Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

ADOREI DAR PRA UM VELHO

Lendo os contos deste site tomei coragem para contar uma experiência que tive, tomara que gostem!

Meu nome é Cristina, tenho 19 anos, meus pais sempre foram muito liberais, saio sempre que quero e sempre durmo na casa de amigas pois moro muito longe e não tempo ônibus durante a noite. Por intermédio de uma prima eu conheci Flávia, uma moça muito bonita que mora com o pai viúvo, ela também sai tanto quanto eu, em uma noite dessas saímos pra dançar, perdemos a noção da hora e eu acabei tendo que dormir na casa dela, chegando lá foi o pai dela quem abriu a porta, era um homem por volta dos 50 anos, tinha uma barriga de cerveja e uma barba branca muito mal feita, enfim, não era um homem nada atraente que se chamava Francisco, entramos, Flávia foi tomar banho e sugeriu que eu ficasse vendo TV com o seu pai que assistia um desse filmes de fim de noite. Eu sentei ao seu lado em um sofá simples, o que me chamou atenção foi o modo que Francisco olhava pra mim, ele me devorava com os olhos, eu estava com uma mini-saia preta e uma blusa também preta que ressaltava os meus seios bastante volumosos, ele se esforçava para olhar dentro da minha blusa sem disfarçar, aquilo me deu um certo desconforto que foi dando lugar a um tensão que eu não sabia explicar, um velho gordo estava me olhando e minha buceta estava até pingando de tesão, eu me inclinei um pouco para que ele conseguisse ver mais dos meus seios quando Flávia saindo do banho, me chamou, dizendo que iria me emprestar uma roupa para que eu tomasse banho também e entrou no quarto em seguida, Francisco olhando pra mim disse que estaria ali vendo TV a noite toda caso eu quisesse voltar. Eu foi tomar banho e em baixo da água fiquei pensando naquele velho me comendo com os olhos, minha buceta começou a latejar, me masturbei demorando um pouco pois quando fui me deitar Flávia já dormia com minha cama arrumada no chão. O som da Tv que eu ouvia vindo do andar de baixo me deixava ainda mais excitada, Flávia havia deixado para mim um pijama de duas peças, camiseta e short curto, sem calcinha puxei o short pra que ele ficasse ainda mais curto e vesti a camiseta sem sutiã, descia queimando de tesão, me sentei novamente no mesmo lugar e aquele velho novamente começou a me olhar, eu olhei para o volume em suas calças e pude ver o pinto duro que força contra a bermuda de jeans surrado, ele levou a mão até minha perna e seu toque me causou arrepios, acariciou minha buceta molhadinha que lhe deu ainda mais tesão, ele me surpreendeu quando tirou pra fora um pinto duro e grande, o maior e o mais grosso que eu já havia visto, não pensei duas vezes caí de boca no membro moreno, chupava como uma criança, primeiro acabeça onde eu fazia movimento circulares com a língua, e depois o resto que sá cabia em minha boca até a metade, era um gosto maravilhoso, ele puxava meus cabelos gemendo e se contorcendo, ele me fez levantar e retirou minha camiseta chupando meus seios até ficarem doloridos, com uma mão ele se apoiava no sofá e com a outra acariciava enfiando o dedo no meu buraquinho, era tudo maravilhoso, e ficou melhor ainda quando ele disse que queria me ver rebolando no cacete dele, eu sentei no colo daquele velho encaixei a cabeçona do pinto na entrada da minha buceta, fui soltando o corpo devagar, aquele cacete foi entrando, forçando passagem, eu sentiu aquele puto daquele cassete dentro de mim e uma dor que me fazia gemer, mas o tesão era muito maior, não foi necessárias mais de cinco ou seis metidas eu gozei e vendo que eu me contorcia e gemia ele gozou também, eu me levantei com a porra dele escorrendo péla minhas pernas, fui ao banheiro e me limpei, cansada de tanto tesão entrei no quarto devagar e quando me deitei na cama Flávia saltou da cama ascendendo a luz, eu assustada me sentei de novo, se aproximou de mim e perguntou, você deu pro meu pai? Eu meio sem graça respondi que sim! Ela me olhou com um olhar sapeca e disse, então agora vai ter que dar pra mim também!!! De início aquela idéia era absurda, mas olhando pra aqueles seios durinhos e aquelas pernas grossas a idéia começou a ficar agradável, mas isso é uma outra histária!!!

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos minha mae gravida de baby dollContos afeminado c shortinho socadocontos eroticos assistiu escondidocontos e vídeos faturei minha irmãContos fiquei bebada e me chuparamcomi minha cunhadinha contos eroticoscontos eroticos primo da esposacontos eurotico de mulheres casadas enfermeira de 35anoscomer um cu contos eroticosconto erotico travesti namorando vizinhocontos eróticos de comi a chata da claseconto erótico fui chantageada pelo meu primo Fernando que comeu a minha mulherfilhababandopaucontos/ morena com rabo fogosocontos eróticos Bombeirocontos interracial sou uma mulher bem branquinha vivendo numa familia de negrosme cumera porque tava sem calcinha negros cotosconto de esportista dotado que comeu cu de travesti Contos erotico orgia no meu cubucetinha inchada de minha esposa orgia contoconto erotico tia de fio dentalcontos minha irmã minha putacontos erotico comi o hetero parte 19Contos eróticos teens gays chupando o filhinh da minha amigacunhada baxinha dando a buceta pro cunhado no milharalPorno contos pais e maes tias avo's iniciam suas meninas incestocontos de rabos sendo dilaceradoscontos de coroa com novinhocontos dogcomendo a deficiente contos eroticostravestesmamandoContos eroticos corno submissoContos eroticos tristeza primeira vezContos eroticos sexo oral no carroconto eróticos Acidente da casadacontos eroticos de professorasse um homem excita uma mulher e demora muito para penetra-la ela pode sentir uma dorzinhaconto erótico reais eu e minha mae sua enpregada juntoconto erótico eu tentei resistircontofudi minha cunhadapeguei meu pai comendo meu amigo conto eroticoDei a bucha pro meu sobrinho virgemcontos eroticos d filhotes mando mulheresdeixando um corno manso contosconto erodico de entiada evangelicacontos de casais numbar de negaos pau grande maridp felizconto erotico fui pra fazer um teste pra trabalhar e voltei pra casa cm a buceta ardendo de tanto darconto erotico homens velhosContos eroticos coroa estrupadaporno tia tica soprinho 18 anocontos eroticos amiguinhasapavorrou gostosassexe conto minha fia mideo o cu por 1.00 reauMães chupando filho contoseroticosContos gay como foi a primera vez que dei o cumulher escanxa no cachorro e goza gostosocuzinho devastado a força contos eroticos conto eróticos sexo entre família gozando dentro da buceta engravida delecontos meu primo me comeudormindoXvidio madrinhaminha netinha contos eróticoscontos eroticos gay o inicio de tudodeixando um corno manso contosContos comeu o cu virgem day minhamulher Estrupei minhafiquei olhando o travesti encoxando meu marido no onibuscontos eroticoa arronbada pelo titioconto erotico masculino gay "ajuda que o padre queria"boafoda foi dormi com colega tomo feroabusada com vibrador contos