Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

VIREI AMANTE DA MINHA VIZINHA!!!

Olá...

Meu nome é Marcos tenho 20 anos, tenho 1,70m de altura e peso 65 kg. Cabelos e olhos castanhos, corpo malhado (sou viciado em academia)... ahhhhh modesta parte, chamo a atenção das meninas!



Bom, frequento esse site à algum tempo e sá hoje resolvi relatar o que acontceu comigo no ano passado!

Vamos ao que interressa:



Ano de 2000:

Meu TESÃO pela minha vizinha CAROL começou no ano de 2000 quando junto com meus pais me mudei para um novo bairro.

Carol... Uma loira recém-casada que na época tinha 20 anos, 1,63m de altura. Cabelos cumpridos e olhos verdes, corpo malhado (um conjunto total: peitos fartos, bunda proporcional porém empinadinha e coxas grossas e fortes) UM MULHERÃO!!! Apesar de ter 1,63m de altura!

No sábado de manhã quando quando eu desci do caminhão de mudanças para ajudar a descarregar a primeira visão que tive foi dessa BELA vizinha lavando a calçada de sua casa somente de top e um micro shorts. No mesmo momento eu fikei de queixo caído e em nenhum momento consegui desgrudar os olhos daquela beldade!

Na primeira noite que passei na nova casa eu não tive coragem de sair com os amigos por causa do cansaço da mudança mas antes de durmir não resisti e bati uma punheta pensando na minha nova vizinha.

...

Dias se passam e minha mãe logo faz amizade com CAROL. Aí que descubro tudo dela; recém-casada, dona-de-casa e estudante de nutrição a noite, não tinha filhos (até hoje não tem), também era nova no bairro... e muitas outras coisas!

EU ESTAVA APAIXONADO POR CAROL!!!!

Um dia eu estava lavando o carro do meu pai lá fora, era um sábado a tarde, e ouvindo o jogo do meu time do caração no radio chega o marido da CAROL, Roberto e me pergunta quanto estava o jogo porque ele torcia para o mesmo time que eu! Acabamos fazendo amizade, um cara muito gente boa, com seus 24 anos e trabalhava com informática!



Anos se passavamm e eu nunca trocava uma palavra com CAROL à não ser um "oi" ou um "olá"!

Axo porque ela já tinha percebido que sempre quando ela lavava a calçada eu propositamente lavava o carro do meu pai e ficava olhando aquela beldade com olhar de muleque tarado.

Carol sempre apresentou ser uma mulher muito direita que amava seu marido, mas sempre lavava a calçada com uma roupinha curtíssima... parecia que era pra me provocar!!!

Isso fazia com que a minha paixão ou tesão por aquela mulher aumentva cada dia!



Ano de 2005:

Eu descendo de carro na minha rua sentido a minha casa observo que um pouco a frente Carol voltava do supermercado a pé cheia de sacolas e passando por ela observei o seu esforço e ofereci uma carona. Ela aceitou mesmo faltando três quadras pra chegar em casa. Entrou no carro e já esboçou um sorriso lindo de muito obrigado. Aquilo me deixou paralizado por alguns segundos, desci com o carro bem de vagar para que enfim conseguisse trocar umas palavras com ela.

Chegando no seu portão me ofereci para levar a sacolas até a sua cozinha, no início ela recusou mas percebeu que eu não era mais aquele muleque tarado que a observava lavando a calçada!

Chegando na sua cozinha percebi que ela estava sozinha em casa e eu perguntei do Roberto e ela me repondeu que ele tinha viajado a trabalho que pasaria uns dez dias longe de casa!

Ela me pediu pra sentar no sofá e o papo rolou. Falamos de faculdade (já que ela tinha se formado no ano anterior), de família, ela me contou um pouco da sua juventude... e tal.

ela se levantou e perguntou se eu não queria beber nada.

me levantei e fui até o barzinho e disse que sá se ela me acompanha-se. Ela não era muito de beber e disse que ficava alegre com qualquer dose mas que toparia.

Aí veio a minha chance...

Escolhi a bebida mais forte que tinha no barzinho. ABSINTO (89% de álcool) peguei dois copos preparei com um pouco de refrigerante pra tirar o gosto forte do álccol. Ela no início recusou a beber mas foi dando umas bicadinhas.

Depois de algum tempo que tinhamos tomado tudo a conversa se soltou mais. Ela chegou a se confessar que ela tuinha conhecido um outro Marcos naquele dia, um Marcos HOMEM e não aquele pirralho com cara de tarado!

Mas ela não sabia que eu não tinha mais era a cara de tarado mas o meu TESÃO por ela era grande.



Me levantei e sentei ao seu lado, peguei a sua mão de disse que naquele momento ela tinha ganho um AMIGO! O que eu não esperava era a sua reação... ela me disse que não precisava de um AMIGO e sim de um AMANTE!

Ela se jogou em cima de mim me beijando e me abraçando forte! Parecia uma cadela no cío!

Me beijou o pescoço mandou que eu tirasse a camiseta e a bermuda. Tirei tudo, fiquei sá de cueca. Tirei também a sua roupa deixando-a nua e comecei a chupar seus peitos e mordias aqueles biquinhos rozados e cheio de tesão, abri um pouco a suas pernas e cai de boca naquela buceta molhadinha quanto mais eu chupava mais ela gemia e falava: "me chupa seu muleque tarado... me chupa! Eu sei que você me deseja a muito tempo seu muleque tarado!" aquilo me deixava louco e a chupava com gosto fazendo ela gozar na minha boca. Que sabor delicioso essa mulher tem!

Carol se ajuelhou no chão e começou a mamar no meu cacete que já estava latejando. Ela chupava de um jeito que me deixava alucinado! Eu fechava os olhos e não acreditava que a mulher que eu desejava a cinco anos estava bem ali na minha frente, ajoelhada e mamando na minha pica!

Quando eu estva preste a gozar eu a levantei pelos cabelos, catei no colo e fomos em direção ao seu quarto.

Joguei ela na cama e pedi para que ficasse de quatro de frente pro espelho do guarda-roupa. Penetrei em sua buceta bem devagarinho, que visão... aquela loira fazendo cara de safada pra mim no espelho. Isso meu tesão aumentava e eu a bombava forte. O barulho dos corpos se batendo misturava aos seus gemidos de prazer! Eu a perguntava: "Tá gostando minha puta loira?" Ela me respondinha junto aos gemidos: "Simmmmmm... aiiii aiiii aiiii meu muleque tarado"

Eu socava mais e mais naquela buceta gostosa! Gosamos juntos! Mas a danada nem esperou eu respirar e já veio querendo cavalgar em minha pica.

O quarto já estava com cheiro de sexo, parecia que ia pegar fogo... e aquela mulher que aparentava ser uma santa se revelava a cada posição!

Depois de muitas horas de sexo com Carol eu já estava gozando de novo ela me pediu pra gozar na sua cara.

assim foi... ejaculei em todo seu rosto que com a lingua passava e engolia tudo que conseguia pegar. Chupu meu pau por mais algum tempo e derrepente seu telefone toca... era Roberto, ela atendeu fingindo que estva durmindo, catei a minha roupa na sala me vesti e fui direto pra minha casa tomar um banho e me masturbar pensando naquela foda!



Depois desse dia, virei amante de CAROL! Muitas outras transas aconteceram entre CAROL e eu! Mas isso vai ser relatado aqui dependendo da votação de vc's!

meu e-mail (somente para mulheres! não add homens)

[email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Comtos casadas fodidas na rua por camionistasconto corno sondei ela tava debaixo deleContos e relatos de incesto entere maes e filhosconto erotico gay fui no baile funk e dei o cu pro travesticomi minha esposa e dua irma vou vontar como foiconto de rasgei o cu de meu irmão fazendo ele choradando cuzinho pro macho da minha mulher contocontos de coroa com novinhocasa dos contos dando pro cachorro no sitio pornoContos eroticos podolatria no hospitalconto cu suado da bonecavelhinho roludo comeu minha namorada contos iniciantesconto incesto cunhadacontoseroticosapostaBucetas grandes arregangas e seiotravesti sadomasoquista na regiaocontos eroticosAdoro leitinho na bucetaHomen cassete de jumento contos eroticoteen recem casada contosComtos namorada fodida para pagar dividas do namoradomulher transando com dog contosfui chupada igual uva contoscontos eroticos senhora bunduda com celulitescomigo a mulher do meu irmão transando sexo prima irmã titicontos comi a mha filha novinha virgemporno conto irmacontos eróticos fui Penha a força por doisnovinha viuva sem ver um pau por varios dias se assusta ao ver o do sobrinhoconto trocando as filhascontos eróticos comendo minha patroaela gritou dizendo q seu cu tava doendo contosContos e fotos de gozadas nas calcinhasconto de meu avô rasgou meu cucontos eróticos de tirando o cabaço das cunhadasconto de dei o cu para uma pica grande do meu patrão que me rasgouvideo de homem gosano na boca de outro hom video gay caseirocontos encostando devagar calcinha enfiadaconto mandei fazer fila pra mim chuparcontos vendo a irma sendo fodida betinhacontos de metendo em uma peluda ruivacontos meu pai me fodeGozei no pau do meu irmão contoscontoseroticos foi fuder no mato e foi comida por malandrosContos de insestos com irmarelato de mae dando a buceta para o filhoContos eróticos teens boys jogando video game com o amiguinhocontos eróticos titio encheu minha bucetinha de porra pornoficou de short e foi chantageada contos eroticoconto gay ciumes exageradominha sogra submissa contocontos eroticos de mulher traindo o esposo com o montador de moveismorena cabelos pretos seios durunhos e aureulas escuras deliciaContos o carcereiro comeu minha bucetaconto em uma viagem de onibus comeram minha esposaContos eróticos e roseContos erotico uma cadela para toda matilhamarido come a loira em silencio na cosinha e mulher espia boa foda sexofilme porno tia gostosa faz uma viajem dormi com saudade do sobrinho da cucontos eroticos chamei meus amigos pra ver jogo em casacontos eroticos incesto cunhadaacordei com a minha enteada Camila com a b******** bem molhadaContos rebolo na cacetecontos de coroa com novinhocontos eróticos namorada outracontos masturbandContos eróticos de sogro e noraContos erotico dois policial dotadu fudel minha esposacontos eroticos pastorcontos eroticos esfreguei um bundão gostosocontos eroticos a calcinha da patroaContos primeira chupadaporno fode minha buceta vai étoda sua vaiahhhhcontos erotico tia de calça suplex eContos primeira chupadasentei na rola do padrinho contos eróticos