Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

O HOMEM DA AMPLA

Oi, estou de volta. Disposta a contar toda a minha vida sexual. Já contei como perdi a minha virgindade, mais agora vou contar algo que aonteceu ano passado comigo.

Eu estava sozinha em casa, tinha cabado de acordar, estava usando um shortinho de malha bem curtinho e um banylook tb de malha bem apertadinho, redontando bem os meus seios. Quando bateram na porta e quando fui atender era o homem da Ampla, companhia de luz. Quando ele me viu vestida daquela maneira, me olhou de cima abaixo e me devorou com os olhos. Ele perguntou se eu estava sozinha em casa, disse que sim, ele queria cortar a minha luz. pediu para olhar o relogio de luz, a minha casa era antiga e o relogio ficava na cozinha, levei ele até lá, e ele olhou o relogio mis sem tirar os olhos de mim,principalmente da minha bundinha, eu já estava com um certo tesão pois os peitinhos ja estavam durinhos, querendo furar a babylook, ele olhou para eles e olhou para mim, e falou que eu era linda, eu dize que ele tb er lindo, pergundou a minha idade eu respondi 17, ele tinha 37, era muito gostoso, dentro daquele uniforme, que me tava muito tesão. ele falou que se eu quizesse ele não cortaria minha luz, eu pergundei o que ele ia querer em troca, ele pergundou o que eu tinha a aforecer, eu falei que ia fazer tudo que ele quizesse. ele não se fez de rocado e me deu um beijo na boca, aquilo não era um beijo, era um estrupo, ele beijava muito gostoso, fiquei molinha, ele levandou a minha blusinha e caiu de boca nos meus seios, mamava com vontade, parecia querer engolir eles, me colocou em cima da pia da cozinha e tirou o meu shortinho, abri bem as pernas oferecendo uma bucetinha raspadinha e molhadinha, ele caiu de boca, chupou a minha xereca com vontade, a sua boca engolia ela, como a minha xereca era pequena e a sua lingua grande, ele enfiou a lingua bem no fundo da minha xana, ninguem ainda tinha me chupado assim, comecei a gozar, um gozo forte, e ele so tirou a boca quando eu terminei de gozar tudinho e deixou a minha xerequinha sequinha, levandei da pia e sentei na banqueta, ele tirou o cacete para fora e me ofereceu, coloquei ele na boca e comecei a chupar aquele pau maravilhoso, aquela cabeça gostosa( adoro chupar um pau),

lambia ele todo e depois enfia ele todo na boca, comecei a fazer movimentos fortes, a chupar com vontade, ele não aguentou muito tempo e encheu a minha boca de porra quentinha, que eu engoli tudo, fiquei lambendo e cuoando ele até ele ficar durinho de novo, ele me colocou na mesa de pernas abertas e enfiou aquele cacete gostoso na minha xereca, ele me comia com vontade, com força, eu berrava, gritava, xingava e ele me estrupava com vontade, como se aquela fosse a ultima xereca do mundo, eu gozava feito louca, ele me colocou de quatro e começou a lamber o meu cuzinho, lambia gostoso, eu abri bem a bundinha e pedi para ele me comer, ele fiou doido, e enfiou o pau no meu cuzinho, quase desmaei, ele me comeu com vontade, aquilo que era um homem, ele gozou forte na minha bundinha, enchei meu cu de leite, ele estava exausto, mais eu queria mais, ele sentou para descansar, e resolvi que queria gozar mais, com ele ou sem ele, deitei no chao, e comecei a me masturbar, queria gozar de novo de qualquer maneira, pequei uma cenoura que estava na fruteira e enfiei na minha xereca, eu estava louca de tesão, eu mesmo me comi com a cenoura, tirei ela da xereca e enfiei no meu cu, eu me fodia com força, dando um espetaculo a parte. quando abri os olhos ele estava novamente de pau duro, com a cenoura ainda enfiada no cu senti de frente para ele em cima do seu pau, estava com muito tesao, subia e decia daquele cacete com força enqundo ele enfia a cenoura no meu cu e chupava meus peitinhos, não aguentei, com meusseios em sua boca, abracei ele com força, com os braços e com as pernas, comecei agritar, e a pedir para ele me xingar, ele me chamava de puta, vadia, cadela, cachorra, vaca, e enfia na minha bucet com força ao mesmo tempo que enterrava a cenoura grossa no meu cu, gozei como uma vaca, tinha choques pelo corpo, tremia toda e senti ele encher a minha xereca de porr, gozamos muito, e ficamos ainda um tempinho agarradinho, foi maravilhoso. Ele falou para eu ficar tranquila que não iria cortar a luz, na hora de ir embora ainda me deu um beijo gostoso. o meu msn e [email protected], beijos

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


tias gostosas de calcinha contocontos eróticos rasgando o cuzinho da cunhadinha safadacontos eróticos vovó me comeuconto erótico com foto titio me rasgouminha mae tava dando a buceta pro papai e fraguei contos eroticosContos er meu que pitao peludoContos eroticos de mulher de salto e lingerie traindo o maridoconto incesto mestruavaler historia de sexo entre cunhada e subrinhas com tioconto erotico minhas prima se apaixonou por mimfui fudido no fliperama contos pornô contos eroticos comi a biscatinhacontos eróticos longos viagemsenti o pauzao dele no fundo da minha buceta/derramando muita porramassagem incomparável faz cara senti tesão e gozadedada esposa corninho rindo otário contocontos viado arrombadocontos eroticos comi minha espetoracontos sexo minhas duas tias me espiando meu pausaoContos de shemales taradas e safadas do pau gostosos.cdzinha dedos no cu esposa contopintelhos na transparencia das cuequinhascontos eroticos abuzei de minha irmazinha com ela dormindocontos negao limpando quintal da casada"muito aberto" gay contoeu conto Meu marido saiu meu cunhado me comeucheguei da escola vi minha p*** s***** dando para o meu tio minha prima piranha s*****coto erotico transex e novinho teencontos abusadolena beijando sua amga gostosoconto erotico com crenteconto erotico no coloconto - bundinha durinha , cuzinhoapertadocontos com travestiDesvirginando a sobrinha de 18 anosSeu madruga comendo a b***** de Dona Fazendacontos/comi a mae e tirei o cabaco da filhachupava a noite inteira ele amarradocontos minha mulher colocou bolinhas no meu cucontos gay sentou no colocontos meu chefe me comeu e minha filhacontos erótico Parácontos coxudas de saiacontoseroticos foi fuder no mato e foi comida por malandrosxvidio mulher xota de cabritacontos eroticos convenceu sua mulher a da abuseta para seu sogro com fotosdei o cuzinho é fiquei arrombandoconto erotico no colocontos eroticos dando para um caocontos eroticos travesti gordacontos encoxei minha cunhada casadamulher enfiando chave de fenda no pênis do homem xvideosdepilei minha virilha na clínica de estética e o cara gostou da minha xana contos eroticos com a princesinha do bairromotoboy gay contocontos comendo a menina no carnavalvideo porno gostozinha de vestido preto sndo fodida com amae do ladaarmei o estupro da minha sogracomo eu ia na fazenda novinhacontos eroticos meteram em mim e fiquei muito abertaCONTOS EROTICOS REAIS EM VITORIA EScontos travesti que sai leite dos peitosfrancisca coroa ruiva contos eroticosCasa dos Contos Eróticos humilhando a sogramulher traindo marito con um aloprado conto erroticocontos nao tinha camisinhaporno chupando buceta de cocararFodido na construçãoinquilina safada e gostosacontosconto erotico flagracontos eroticos paulo e bruna parte 2