Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

O MARIDO VIAJANDO E EU A FUDER A SUA MULHER

Vou relatar mais um dos meus momento de prazer, quem fala é o CARECA, homem de negocios e muito ativo em se falando de sexo e tudo mais. Tenho 1.78m,um pau de 23x7.5cm e muito sacasagem, estava em J. Pessoa-pb, entro no supermercado e dou de frete com uma loura que ficou me comendo com os olhos, nessa hora o pau deu o seu sinal, como quem disse é esta que eu quero comer como não sou de fugir de olhares, encarei-a, ela entra num corredor sem carinho, isso me chamou a atenção, então a sigo e passo roçando no seu braço, ela diz, sabia que vc vinha, quando eu digo, uma mulher como vc 1,65m, lábios carnundos, +- 42 de busto, pernas toniadas, não se pode perder, pq não se encontra em todo lugar, ela ri dizendo e ainda é conquistador,ela olha para as minhas pernas e disse parece que vc esta com um quijo danado, sá pode. Pq vc não me alivia, ela pergunta o que eu estou na que cidade, a negocio,ela tira um papel da bolça e escreve a endereço que eu deveria estar lá as 13hs, pergunto é seguro, ela diz, não tenho empregados no momento e o marido esta viajando para o sul, não teria lugar melhor.

Cheguei na hora, não podia peder aquela opotunidade, ela´já estava no portão, abri, coloco o carro para dentro, era um senhora casa, fomos para sala ela vai lá dentro e traz duas doses. Ai veio as apresentações, o marido era industial e ela havia vindo do paraná,comerçamos nos amassos ali mesmo no sáfa ela dizendo que iria aproveitar o maximo, pq sabia que ela tbm estava com outra. Fomos para o quarto, que maravilha,Ela senta na cama e comerça a me chupar com um fome de pica com nunca visto,ponho ela deitada e comerço a chupar os peitos que esta durinhos, vou descendo até a bucetinha que estava toda melada que chegava a molhar o lonçol, ai fomos para aquela 69 que ela quando eu parsava a lingua no gloro ela tremia toda e dizia que linga derina vc teme acaricirando o cuzinho com o suco varginal que era bastante, ai eu pergundo quer comerça por qual posição, ela disse na buceta botando por traz, é um das que eu nosso tbm, ela dizia devagar e seu pau é muito grande e grosso, mas é um maravilha pq nunca fui fudida com um pau deste tamanho, ponho e mando ela rebolar rebolar e o pau foi entrando e ela a delirar, singar e rebolando se torsia mais que cobra, e tome pica e ela a morder os lábios, eu sem tirar o pau de dentro fui mudando a posição e locoquei ela sentada na pica, eladizia esta gostoso com nunca. Ai ela disse que já tinha perdida a conto das gozadas e. eu tome rola vadia e espere que o gostoso esta para acontecer, ela comerça a treme e a buceta comerçou a se contrai, quando eu sinto que ela estava tendo um orgasmo,gritando vou gazar e demaiou e gozamos juntos eu com o pau dentro, ai deitamos de lado e o pau dentro ainda, eu a acariciar a bundinha e meterdo o dedo no cú, ela pergunda vc não estar cansado? O problema e que o pau não amolece, ai digo com uma tezuda com vc, é imposivel amolecer, mesmo assim ficamos uns 19 min parados, a relaxar, quando ela disse já estou pronta para mais. Ponho ela de 4 e fico pincelando da buceta para o cú e é a tremer, quando chego no olho de furico eu para e mando é relaxar, relaxar,rebolar, e, o pau foi entrando e ela a dizer esta doendo muito, pára e digo relaxa e segurei, fui forsando e a cabeça entrou ela a rebolar,ela dizia esta gostoso, eu a empurrar, tocando aquela seririca, ela disse não esta mais doendo. Pq? a sua tezaão vadia,ela disse esta gozando pela buceta, eu tira até a cabeça e empurro de um vez, ela disse estou indo as nuvens, vou lhe colocar no céu, vou coloco ela no torno a cavalgar e tocando a seririca,ela diz que careca gostoso, quero marcar outros escontros contigo, eu digo a sessão ainda não acabou, ela a gozar, singava, volto para a posição inicial e com a bunda para cima,continuo aquela vai e vem quando ela mete acara na traveisero, eu digo vou gozar, ela disse goza na minha boca,ela comerça a tremer novamente, abriu a boca e deramo +- 19 l de gala e ela a engulir e dizendo nunca tinha bebido panta gala de um sá vez. Descansamos, fomos tomar banho, naquela banheira para relaxar, sá que a pica acordou e coloco ela no torno novemento, sá que dessa vez foi na buceta e ela ficou cavalgando e disendo que foda inequesivel, precisamos marcar outras. Caros leitores(as)o careca ainda entar em forma, mesmo depois do acidente sofrido, tenho certeza que vou marcar outras deixe o marido viajar.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto de desmaiei com a pica grande no meu cuzinho apertandocontos gay violentadoxvideos gay mostrando a rola pra sala interiracontos picante eu dando o cu pro meu tio gaysmarido mostra esposa rabuda de fio pra amigos contos gang banggostosas com mini calsinha saindo o beisinho da buseta de ladacontos eróticos de comi a chata da clasevirei puto do vovo conto gaynão sei como ela aguenta toda no cu e na boca está pica gigantecontos eroticos envergonhadoFodi a flora no cu conto heroticocontos eroticos tio comendo sobrinhasminha vizinha poliana muito gostosa contoscontos picante de casada sem calcinhaconto minha mulher tomando sol peladacontos eroticos comi o cu da minha medicaas mais linda esguichada na punhetacontoseroticoscdzinhascontos erotico defrorado pelo irmão mas velhoquero ouvir as empregadas s****** fazendo faxina de shortinho de sainha curta s***** mostrando a b******** e bebachupei minha netinha contos eróticoscomendo na.chantagem contosContos fui trai tomei so no cuencoxadas socando com força reçenteNovinhas boqueteras contos eróticocontos sogra punhetaFui a depilação ela me lambeu contoconto comeu meu cu gostosocontos de adolecentes escultando.adultos tranzacontos eróticos de irmãoscontos eroticos pauzao do papaiapavorrou gostosascontos eróticos cadela e putona famíliasconto erotico minha prima malvadaprofessora recatada pagando boquete pro colega de servico contosconto erotico calcinha no varalcrente reclama do marido contos' pornocontos sexo tia dominando sobrinhomeu filho meteu no meu cu ardeu muitocastigo boquete contosdespedida de solteira as amigas seguram pra ela toma rola na bucetinhaeu minha esposa demos carona o cara era um pintudocontos erodicos de cabrito macho fazendo sexo com gostosa zoolofiacontos esposa bundatraindo no hotel contosver contos erótico está na real primo com prima gordinha gostosasou puta do padrasto-conto eróticocontos dando cu desde novinhocontos eroticos adoro ver uma travesti jemendo na miha picaTenho um caso com policial contos gayrelatos eróticos dando a b***** na lua de melcontos erotico defrorado pelo irmão mas velhoboquete no casado contoconto meu chefe me chupouMeu amigo chupou uma mendigacontos eroticos teens eu baixinha i peituda com meu tio no carroconto erótico sonífero na sobrinhasou branca e sempre quis da aum mulato mas sou casada contos depiladas muas na sauna contosvirei puto do bar conto gayfilme pornô da mulher do Suvaco Cabeludo Vem homem do pau mais grande e g************* delamoleque no ônibus contos eróticos gayde frango assada recebendo lingua do gay safadocasada que gosta de apanhar traindo porno contoContos gays me fantasiei de mulher no cine pornoContos eroticos pegando carona e sendo enrabada gostosocontos veridico me arrombaram, mas me vinguei do meu maridoconvencimeu marido a ser cornocontoseróticos sexo comestranhotio castiga sobrinha e trasa conelaconto erotico peguei meu pai fudendo a mamaecontos eróticos engravidei de um garotomulher massagista escorregar o dedo na xota da clientechantageada e humilhada pela empregada negraContos eróticos incesto teens tomando banho com meu paiorgias/contosconto tio agarrou a moça e comeu elaminha tia me conveceu a da minha buceta para meu tio contos eroticosconto um maconheiro encoxou minha esposa no onibus eu via tudocontos de marido bonzinhos conto erotico princesa aronbada na favelarelatos verídicos de aventuras eróticas com mendigorelatos comi na marraCaiu de boca na xana contorelatos comi a casada na marra