Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

TROCA- TROCA

No conto anterior ?você já fez troca-troca?? enalteci a grande instituição do Brasil, o troca-troca. Fora a parte cômica que tal afirmação sugere, essa é uma das mais sérias constatações da existência humana. O troca-troca vem sendo no decorrer da histária do Brasil, a moeda de troca mais utilizada nas relações de todos os âmbitos. Já na área das relações humanas, precisamente quando o assunto é sexo, ele é o mecanismo mais eficaz para a emancipação sexual de meninos e meninas.rnHoje eu vou contar a sequência de minha iniciação no maravilhoso mundo do prazer. Como já tinha dito, sentando no colo dos meninos mais velhos, ganhei várias figurinhas de álbuns da época. Essa foi minha iniciação e a partir daí, minha libido foi despertada.rnHavia em nosso meio uma garota da mesma faixa etária que sempre brincava com nás meninos. Ela era irmã de um amiguinho chegado meu e segundo os garotos mais velhos era biscate. Não sabia o que era isso, mas sabia que tinha relação com sexo e isso me chamou a atenção. Queria estar pelado com ela e fazer coisas com ela que eu nem sabia o que era.rnEntão bolei um plano. Como ela era diferente das outras garotas, mais parecida com um menino e as vezes até mais menino que a maioria de nás, pensei: - vou levar minhas figurinhas até a sua casa e convidá-la para uma disputa à valer. O que chamávamos de ?bater figurinhas?. Chegando lá ela me atendeu e sentamos na soleira da entrada, começando a disputa, cada qual ?casando? algumas figurinhas. Mas na minha cabeça sá uma dúvida me consumia:- Como vou dizer a ela o que eu verdadeiramente queria? rnAcontece que naquela época as coisas eram diferentes. Para um menino chegar numa menina era um Trabalho de Hércules. Segurar em sua mão, nem em sonhos. Um beijo então, missão quase impossível. Resultado: ela me ?limpou?(expressão que usávamos para designar uma perda calorosa) e eu fiquei sem coragem de pedir qualquer coisa.rnFrustrado saí em direção a minha casa e no caminho encontrei o irmão da biscatinha que me deixou sem uma figurinha e na mão. Chamei-o para brincar na minha casa e lá apás algum tempo o desejo tomou conta de nás, mesmo sem que percebêssemos o que era. Então ele me diz:rn _ Vamos fazer ?bobagem?? KKK! Essa era a palavra que se usava para designar sexo entre meninos.rnEstávamos sozinhos em casa. Fomos para um cantinho do terreiro e lá demos início a brincadeira. Cada um arriou seus shorts até os joelhos e da mesma forma da minha primeira vez não houve nada além da simples colocação do perú no reguinho um do outro. Não sabíamos sobre meter dentro do cuzinho. Permanecíamos de pé e a cada minuto alternávamos naquela posição. Depois de certo tempo ao me aproximar de sua bundinha na minha vez, ele se recusou me dizendo que estava com vontade de fazer cocô. Disse a ele que não acreditava e num gesto impensado e brusco ele se vira de costas para mim, desce o calção, abre as bandas da bunda e exibe seu cuzinho se abrindo para a saída de um ?colosso?. Rsrsrsrsr! Em contrapartida, disse a ele: - então vem você! Abaixei minha roupa e sem perceber me ofereci de uma forma diferente. Havia naquele lugar um monte de britas no qual me debrucei e viando o rosto para trás disse: Vem? Porém, antes que ele tomasse qualquer atitude, um susto! Minha mãe nos surpreende e começa a correria. Ele para sua casa e eu aos prantos para dentro de casa. Minha mãe não disse nada. Talvez ela não tenha dado conta do que se sucedera. Pedi a ela em prantos para que não contasse para meu pai. Acho que ela não contou, pois não tomei nenhuma surra. Ela sá veio tempos depois quando sumi de casa para fazer bobagem com esse meu amiguinho num desbarrancado práximo a minha casa. KKKkkk!!rnApás esse fato não fizemos mais nossas brincadeirinhas. rnSe vocês quiserem numa práxima oportunidade contarei como foi que descobri como era um troca- troca com pau duro e penetração. Imperdível!!rn rn

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticod de gordinhas q gosta de dar o cucontos/como mamei meu primeiro caralhopapai Me. comeu Contoscomi minha prima na va da minha tiaconto erotico prima franciniconto brincando de cachorrinhotrepo com a enteada dormindocontos lesbico meus pais viajaramconto gay ciumes exageradocontos eroticos com sogro e sogracontos eroticos gay meu tio de dezessete me comeu dormindo quando eu tinha oito anoscontos eroticos esposa nudismocontos porno ajudou marido comer sogramoleque no ônibus contos eróticos gaycontos eróticos fio dentalcontos bebi com meu tio e acabei transando com eleconto erotico de velha gorda sem dentaduranegao marido de aluguel com casadas contosconto erotico as pregas da empregadagotosinhacontos eroticos gay meu vizinho negro de dezesseis anos me enrabou quando eu tinha oito anosmeu padrasto me fudeo todAContos eróticos gay hooo isso fode meu cu fodeninfetas lésbicas beijando o peitoral dos travestisvolume na calça encoxadacontos eu era enrabada toda noite pelo taradopapai adora chupar a minha buceta enquanto fode a nossa enpregadaviuva darlene fudendo muitoecotra coroa que.evie vido sexo avivocontos enrabada no chuveirocontos eroticos a1. vez da bichinhaContoseroticos minha mulher na passagem no anoContos eróticos bdsm Ele m dava choque na buceta e enfiava agulhas nos meus seiosContos casada fui estuprada 6 e inda meu marido mim comeucomendo o primo e olhando pela janela papai me ensinado mamar contostravesti imgole pora de cavalomeus tios uma historia real 1um coroa me fudeucunhadinha de 10 sem calcinha conto eroticocache:FPfKk_mm7mAJ:okinawa-ufa.ru/conto-categoria-mais-lidos_9_9_zoofilia.html www.contoseroticoscabacomão amiga trêm metrô onibus show contos eróticoscontos eroticos de incesto: viajando com a mamae popozudaCONTOS EROTICOS REAIS EM VITORIA ESconto gay troquei cu por empregoFiquei louca quandoChupou bico do meu peito contosmeu namorado tica punheta amigacontos eróticos vovóporno policia agelma ou marido fode amulherconto erostico cASALCOM UM MOLEGUE EM CASAdesço no teu pauela so faz anal cagando contoscafetao metendo na minha filha conto eroticostoco siririca na madruga contos de casadascontos eroticos fui fodida feito vadia puta e chingada de vadia pel meu primo e tioIncesto com meu irmao casado eu confessoconto gay meu genro mulhezinhacdzinha contos troca trocacontos eroticos crente gordinha rabuda insaciávelpornor novinha peitnho compido bico finoEu tirei o cabaço da buceta da minha filha eu fiz um plano com ela era pra ela arranjar um namorado no colegio dela pra ela levar ele em casa pra ela fazer ele fuder a buceta dela pra ele achar que a buceta dela era cabaço conto eroticoConto erotico mamae deixou papai come meu cu em quanto chupava elainsesto novinha tava bricano e fico engatada com cachorrocontos gay na marracontos eróticos realizando a fantasia da minha mulher no nosso aniversário de casamentoContos eroticos de padrecasa dos contos meu pai chamou dois amigos dele pra arrombar meu cuzinho virgem dpconto erótico reais eu e minha mae sua enpregada juntoconto flagrado com a calcinha enrolada no pauContos eróticos a baixinha gostosonaMeu sobrinho me fez gozar no rio contos eroticos de gayscontos eroticos minha mae puta e filho viadosexo peladas meladas de margarina no corpo inteirolevantou umas da minhas pernas,se encaixou na minha entradinha e foi metendo devagarzinhocoroas ensaboando cacete do joven