Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

A AFILHADA QUE GOSTA DE SER ENRRABADA

Em meu ultimo relato contei a historia da minha afilhada, e vou agora relatar o nosso outro encontro...

Bem vamos chama-la de Ana (pseudonimo). Depois da comida de rabo que dei nela, no banheiro da casa dos meus comprades, ela toda satisfeita foi para a sua festa de 19 anos. Ela estava radiante na festa. Me olhava o tempo todo e me mandava beijinhos e piscava. Eu ja estavaficando incomodado, pois ela, apesar de ser bastante apegada comigo e minha esposa, estava exagerando, mas eu estava gostando.

A festa rolou e seus amigos e amigas chagavam aos montes, foi um grande encontro e comemoracao. Vi ela falando baixinho alguma coisa para uma amiga dela e depois soube que ela estava contando o que aconteceu. Quando eu soube disso ate gelei pois nao sabia como a amiga ia reagir diante da historia, mas pelo que entendi a amiga gostou de saber da historia e tambem me deu umas olhadas diferentes.

Na hora do bolo ela declarou para todos o quanto gostava de mim e da minha esposa e ofereceu o primeiro pedaco de bolo para mim. Comi o bolo como se estivesse comendo ela. Uma delicia.

Depois desse dia, passado uns dois meses, a Ana ligou para a minha esposa (sua madrinha) e disse que iria nos visitar no proximo final de semana. Quando chequei do trabalho minha esposa me contou isso e fiquei meio sem jeito de saber mas bastante excitado. Naquela noite comi a minha esposa como um louco. Ela estranhou e ate perguntou de onde saiu tanta energia. Eh claro que eu nao podia dizer que comi ela pensando na afilhada.

No fim de semana ela veio no sabado de manha. Como minha esposa tem uma loja ela trabalha ate umas duas horas da tarde do sabado, entao eh claro que quem recebeu minha afilhada fui eu.

Percebi nos olhos dela que ela estava meio sem jeito, nao me encarava e comeu me perguntando se gostei da festa dela.

_ E ai padrinho gostou da minha festa? Minhas amigas te acharam charmoso... Uma delas disse que queria vir comigo visitar voce e a madrinha, mas achei que voces nao gostariam...

Para ser gentil e tranquiliza-la disse:

_ Olha Aninha, quando voce me disse que tinha contado para a sua amiga o que aconteceu conosco antes da festa fiquei meio preocupado, afinal a garota pode dar com as linguas no dente. Mas ela me tranquilizou tambem pois a amiga ate tinha gostado da historia e disse que queria vir a minha casa para me conhecer melhor.

_ Padrinho, depois da festa quando fui dormir fiquei pensando em nos dois... Fiquei excitada novamente e quis que vocetivesse la... mas nao estava e entao tive que me acariciar sozinha...

_ Eu tambem fiquei a semana toda pensando no que fizemos e confesso que adorei. Fazia algum tempo que nao transava daquela maneira com uma garota novinha como voce... foi maravilhoso...

_ Eu tambem adorei padrinho. Tomei coragem e pedi para vir a sua casa. Estava com medo de como voce me receberia...

_ Nao se preocupe. Sera sempre da melhor forma minha querida...

_ E a madrinha, onde esta?

_ Foi trabalhar e volta mais ou menos umas tres horas..

_ Puxa, nao vai me dizer que voce esta sozinho?

_Estou, porque? Ta com medo de alguma coisa?

_Nao na verdade estou excitada de novo... - e nessa hora ela ficou envergonhada - quis ate parar de falar mas eu a incentivei...- fale minha querida o que foi?

Sabe o que eh? Eu nunca fui comida daquele jeito e fiquei com vontade de mais... mas tenho receio por ser sua afilhada...

_ Nao se preocupe. Eu tambem te quero de novo. - e nessa hora ja parti pra cima da garota dizendo: Vem ca com o padrinho... me da um beijo bem gostoso. Fui a loucura com a lingua da minha afilhada enfiada na minha boca. Nos beijamos muito e foi muito bom.

Tirei a blusa dela e percebi que estavasem sutian. Consegui ver melhor seus seio. Sao uma maravilha (tipo pera, lembram?). Branquinhos, com os mamilos rosadinhos e pontudos, um show!!!

Ela comecou a gemer e pediu para eu chupar os peitinhos, coisa que fiz imediatamente.

Fomos para o quarto e tiramos a roupa toda. Ela nuazinha na minha frente, um corpo escultural. Atirei ela na cama e parti para cima dela. Chupei ela inteirinha. Meti a lingua no umbigo, lambi as choxas, mordi a bunda, lambi a bucetinha dela e descobri que era verdade dela (ela era virgem mesmo). Virei ela de costa e comecei lambendo a bunda dela, ateencontrar novamente seu rabinho. Como estavam a sos e com tempo, pude observar melhor cada pedacinho dela.

Que rabo lindo. E o grelinho dela. Nossa uma loucura. Eu nao estava acreditando no que via.

Meti o dedo no rabinho dela, quando ela comecou a rebolar e pediu para eu lamber o cuzinho dela. Ela pelo jeito gostava de sentir a lingua correndo o reguinho dela, ate atingir o cuzinho. Ela gemia, se contorcia e uns dez minutos depois me disse que estava pronta para ser enrrabada de novo.

Pequei um frasco de vazelina e com muito carinho esfreguei no cuzinho, lambuzei a bundinha dela e pedi para ela esfregar no meu pau. Antes ela disse que queria chupar para lambuzar com saliva. Fez e fez bem feito.

Coloquei ela de quatro (posicao que adoro deixar uma mulher) e aos pouco fui cutucando o cuzinho dela. Ela pediu para enfiar a cabecinha e ficar quieto, pois queria ela mesma empurrar tudo para dentro dela. Foi o que fiz.

Coloquei a cabeca do pau e louco de vontade de atolar ate o talo tive que me controlar. Ela comeu a rebolar e foi empurrando o corpo dela contra o meu. E cada vez que rebolava o pau entrava um pouquinho, ela tirava e empuravade novo so que agora mais do que na ultima vez. Comecei a acariciar a bunda e segurei as ancas dela e disse que nao estava aguentando mais. Ela sabia fazer muito bem aquilo. Era uma otima amante. De reprente, saiu e me pediu para me deitar na cama.

_Padrinho deite-se na cama que quero sentar-me no seu pau.

Atendi imediatamente. Me deitei e segurei o pau em pe.

Ela agachou sobre o meu pau e colocou a cabeca em direcao ao cuzinho. Como ja tinha entrado a cabeca estava mais facil a penetracao, entao ela soltou o corpo e o pau entrou tudo de uma vez nu cu dela. Nossa fui a loucura com aquilo. Ela subia e soltava o corpo. Era uma socada so que ao contrario. Eu nao fazia nada. So ela fazia os movimentos e me levou a loucura. Depois de subir e descer ate nao aguentar mais ela me disse que estava quase gos=zando e me pediu para gozar junto com ela. Coloquei ela de quatro novamente e comecei a bombar o pau no cuzinho dela. Foi quando ela disse que ja estava pronta pra gozar e que nao conseguiria se segurar mais e me pediu para apressar e avisar ela. Quando disse que estava vindo o gozo ela empurrou o corpo para tras e me pediu para empurrar o maximo que eu conseguisse. Nossa, atolei tudo, senti as bolas batendo embaixo na sua bucetinha e gozamos como uns loucos.

Depois disso fomos tomar um banho juntos e de novo foi muito bom. Pedi a ela para comer a bucetinha mas ela nao deixou. Disse que ainda nao era hora disso e que eu teria a minha chance.

Nos arrumamos e fomos buscar a minha esposa na empresa, fomo depois tomar um chopp e voltamos para casa, ficar juntos e passar o fim de semana vendo filmes embaixo das cobertas e se acariciando.

Foi otimo.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto piga no cuarromba esse cu contosmorena mais paquerada transandomeu negao me arrombou contosdeu sonífero para comela prnosexo contos eroticos titio e aninhacontos eroticos chantagem na escolaesfregacao de rola contos amigos punheteirosmulher pede ao vizinho pra ser errabadamelhores contos eroticos de incestos flagradosconto porno pentelhos a mostrafrutaporno adoro bater punheta na calcinha da mamaeconto.erotico..casada.18..anospediu pra ver a buçeta da aniginhaguado o cavalo tramza a rola dele fica detro da eguacontos minha mulher pagou minha divida com a bundaMeu sogro cheirou minha calcinhameu filho quis ver eu mostrei contos incestocoki a amiga da esposa contoscontos erotico chantagiei e depilei minha sogratrans bunduda deixou marido rebolando contocontos eróticos gays incesto fui estupradocontos das danadinhas perdendo cabaçinhoticos bem greludosConto sogra e nora esfregando a buceta na buceta da filhameu padrasto me iniciou na zoofiliaprofessor de natação metendo a vara na colegarevista em quadrinho de babas eroticasconto de casada com preso que fazer por uma pirocaarrombado cu contosconto erotico mae negra coroa dando cuconto eróticos sadomasoquista meu dono me deixou amaaradaconto pega na siriricacontos eroticos dopando primasContos erotico gay carrotravesti vizinha surpresa contos eróticoscoroas fudendo em cima da arvoreMinha namorada pediu um sanduíche contos eroticoscontos eroticos abuzei de minha irmazinha com ela dormindohistorias heroticas detalhistas de peitudas gostosasAgostozas trazano contos minha esposa eu e mais 2 travestiscontos eroticos comendo a sobrinha no matoFilmei minha chupando estranhos na porta do carrocontos eróticos meu cuzinhofui ensinar a sobringa dirigir ea fudimeu namorado me fez de putacontos sado marido violentoso carteiro me pego com roupas femininas gayContos eriticos putinha do meu cunhado bem dotado parte4Conto erótico Sempre fui mas ele descobriucontos roupa de biscatinhacdzinha na madrugada excitante conto eroticocontos eroticos cachorro cheirando minha rolacontofudi minha cunhadacontos eróticos metendo na velhinhafui dominado por uma mulher mais velha conto eroticoConto erotico aproveitei e forceicontos eroticos meu marido sempre soubeComtoerotico mae pate punheta para filho virgemwww.porno zoofilia.com/dando buceta virgem engatada dois cachorros?contos eroticos comi a biscatinharelatos de ninfetas q foram arrombadas no carnavalContos de cdzinha novinha de shortinho fino socadocontos eroticos sou crente mas tenho um fogo no cuContos sou viadinho dos tios e amigos delesconto erotico amiga crente da entiadagostosas com mini calsinha saindo o beisinho da buseta de ladaamelhor buseta de bashia do mundo gosanogostosa dando a b***** pela metade de mim loucamenteconto gay camisolinhacontos gay infanciacontos de sexo sogrocontos eróticos bunda enorme.e os bandidosmeus tios uma historia real 1contoseroticosesposapraiaconto me excito com a mao do meu marido dentro da minha bucetaminha cunhada quis que eu a visse nuamulhe dane a buseta a primeira vezcontos meti na bundinha da irmã do meu amigocontos eroticos exibindo minha esposa no banhoconto cu de mae da sograstravesti arrombou meu marido conto