Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

LEVEI ROSE AO CINEMA

Levei Rose ao cinemarnrn-- Filho da puta estava comendo minha filha, sua enteada e nem me contava nada... Fez um monte de sacanagem com ela me deixando de fora... Vai ter que tirar meu atraso, seu puto.rnE assim foi. Depois que minha enteada Helena decidiu contar pra sua mãe, minha esposa, que a gente fodia há um tempão, Rose decidiu tirara o atraso e me obrigou a fazer com ela tudo o que fizera com a filha.rnEntramos no cinema pornô no começo da tarde. Rose vestia uma saia rodada comprida até quase os joelhos, mas sem nada por baixo. A blusa era também comportada, abotoada pela frente e sem sutiã, deixando seus peitinhos pequenos e tesudos soltinhos. Mulher séria entrando num cine pornô às duas da tarde com o marido a tiracolo.rnO cinema ainda estava meio vazio, subimos para as últimas fileiras, onde tinha trazido já duas vezes sua filha para foder.rn-- É aqui que vocês ficaram Jack?rn-- É meu amor. As duas vezes.rn-- Caralho... e você fodeu ela aqui na frente dos outros?rn-- Na frente e com eles participando. Comeram Helena de todas as maneiras e ela mamou várias gebas duras e bucetas também.rnRose abriu um pouco as pernas e meteu uma das mãos na buceta começando uma siririca de leve. Tirei a caceta pra fora da bermuda e dei para ela pegar.rn-- Filho da puta comendo minha filha sem me contar... Safado.rn-- Sua filhinha é uma puta de primeira, Rose... Buceta carnuda e molhada, bunda deliciosa, cuzinho apertado...rnRose com uma das mãos me tocava uma punheta e com a outra uma siririca. Na tela rolava a sacanagem e já se via alguns homens e uma ou outra mulher na plateia. Passei a mão nos ombros de minha esposa e puxei-a para mim. Fui abaixando sua cabeça aos poucos até que ela abocanhou minha vara dura. Ficou mamando enquanto eu sacava as pessoas na sala. Vi quando o homem negro que tinha comido Helena se dirigiu para o fundo da sala e fiz sinal para ele se aproximar. Sentou-se na cadeira ao lado de Rose que não percebeu sua aproximação. Segurando sua cabeça, disse no seu ouvido.rn-- Se levante sem olhar para trás e sem deixar de mamar. A sacanagem vai esquentar...rnO macho vendo Rose levantar o traseiro subiu sua saia e botou sua bunda de fora. Arriou a bermuda soltando o mastro grande e duro e encoxou minha esposa por trás. Ela gemeu.rn-- Aaaiiiii... rnE ficou molinha. Mamou mais gostoso. Minha esposa Rose não tem uma bela bunda como a filha, mas adora dar a buceta por trás. A bunda branca exposta no cinema era muito tesudo. O macho apalpou suas carnes, balançou as nádegas, passou as mãos na buceta dela enquanto balançava a vara preta e dava umas batidinhas com ela no rabo de minha mulher. De repente pegou Rose pelas ancas e enterrou tudo na buceta dela. Rose gemeu de novo, dessa vez mais forte.rn-- Aaaaiiii... Que tora grande... Enterra tudo vai.rnPuxei sua cabeça para continuar a mamada e o macho enterrou tudo e ficou ali parado com a geba pulsando dentro dela. Em seguida chegou o viadinho gostoso e sentou ao meu lado.rn-- Quem é essa aí?rnO safado falara bem no meu ouvido, soprando dentro dele me arrepiando todo.rn-- É minha esposa Rose.rnEle enfiou a língua no meu ouvido me deixando louco. Deu-me um beijo na boca bem molhado e desceu para mamar minha vara com Rose. Eles se beijavam e lambiam minha geba dura. O macho negro começou a estocar na buceta de minha mulher por trás enterrando e tirando aquela vara imensa, enterrando de novo até o talo. Rose gemia e rebolava na pica do cara enquanto mamava minha geba e beijava o viadinho na boca. Estava me segurando para não gozar vendo minha esposa ser fodida e sentindo minha vara sendo mamada deliciosamente. Puxei o viadinho, ele ficou de pé ao meu lado e arriei as calças dele tirando a pica pra fora e colocando-a na boca. Rose parou de mamar e vi que o macho negro tinha colocado-a de quatro no chão e continuava a bombar na buceta de minha esposinha querida. Puta safada. Rose é uma puta safada e adoro isso.rnMamei gostoso o viadinho passando as mãos na bunda carnuda dele que sussurrou:rn-- Meu cuzinho está laceado e lubrificado pra você. Posso sentar no colinho, posso?rn-- Senta viado, senta aqui no meu colo.rnEle se sentou de frente para mim enterrando minha ferramenta todinha no cu e deixando seu belo mastro à minha disposição. Peguei no duro e ele rebolou no meu colo. Comecei uma punheta devagarzinho aproveitando o mastro do viadinho gostoso. Ele tem uma vara deliciosa e um cu sublime. Um bafo por trás de minha nuca veio acompanhado de um comentário sacana:rn-- Cadê a filha, seu puto, não trouxe hoje não?rnOlhei pra trás e a velha já foi logo me tascando um beijo na boca. Seu macho, o velho de pau murcho estava já tocando uma punheta na fila de trás. Velha gostosa essa. Vadia pra caralho e gosta de tudo. Falei:rn-- Hoje é dia da mãe, olha lá ela dando a buceta de quatro.rnA velha passou para nossa fila, levantou a saia deitou no chão e deu a buceta pra Rose mamar. Rose não se fez de rogada e caiu de boca na coroa. Fiz sinal pro velho que se sentou ao meu lado. Peguei o pau dele e fiquei com um pau duro numa mão e um mole na outra. Meu viadinho rebolou tão gostoso que não tive como segurar o gozo. Inundei o cuzinho dele de porra sentindo um prazer imenso. Ele também gozou esporrando abundantemente no meu peito. Puxei a cabeça do velho para ele beber a porra que escorria pelo meu corpo. O safado aproveitou e caiu de boca na vara do viadinho. Ficamos ali de safadezas de machos, enquanto minha esposa tomava na buça e mamava a velha.rnRose gozou. Como uma puta goza. Fazendo esporro, dando gritos e rebolando seu rabo na geba do macho pauzudo. Ele tirou a pica de dentro dela, fez ela e a velha se ajoelharem e esporrou em suas bocas e peitos. A primeira sessão estava terminada. Todos gozaram menos o velho, ainda de pau murcho. Mandei Rose se ocupar dele. Ela mandou ele se sentar se ajoelhou em frente pegou sua caceta e botou na boca. O macho já com a geba dura arreganhou as pernas da coroa e enfiou tudo na buceta velha. O viadinho ofereceu o mastro ao macho que abocanhou gostoso.rnO escurinho do cinema, com a sacanagem rolando na tela e os gemidos do filme, tudo leva à liberação dos instintos. As pessoas se soltam e sá pensam no prazer. Fiquei olhando o trato que minha esposa dava no coroa cujo pau começava a dar sinais de vida. A mamada de Rose é milagrosa. Comecei a tocar uma punheta, pois era o único que estava sozinho.rnA velha gemia, o macho enterrava e mamava o viadinho, Rose mamava a pica do velho. Ofereci minha dura ao coroa que não hesitou e abocanhou gostoso. Quando a pica do velho ficou dura eu falei:rn-- Vai coroa come a buceta de minha esposa...rnRose deitou e abriu as pernas para ele que deitou por cima e enfiou tudo na minha Rose. O viadinho gozou na boca do macho negro que esporrou na buceta da velha que gritava de prazer. O macho tirou a caceta de dentro da velha deixando-a à mostra. Linda. Não tive dúvida abaixei-me e abocanhei a caceta melada de minha mulher e da coroa. Mamei deliciosamente dando um trato tão bem dado que logo ela estava de novo dura.rn-- Macho gostoso... Caceta dura pede um cu...rnMeu comentário encorajou o macho que me fez ficar de quatro. Meu cu sentiu aquele cilindro de carne rija penetrar devagar mas sem parar até o talo. O viadinho deu a volta e veio ao meu ouvido:rn-- E depois o viado aqui sou eu, né?rnAjoelhou-se na minha frente e me deu a dura pra mamar. Porra um macho sabe o que é bom. Buceta é bom, cu é bom, mas um cacete duro também é bom. Estava ali mamando e dando o cu e me sentindo macho pra caralho. Minha mulher era comida e me sentia corno. É bom ser corno. O macho que ainda não deu sua mulher pra outro macho comer não sabe o que é bom.rnO velho comia Rose forte enquanto sua mulher sentou na cara dela e deu a buceta pra ela mamar.rnSenti o macho negro começar a bombar e rebolei. Como uma cadelinha eu rebolei na pica dele até que ele enterrou até o fundo, me segurou pelas ancas e esporrou inundando meu buraco. Em seguida meu viadinho gozou na minha boca dando seu leitinho pra tomar.rnO velho gozou na minha mulher, a velha gozou de novo na boca de Rose e todos foram saindo. Ficamos eu e minha esposinha querida. Sentados retomamos a respiração e Rose me disse:rn--Está perdoado, Jack. Mas me diga uma coisa... Foi gostoso assim com minha filhinha?rn-- Foi sim Rose. Helena é uma cadelinha linda e tesuda. Gosta de foder como a mãe...rn-- Sá tem um problema, Jack... Ninguém comeu meu cuzinho...rnDisse isso e ficou de quatro com a saia levantada e a bunda de fora. Fui por trás dela e enterrei sem dá no cuzinho de minha esposa. Enfiei com tudo até minhas bolas baterem na bunda dela. Bombei e gozei dentro dela. Quando terminei e me levantei é que percebi três machos de pau na mão nos olhando da fileira de trás. Chegaram sem que percebêssemos e estavam tocando punheta com a cena. Olhei pra Rose que me olhou bem sacana e disse a eles:rn-- Podem vir que dou conta... Querem foder um cuzinho de madame? Sirvam-se...rnOs três machos se revezaram no cu de minha esposa que rebolava puta vadia. Rose deu o cu para eles, mamou os três e tomou um tremendo banho de porra. Depois nos levantamos e fomos embora.rnIsso é que é mulher. Rose minha esposa. Que me deixa comer a filhinha dela. Que dá o cu para uma fila de machos. Que dá a buceta como uma cadela.rnTe amo Rose.rnBeijos do Jackrn

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos dei para meu cunhadinho novinhoconto erotico catador de papel comendo.buceta da novinhacontos de sobrinhas sem calcinha na igreja sentada no colo do tiocontos eróticos filhinha bobinhacontos de crentisinha cusudaconto erotico esposa estava nua pai chegoupassou a pamadinha e epurrou no cu da esposaContos eroticos menininhacontos gay senta na minha piroca mulekeConto gay com cantoContos porno com o papaimeu padrasto meu donocontos eroticos enquanto trocava a lampada ela me chupavaouvido no quarto a irmã transandomuller comesando a goza gostozocontos de incestos filho bem dotado paRte 2Conto Erótico Primas putasconto erotico gay cuzinho rosinha tapas socase masturbar antes de durrmi faz bemContos gay carnaval em Veneza eu vou te arregaçar inteira me perdoa amor, desculpacontos na barraca traiContos eroticos amo dar pra cavalosContos erótico filhinha gosta de mamar picapôrno pima maveliasexo contos eu e meu filho adotivo fizemos sexoContos eroticos de enteados de piru grandecontos eroticos tia brincandoconto erotico fudi mimha mulher a noite inteirasobrinha de 9 contoscontos comi o cuzinho dela dormindomeu ex tem ficou duro eroticos contoseu mae e filha contos de sexocontos eróticos eu com meu 30cm comen minha prima no sofá de casame casei com uma puta safadame puxou pra sentar no colo dele - contos eroticosvou gozar na frente não contocontomeu pitbol mim rabouMalandras e boasudas incestos contosMeu nome é Suellen e essa aventura foi uma delícia.rnSempre nos demos bem, erámos vizinhos e amigos. Eu tinha 18 anos, ele 16. Nossas casas são práximas, tanto que a janela do quarto dele dava pra janela do meu quarto. Eu sempre gostei de provocá-lo,Contos coroas bio maravilhoso mundo das bucetas tesudas gostozissimas ufa que deliriocontos sobrinha veio cuidar da sogracontos eroticos meu vizinho insitiu com minha mae e comeu elaQualquer coisa agreciva por sexo incesto contoscontos heroticos gay meu primo de dezessete me comeu dormindo quando eu tinha oito anoswww.contos meu pai mim aregasou dormindoContos eu e as colegiasconto os peitos bicudos de maesocontos eroticos de traicao com vizinha gostosacontos eroticos espertinhacontos/eu e minha mulher fomos assaltados e enrabadosos nomes dos geladinho do ice lokoboquete mulher de 48 anos contocontos eroticos o porteirocontos-pego teu pau e coloco no meu cuzinhocontos eróticos inquilina pagou o aluguelela me contou que estava com a buceta toda assada de tanto fuder com eleContos eroticos - me come vai, mete maninho.vou começar com Vanessa bucetahistória verdadeira de sexo entre homens bi sexual no banheiro metrô trem ônibusmeu filho quis ver eu mostrei contos incestoconto em uma viagem de onibus comeram minha esposaporno marido da vizinha foi viajar e fui pozar na casa delacontos de homem com penis grosso que comeu sem camisinha a sogra conto erotico estuprada de mini saiainspetora viu meu pau contoscontos eróticos de bebados e drogados gaysestrupei o cú da minha mÃecontos eróticos minha tia min da banhocontos de coroa com novinhoesfregacao de rola contos amigos punheteirosokinawa-ufa.ru chantageadacontos de afilhadamenina de calcinha pornoe chiorts curtoscontos.gay chupando pau do pedreiro coroa safadomeu marido foi enrabado a minha frente, contosContos erotico cdzinha onibuscontos eroticos baba pretinhaengravidando contos eroticos de incestochantageada e humilhada pela empregada negracontos adoro sentar no colo sem calcinhacoto erotico meninas novinhas surubascontos eroticos gozando no cu da coroacontos minha namorada me fez corno com vizinho marrentoContos erotico ubatuba telcontos negao na praia de nudismoconto erótico prostitutaminha tia esfregou/a/bunda/dee/vestido/no.meu/pau.