Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

O NEGRINHO SAFADO MATOU AULA PRA ARROMBAR MEU CU

O NEGRINHO SAFADO MATOU AULA PRA ARROMBAR MEU CUZINHOrnrnOi pessoas! Quem já sabe minha descrição pode pular para o segundo parágrafo, que é onde inicia-se o conto. Sou mineiro, BISSEXUAL não assumido, loiro, alto, branco, pau de 16cm, rosado, grosso e cabeçudo, de onde sai muita porra cremosa. Não tenho nada de super, sou um cara normal, tenho barriguinha saliente, já que estou fora de forma. Porém, compenso tudo na cama, onde faço o que o tesão mandar, sendo bem safadinho e sem pudores. Fico e deixo o parceiro ou parceira louco de tesão. Estou sempre pronto pra arrombar um cuzinho ou uma bucetinha, nos quais meto forte e fundo, mas também com muito carinho, fazendo a putinha ou putinho gemerem, gritarem e gozarem bem gostoso. Meu rabo branco é muito volumoso, bem desenhado e afeminado, já que não tenho pêlos na bunda, que é bastante firme e com certeza o macho vai encher a mão com minha bunda gostosa e gulosa. Terei muito prazer em rebolar na cara do safado que quiser chupar meu cuzinho que é pequeno e apertado, visto que tenho estreitamento do esfíncter e portanto, apesar de meu cu já ter sido invadido, ele continua apertadinho, portanto o trate com carinho. Gosto de ser fodido bem de leve, com carinho, quero sentir a pica entrar e sair bem gostoso do meu cu. Quero sentir os pentelhos do macho roçarem meu rabo branco, sentir a barriga do safado bater contra meu bundão branco. Se me foder assim, vou gritar e gemer feito uma puta, como uma cadelinha no cio, como uma verdadeira vadiazinha, já que vou ser sua puta na cama.Meu cuzinho é muito guloso e anseia por recepcionar línguas ávidas, dedinhos exploradores e pirocas bem limpas, cheirosas, gostosas, com bastante leitinho pra jorrar no fundo do meu cu ou na minha garganta, já que tenho cede de leite-de-pau, o qual recebo entre meus lábios e engulo tudo, deixando o pau limpinho. Minha boca é bem desenhada, tenho lábios carnudos, volumosos e rosados, prontos para engolir cacete e chupar bucetinhas e cuzinhos. Mamo feito um bezerrinho, chupo os ovos, enfio o cacete todo na boca, até engasgar com a cabeça do pau batendo em minha garganta, amo fazer garganta profunda. Deixo o pau todo melado, pronto pra me fazer de fêmea, pronto pra entrar e sair do meu cuzinho, deixando-o arrombado, terei prazer em ser sua puta, sua cachorra vadia. A mesma boca que chupa pica chupa e lambe buceta. Enfio minha língua toda dentro de uma bucetinha, chupo o clitáris com força, até a vadia safada gozar na minha boca. Sorvo todo o gozo da putinha e deixo a xaninha pronta pra receber meu caralho. Também amo lamber cuzinhos e sentir o puto ou puta rebolando em minha cara, se contorcendo de tesão. Gosto de machos que gozam bastante, pois gosto de ficar meladinho de porra, senti-la escorrer por meu rosto. Gosto de sentir a porra encher minha boca e quando gozam no meu cu, gosto de senti-la escorrer pra fora, descendo por minhas pernas. Quero conhecer machos safados que queiram me foder bem gostoso e que me dêem seu leitinho quente em abundância. Quero conhecer fêmeas trepadeiras safadas que amem dar a bucetinha, na qual quero meter muito gostoso até a vadia gozar no meu pau e em minha boca. Quero conhecer casais safados pra foder a esposa ou a esposa e o marido e chupar a buceta da safada apás o maridão ter gozado nela. Quero chupar a bucetinha da esposa enquanto o marido fode meu cu. São várias fantasias a realizar e espero a cooperação dos safados e safadas de plantão. Quem se interessou é sá me adicionar no MSN ou mandar e-mail para [email protected] que terei o maior prazer em responder às mensagens e iniciar contato para, quem sabe, começar uma amizade bem gostosa. Meu pau está de pé e meu cu aberto a proposta de casais, machos e fêmeas safadas para amizade, curtição e prazer, sempre com sigilo, discrição, educação e muita putaria. Beijos do seu putinho - [email protected] dia 210912 resolvi ir a Montes Claros assistir a um filme no cinema e aproveitar e passar o fds por lá. Peguei a sessão das 21:00 e como cheguei por volta das 19:00 resolvi ficar na praça de alimentação tomando um chopp Brahma até o horário do filme começar. Já havia tomado bastante chopp quando deu invervalo de aula de uma faculdade que funciona nesse shopping e se sentou na mesa ao lado um negro não muito bonito de rosto, mas bastante gostosinho. Trocávamos olhares bem discretos até que o safadinho puxou assunto, falando do calor na cidade e tal. Conversamos por uns 5 minutos, ele em uma mesa e eu em outra, até que o convidei pra tomar um chopp. De pronto ele aceitou, dizendo que sá precisava buscar seus materiais na sala de aula. 19 minutos depois ele estava de volta e quando olhei no relágio, vi que o filme já tinha começado, então desistir de ver e preferi arriscar ficar com o negrinho safado. Ele vestia uma camisa vermelha e uma calça branca, colada, que demonstrava o volume do seu pau. Eu já olhava discaradamente pra o pau do safado e ele olhava fixo em meus olhos, passava a mão sobre o seu cacete duro sob a calça. Era 22:00 e o chopp já tinha subido, tanto em mim como nele, então fiz a proposta de sairmos dali. Ele disse que poderia ir sim, contudo deveria voltar em 40 minutos, visto que ele não mora em Montes Claros e deveria ir embora no ônibus de estudante de sua cidade. Sorri e disse que seria rápido, ele sorriu de volta e paguei a conta. Nos dirigimos ao estacionamento do shopping onde estava meu carro. Assim que ele entrou eu já abri sua calça e coloquei seu pau pra fora. Era um pau grande, grosso, da cabeça roxa. Estava duro como pedra. Me inclinei e me pus a chupar aquela vara deliciosa. Enchi minha boca com ela. Enfiava quase toda na boca. Fazia barulho chupando aquela estrovenga. Batia seu pau em minha cara espalhando baba pra todo lado. Lambia todo o seu pau, seus ovos e o safado gemia e empurrava minha cabeça enfiando ainda mais sua piroca em minha boca, me fazendo engasgar e perder o ar. Ele enfiou uma mão em minha calça e ficou cutucando meu cu. Aos poucos ele já enfiava um dedo todinho no meu cu enquanto chupava seu pau. Eu emitia grunhidos de prazer, já que seu pau estava em minha boca e não dava pra gemer, e rebolava em sua mão, fazendo seu dedo entrar ainda mais em meu cuzinho. Abri um pouco minha calça pra facilitar as dedadas em meu rabo e voltei e mamar seu cacete. Ficamos uns 19 minutos assim, visto que olhei no relágio e já eram 22:20. Falei pra ele que queria sentir sua piroca em meu cu, mas ele disse que ali não dava. Propus irmos a um hotel la práximo mas ele disse que não porque precisava ri pra casa e pegava mal dois homens entrarem em um hotel e sair 30 minutos depois. Concordei com ele e propus irmos ao bairro Major Prates, que é lá perto, onde poderíamos achar um local ermo para fodermos. Ele acietou e em 5 minutos estava eu como o carro parado em uma rua deserta, cheia de mato, depois do Major Prates, na saída para Pirapora. Descemos do carro e eu já me ajoelhei e mamei denovo sua piroca. Quando estava dura, coloquei a camisinha, besuntei a entrada do meu cu com gel lubrificante e inclinei meu corpo sobre o capo do carro, deixando meu rabo empinado e meu cu exposto. O safado veio, lambeu um pouco meu cuzinho e depois encostou a rola na entrada. Pouco a pouco aquela piroca foi sumindo dentro de mim. Eu gemia: "ai, ai, ai safado, fode meu cu, fode sua puta, mete essa rola no meu rabo", ele metia cada vez mais rápido e mais forte e mais fundo. Ele arfava, me dava tapas na bunda, me chamava de vadia, de vagabunda. Sua barriga batia em minha bunda, sentia seus pentelhos roçarem nela. Acabei de tirar minahs calças e me deitei sobre o capo do carro. O safado pegolu minhas pernas e colocou em seus ombros e socou a piroca pra dentro do meu cuzinho. Meu corpo balançava com a força de sua estocadas no meu rabo branco guloso. Enquanto ele me fodia eu batia uma punheta. O safado disse que ia gozar e se pôs a gemer alto, seu pau pulsava, até que inchou e pulsou ainda mais. O puto enchia a camisinha de porra dentro do meu cu. Assim que ele gozou também explodi de prazer, melando toda a minha barriga. Quando ele tirou a pica de mim senti um vazio, meu cu sentia a falta de sua pica. Retirei a camisinha de sua pica e a limpei, chupando-a. Seu pau voltou a ficar duro mas não havia mais tempo, tínhamos que voltar. Na volta ele foi com o pau de fora e eu fui batendo uma punhetinha pra ele. O deixei no local onde ele pegaria ônibus e fui rpa casa com seu telefone e a promessa de que vamos repetir a dose. Estou ansioso pra chegar logo o feriado do dia 12, né meu negro gato de 19 aninhos.rnrnQuem quiser contato é sá mandar e-mail ou add no msn [email protected] tesudos e tesudas.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


professor cacetudo comendo o cuzinho do menino afeminado no banheiroconto os peitos bicudos de maeconto piao gostoso. no cavalovidio porno u homen gozano na buseta po sema dacasinhaconto porno a virgem babicontos porno meu marido perdeu o jogo e detonaram meu cuContos incesto novinha calcinhaContos gay encontro com o estranho da rola grossabaixa vidio mulher esfrega buceta na boca homem e solta porra na barriga delecontos com filha da esposacontos eroticos meu primo mauricinhome comeram novinha contosenrabaram minha,esposa na piscina sem eu ver contos eroticosputinhasinocenteContos eroticos de filhas adolecentes e papai com rola grossacontos suruba inesperada com a esposa e travesticontos eroticos o traficante comedor de casadasxvideos suspreendendo o filhocontos eróticos de irmã e irmão, irma com mega bundaoQualquer coisa agreciva por sexo incesto contosContos eroticos mae inociando filho novinho conto realtransando a sobrinha em pleno sono profundofui trepada pelo jegue di meu sogro. conto eróticotraficante comendo a travesti conto eroticoContos gay perdi o cabaço com coroacontos eróticos de padrasto comendo enteada ainda bem pequenacontos de velhos mamando seios bicudostarado.tira.vigidadi.da.entidas.novinhas.come.o.cu.elas.gritacontos flagrei minha irmã e seu filhoo amigo do meu marido me enrrabou pohe eroticoscontos enfermeira casada e safadaComo fazer a mulher se apaixonar pegando a calcinha delacontos eróticos, cuzinhocotos heroticos gay neguinho me comeucontos eróticos eu como minha sobrinha na frente da minha esposasegurou a filha para tirar cabaçocontos eroticos ela foi banha e lavou meu pintinhocontos de coroa com novinhocontos erotico gay negro dando pra brancoContos quanto o cu quentaconto erotico namorando o peao da fazendaputa de recife tomando banho e a outra filmandocontos eroticos de ferias em familaminha tia andando nua contonora dando pro sogrocontosconto gay de pai com vaqueiroarregaçando, chorando e gozou contosconto gaguei mas gostei de dar o culiga contos de loirinhacontos eroticos gordinha feranteamor olha o estrago ! Falou minha esposa com o cu inchado que o amante comeuComtos namorada fodida para pagar dividas do namoradovocê fodendo meu reguinhoemprestou a esposa e ela ficou grávida contominha sobrinha pediu pra mim gozar dentro da sua BucetaContos no clube todos mus meu pai e seus amigos me fodemcontos eroticos cuidando da minhas sobrinhas e suas amiguinhasconti gay minha tia me fagrou de calcinhafode rebola nele vaiconto eróticos estupro no orfanatoconto erótico viadinho de calcinha é enrabado na construçãoContos eroticos gosto que minhas tetas estejam vermelhas de tanto macho chupandocontos de rasguei o cuzinho da minha avópeituda nao resistiu em ser encoxada (contos).vovozinhas esfreca buceta com buceta uma na outravivos magras de peitospequenos deixando gozar no peitoamiga inseparavel chupa a bucete uma da outracontos eróticos de gay comi a bunda do irmão do meu colegabotamos pra fuder contossua colega você vai pegar no pau da jegaquelegal vouponhavoyeur de esposa conto eroticogorda sentada no sofa e cachorra lambendominha sobrinha me chupou enquanto eu dormiaGoiânia conto vigia da obra gay cucontos arrombado por cdXvidio carona estrada desertaaprimeira coroa que transei vou contar como aconteseuconto erótico chupa grelobucetadasalete