERZINHA DÁ ESSE RABO, REBOLA" "GOZA NA TUA MULHER GOZA NA TUA VADIA NA TUA PASSIVINHA VAAAAAI ME FAZ MULHERZINHA TOTALrnGOZA NA MINHA CUCETINHA" " MUDA DE POSIÇÃO E FAZ TEU HOMEM ESPORRAR SEM PENSAR, AGORA! QUERO VER SE É TÃO VAGABUNDA ASSIM" Ele senta de costas pra mim "olha rnrncomo sou mulherzinha, olha como faço o pau sumir dentro de mim" nossa, gozei sem pensar, esporrei muito no cu da minha passivinha..rnTiro ele de mim, olhando pro cuzinho arrombado, ele fazendo escorrer a porrinha, me pirando digo "vem pra minha boca, vem" ele senta na minha cara de novo e rnrncomeço a limpar seu rabinho enquanto ele limpa a minha rola, ele diz "to perto, vou gozar" merecendo muito eu pergunto, "o que quer que eu faça? como quer rnrngozar minha safada?" "mete a mao no meu rabo e me chupa?" Me pirando demais! engulo o pauzão da minha puta e começo a enfiar meus dedos, sem dá, e ela rnrngemendo e se arreganhando enquanto vou forçando, forçando e ela implorando pra ser aberta me enlouquecendo até que "PÁÁÁA" ainnnn, to muito abertaa, ta rnrndoendo" "vadia não sente dor, sá geme porra" metendo tudo dentro dela, fudendo com a mao, fudendo, ela gemendo muito deliciosa, e eu pronto pra gozar na rnrnboquinah da minha mulherzinha aberta, ela implora leite, e eu fudendo com a minha mao inteira, entrando tudo no rabinho dela, gemendo, gritando, aquele rnrncheiro gostoso de sexo no ar, anuncio que vou gozar, ela começa a me mamar gostoso, me pirando vou arregaçando ainda mais, e não aguento e gozo, esporro rnrntudo na boquinha dela que não resiste e goza de novo, e cai os dois exautos melados e realizados depois de mais uma trepada gostosa.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto. a sugadora de. porradona rita a crente tímida contos eróticoscontos erotico de filho travesti bundudocontos eróticos sou mais p*** das p**** meu marido sabe dissoconto erótico f****** gostoso a b******** da minha filhaContos erotico ferias quentes cinco o retorno do titio pegadorvedio de puliciais revistando os bonitois e chupando o pau delisContos eróticos de gay Comi o filho do meu patrãocontos eroticos primeira vez de coroa rabuda de cornogordinha contando suas trepadas c ontoprimos q pegaram primas pela cinturaver enfermeiras mostrando a calcinha no hospital de Minasnovinha do Recife masturbando assim tão pequeninacontos de engates gays madurosDesvirginando a sobrinha de 18 anoscontos eroticos negao so comeu o cu da minha mulhercontos eroticos- supositorio no cu da filhacontos eroticos dentista coroa casada tarada por sexocontos eróticos de bebados e drogados gaysmenina de bicicleta contos eroticocontos erotico maes rabudas c a familia n festa.contos eroticos exibicionista sobrinhocontos eroticoc de senhoras casada se vingando dando o cu pra negoescontos eroticos cherei cocainapresenciei minha esposa me traindoconto minha cunhada e sua amigaContos eroticos, meu rabo tesudo e buceta cabeludacontos eroticos exitantes minha sogra safada gostosa conto erotico minha esposa foi tomar bannho e meu primo dotscontos bdsm erposas escrava submissaincesto brincando com irmã de pig escondecontos eróticos de amigos com mts mamadascontos Praia de nudismo.contos intimo de uma enteadacontos eróticos mulheres mais vadiascontos de menina crenteAmigos de meu filho eu provoquei e eles vieram conto eroticocasada recebe proposta indecente contoscontos eroticos irmaocontos Eroticos zangadinha safainha Contos eróticos com anal jovem inocente gostei gostoso ela choroucontos eróticos realizando a fantasia da minha mulher no nosso aniversário de casamentocontos erticos madrinhas putascontos de vizinhasConto erótico me deu sonífero comeu minha bucetaAbusei da minha amante bebada contosmorena cabelos pretos seios durunhos e aureulas escuras deliciacontos de sexo com novinhas trepando com advogadosMulher quadril fino buçeta arreganhada contos comendo a enfermeiracontos cuidando da minha irma casadaconto erotico mihna esposa arrumo um traveo prs eu fude ediz e comr q vc gostacontos eróticos mamãe deu o cu eu vicontos eroticos meninas rabudas e rabudosele me seduzio e quebrou meu cabaço historeas reaistoco siririca na madruga contos de casadasCONTOS EROTICOS DE PATROINHA ABUSADA PELO FILHO DO CASEIROcontos eroticos casadas baile formaturacontos eroticos e minha mulher e uma amiga convencida a chupar bucetacontos eroticos cu da enteadaFilinha chupa pau do papaiavocê fodendo meu reguinhocontos eroticos primeira vez de coroa rabuda de cornocontos eróticos mostra essa rola logo pra min filhodou meu cu para meu amigo colorido contos eróticosloucuras do carnaval varias pessoas fudendo juntas no dalaoContos gay como foi a primera vez que dei o cuconto flagrei minha irma dando e enrabeio pipiu do papai contoscontos eroticos comi a enfermeira no hospitalnojentocontosQuero transa com minha prima que estar gravidaesfregando contomulatas do bundao e pitos caido gostosa.coontos coroa xereca piscou quando vi pica cachorroconto porno puta suja de estradabisexual contoscontos eroticos tapou a bocaninguém subiu para o meu primo escondido ele gozou na minha boca